Menu
2018-12-24T10:09:30-02:00
Estadão Conteúdo
COPOM MAIS TÍMIDO?

Focus: Selic no fim de 2019 recua de 7,50% para 7,25% ao ano

Mercado revê atuação do Copom no próximo ano, passando a prever altas menores do juro básico

24 de dezembro de 2018
10:09

Após a última decisão de 2018 sobre os juros anunciada há duas semanas, economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a Selic (a taxa básica) para o fim de 2019. O Relatório de Mercado Focus trouxe hoje que a mediana das previsões para a Selic no próximo ano caiu de 7,50% para 7,25%. Há um mês, analistas previam 7,75%.

A projeção para a Selic no fim de 2020 não foi alterada e manteve-se em 8,00%, número repetido pelos economistas há oito semanas. No caso de 2021, a projeção também seguiu em 8,00%, pela 77ª pesquisa seguida.

Neste mês, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou a manutenção, pela sexta vez consecutiva, da Selic em 6,50% ao ano. Ao mesmo tempo, o BC indicou que o juro tende a permanecer no atual nível - o mais baixo da história - pelo menos nos primeiros meses do governo de Jair Bolsonaro. Entre as indicações, o colegiado avaliou que, desde o encontro anterior, de outubro, houve alta do risco de a ociosidade na economia produzir inflação abaixo do esperado.

Para o grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções (Top 5) de médio prazo, a mediana da taxa básica em 2019 caiu de 7,00% ao ano para 6,50%, ante 7,00% de um mês antes. No caso de 2020 e 2021, a previsão seguiu em 8,00%. Há um mês, a expectativa era de juro a 8,00% no fim de 2020 e 8,00% em 2021.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

RADIO CASH

‘O Banco Central não parece estar comprometido em atingir a meta de inflação’, diz Rogério Xavier, fundador da SPX Capital

Em entrevista ao podcast RadioCash, Rogério Xavier critica o ajuste parcial da Selic e comenta a estratégia por trás dos resultados expressivos que fundos da SPX obtiveram no primeiro trimestre do ano, confira:

destravando valor

Pão de Açúcar lidera altas do Ibovespa com mercado vendo ganhos em venda de participação em e-commerce

Casino, controlador da empresa, estuda fazer oferta de ações de unidade de e-commerce, em que Pão de Açúcar detém participação de 34,17%

Mercados hoje

Ibovespa sobe apoiado no setor de commodities e deixa político-fiscal de lado; dólar recua

Com o cenário político-fiscal pesado, o mercado brasileiro pega carona no bom desempenho das empresas do setor de varejo e commodities. No exterior, inflação dos Estados Unidos é destaque

Exile on Wall Street

Meu professor polvo

Desenvolvi um hábito peculiar. Quando preciso ter algum papo difícil com alguém ou há entre mim e alguma pessoa querida algum entrevero, mínima rusga que seja, envio um vinho português chamado “Conversa” e convido para o diálogo. É um gesto carinhoso, de afeto. Mas — confesso — é também um pouco egoísta e parte de […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies