Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-07T11:42:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
parceiros latinos

Raízen e mexicana Femsa formam joint venture avaliada em R$ 1,1 bi

Nova companhia deve acelerar a expansão de lojas de postos de combustíveis e criar uma rede de lojas de proximidade com a marca Oxxo fora dos postos

7 de agosto de 2019
8:55 - atualizado às 11:42
posto Shell
posto de combustíveis da Shell - Imagem: Shutterstock

A companhia mexicana Femsa e a Raízen Combustível, sociedade entre a Shell no Brasil com o grupo Cosan, anunciaram na última terça-feira, 6, uma joint venture para expandir seus negócios em lojas de conveniência.

A nova companhia, avaliada em R$ 1,1 bilhão, vai acelerar a expansão de lojas de postos de combustíveis e criar uma rede de lojas de proximidade com a marca Oxxo fora dos postos. As duas companhias terão 50% desse novo negócio.

Ao jornal Estadão, Leonardo Pontes, vice-presidente comercial da Raízen, explicou que a parceria entre as duas empresas permitirá a expansão mais rápida do número de lojas com a marca Select - hoje com mil unidades em todo País. “Também vamos abrir lojas de proximidade com a marca Oxxo fora dos postos”, disse o executivo.

Segundo ele, a nova empresa vai competir com grandes varejistas, como Pão de Açúcar e Carrefour, que já têm lojas de proximidade em todo País. “Esse é um mercado que comporta 20 mil unidades em todo o País. Queremos abocanhar uma parte disso”, disse. No Brasil, a Shell tem cerca de 6,5 postos de combustíveis.

Pontes diz que, com a crise econômica, o consumidor faz a conta no lápis antes de entrar em uma loja de conveniência ou de proximidade.

“Mas entendo que assim como há atacarejo, que atendem ao consumidor que busca preços mais baixos, há uma parcela da população que também vai em lojas de proximidade", afirma. "Apostamos no longo prazo e crescimento da economia”.

A rede Shell Select aumentou em 12% o faturamento no último ano, como reflexo de um investimento na ordem de R$ 50 milhões que, entre outras frentes, trouxe a nova geração de lojas.

O grupo não divulga o faturamento anual desse seu modelo de negócios. A receita média dessas lojas é de cerca de R$ 160 mil por mês, segundo Pontes.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo e Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa na contramão do mundo, o impulso das commodities, a pressão dos servidores públicos e tudo o que agitou os mercados nesta terça

Nada como uma perspectiva de aperto monetário para segurar o desempenho dos ativos de risco. E nesta terça-feira (18), os mercados financeiros americanos voltaram do feriado colocando nos preços a expectativa dos investidores com a alta dos juros e a redução dos estímulos monetários nos Estados Unidos. O resultado foi uma disparada nos juros futuros, […]

Fechamento Hoje

Ibovespa sobrevive a mar vermelho no exterior e consegue fechar em alta; avanço nos retornos dos Treasuries pesa nos juros e no câmbio

Principal índice da B3 lutou para se manter no lado positivo ao longo de todo o pregão, com ajuda das commodities; dólar, porém, também fechou em alta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies