Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:43:26-03:00
Estadão Conteúdo
Passo fundamental para os negócios

Oi confirma que fechou acordo com acionistas para injetar capital de R$ 4 bilhões

Capitalização é considerada pelo mercado a última grande etapa a ser realizada pela empresa, que está a quase um ano em recuperação judicial

19 de dezembro de 2018
16:00 - atualizado às 14:43

A empresa de telefonia Oi confirmou nesta quarta-feira, 19, ter chegado a um acordo com a maioria em um grupo de investidores e credores para aditar o contrato de compromisso que garante o aumento de capital de R$ 4 bilhões na empresa.

Praticamente um ano após a aprovação do seu plano de recuperação judicial, a capitalização é considerada pelo mercado a última grande etapa a ser realizada pela empresa, peça fundamental para dar suporte ao cumprimento da meta de elevação dos investimentos pela companhia de telefonia nos próximos anos.

Para tanto, a empresa precisou negociar com credores e investidores chamados backstopers, isto é, um grupo que se comprometeu, um ano atrás, com a injeção de capital, mediante contrapartida de uma remuneração pela garantia.

A concretização do aporte dependia do cumprimento de cláusulas preliminares, mas algumas delas não foram atingidas dentro do prazo. A principal é a ausência de uma atualização do Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU) pelo governo federal, medida importante para aliviar o fluxo de caixa da operadora.

As partes concordaram em prosseguir com a injeção de recursos de R$ 4 bilhões, mas a Oi pagará, até 5 de abril, uma penalidade de US$ 25 milhões se não houver aprovação do PGMU até 31 de março de 2019. Outros US$ 20 milhões serão pagos, até 5 de julho, se isso não acontecer até 30 de junho do mesmo ano.

O acordo, segundo informou nesta terça-feira, 18, o Broadcast/Estadão, foi firmado no fim de semana.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O MELHOR DA SEMANA

Ronaldo Fenômeno ficou maluco? Saiba como funciona a SAF, que permitiu ao craque pagar R$ 400 milhões pelo Cruzeiro

Conheça também os principais candidatos a Sociedade Anônima de Futebol e para que tipo de clube ela pode ser mais interessante

Dê o play!

Com a Selic acima de 10%, quais os próximos passos do BC? O podcast Touros e Ursos debate o futuro da taxa de juros

No podcast Touros e Ursos desta semana, a equipe do SD discutiu o cenário para a Selic e o BC em 2022. Até onde o Copom vai subir os juros?

Sinal amarelo

Marfrig (MRFG3) confirma participação em oferta da BRF (BRFS3), mas não poderá assumir o controle da empresa; entenda

Segundo um comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários hoje, as compras da Marfrig estarão limitadas a sua participação acionária atual

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa no azul apesar da volatilidade, bitcoin no vermelho e imbróglios com FII e Oi: o que marcou o mercado nesta sexta

Numa semana marcada pela escalada das tensões entre Rússia e Ucrânia, decisão de juros nos Estados Unidos e um discurso mais hawkish (duro contra a inflação) por parte do presidente do banco central americano, Jerome Powell, o Ibovespa conseguiu, mais uma vez, acumular alta. E as bolsas americanas – pasme – também. A sexta-feira (28) […]

DESINVESTIMENTOS

Em negócio bilionário, Petrobras (PETR4) vende ativos na Bacia Potiguar para subsidiária da 3R Petroleum (RRRP3); saiba quanto entrou nos cofres da estatal

A bola da vez é um conjunto de 22 concessões de campos de produção terrestre e de águas rasas, juntamente à sua infraestrutura de processamento, refino, logística, armazenamento, transporte e escoamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies