Menu
2019-09-18T11:26:16-03:00
Estadão Conteúdo
juntas

Cade aprova parceria Raízen e Femsa para expansão de lojas de conveniência

Empresas esperam competir com grandes varejistas, como Pão de Açúcar e Carrefour, que já têm lojas de proximidade em todo País.

18 de setembro de 2019
11:22 - atualizado às 11:26
posto Shell
Shell Select está entre as marcas no portfólio da nova empresa. - Imagem: Shutterstock

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, ato de concentração entre a mexicana Femsa e a Raízen Combustíveis para a constituição de uma joint venture para expandir seus negócios em lojas de conveniência. A decisão está formalizada no Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com as empresas, a nova companhia, avaliada em R$ 1,1 bilhão, vai desenvolver "uma rede varejista de lojas de conveniência e proximidade, dentro e fora de postos de gasolina, sob as marcas Shell Select, Oxxo e outras que venham a ser escolhidas de tempos em tempos".

As duas companhias terão 50% do novo negócio.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o vice-presidente comercial da Raízen, Leonardo Pontes, disse no início do mês passado que a parceria entre as duas empresas permitirá a expansão mais rápida do número de lojas com a marca Select - hoje com mil unidades em todo País. "Também vamos abrir lojas de proximidade com a marca Oxxo fora dos postos", comentou.

Segundo ele, a nova empresa vai competir com grandes varejistas, como Pão de Açúcar e Carrefour, que já têm lojas de proximidade em todo País. "Esse é um mercado que comporta 20 mil unidades em todo o País. Queremos abocanhar uma parte disso."

No Brasil, a Shell tem cerca de 6,5 postos de combustíveis.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Recorde

Estrangeiros põem R$ 30 bilhões na bolsa brasileira em novembro

Trata-se de recorde de entrada de recursos estrangeiros em um mês, impulsionado pela migração de recursos para bolsas emergentes; movimento por aqui, porém, pode ser passageiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies