Menu
2018-10-18T10:02:51-03:00
Plano mantido

Shell abre o jogo sobre planos de investimentos no Brasil até 2025

Mesmo diante de incertezas políticas, companhia garantiu que manterá seu plano de investir US$ 14 bi no país

18 de outubro de 2018
7:03 - atualizado às 10:02
posto Shell
posto de combustíveis da Shell - Imagem: Shutterstock

A Shell prevê investir US$ 14 bilhões, ou entre US$ 1 bilhão e US$ 2 bilhões por ano até 2025, na exploração e produção em águas profundas do país, segundo o "Valor Econômico" desta quinta-feira, 18.

Apesar da atenção especial ao processo eleitoral no Brasil, considerado um dos quatro principais países do mundo para atividades do grupo, a Shell manterá o plano de investimento independentemente do próximo governo.

Segundo Wael Sawan, vice-presidente da divisão de Águas Profundas, as instituições brasileiras dão confiança para os investidores. “As instituições, a ANP e o Ibama são muito fortes.”

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

remuneração ao acionista

Telefônica, Renner, Raia Drogasil e Copasa anunciam juros sobre capital próprio

O provento é uma forma de distribuir lucros, beneficiando também a empresa – já que é considerado uma despesa financeira; veja os valores para cada companhia

mercado aquecido

Cury, da Cyrela, tem preço por ação a R$ 9,35 em IPO

Com a emissão de 18,1 milhões de novas ações, a empresa teve um aumento de capital social de R$ 169,9 milhões

fora do Executivo

Bolsonaro diz que BB, Caixa e Casa da Moeda não serão privatizados em seu governo

Ele afirmou que não está “segurando privatizações” e que qualquer processo é “demorado”

mudança

BC altera assinatura no câmbio e permite conta pré-paga em compra internacional

No caso da assinatura eletrônica em contratos de câmbio, será permitido usar soluções como a gravação de imagem ou de voz, o registro de sinalização gráfica de concordância e o envio ou recebimento de e-mail

Sextou com o Ruy

Como investir bem em um país que insiste em não dar certo

Para não depender do sucesso do Brasil nem da boa vontade dos governantes, o Felipe Miranda decidiu procurar por um ativo que desse grandes lucros e não estivesse ligado a nenhum desdobramento macroeconômico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements