Menu
2019-04-04T13:51:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Após selar 'novo NAFTA'

Brasil e Índia entram na mira de Trump

Ao comentar novo acordo com Canadá, Trump aproveitou para criticar as barreiras comerciais do Brasil e o excesso de tarifas da Índia

1 de outubro de 2018
14:47 - atualizado às 13:51
Presidente dos EUA, Donald Trump; Facebook; Mark Zuckerberg
Declarações Imagem: Shutterstock

O Brasil e a Índia entraram na mira do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta segunda-feira, 1º. Em uma entrevista coletiva, Trump disse que ambos países "fazem o que querem" em suas relações comerciais com Washington.

"Algumas empresas dizem que o Brasil está entre os mais duros do mundo, talvez o mais duro", criticou o americano, destacando que os EUA nunca tentaram negociar, como deveria ser feito. Sobre a Índia, o republicano apontou que eles cobram "tarifas tremendas".

As declarações aconteceram durante entrevista coletiva sobre a reformulação do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA), que passará a se chamar Acordo EUA-México-Canadá ou USMCA (pela sigla em inglês).

'O novo NAFTA'

O novo pacto com o Canadá reduz as chances de Trump acabar com o Nafta.

O acordo entre os países foi selado quatro dias depois de o Representante de Comércio de Trump dizer no Congresso americano que as divergências entre os dois países "eram grandes demais" para ser superadas até ontem.

A mesma autoridade afirmou que os EUA chegaram a um entendimento com Canadá e México para reverter a ameaça de Washington de impor tarifas a carros. Além disso, o USMCA oferecerá "novas oportunidades de exportação" de laticínios ao Canadá, acrescentou.

Ainda segundo a autoridade americana, as tarifas dos EUA impostas a importações de aço e alumínio serão discutidas separadamente.

O novo acordo também estabelecerá regras que permeiam os serviços financeiros e negócios digitais, que surgiram desde que o Nafta foi criado, de forma a atender os interesses de vários setores - de empresas farmacêuticas aos mercados financeiros.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Apertem os cintos

Segredos da bolsa: Termina mais um trimestre que valeu por um ano

Semana traz agenda intensa de indicadores tanto no Brasil quanto nos EUA; cautela e volatilidade tendem a seguir em cena

EUA X China

Trump X TikTok: empresa chinesa tenta impedir proibição de downloads

Decisão judicial pode barrar restrição, que passaria a valer a partir de meia-noite deste domingo nos Estados Unidos.

A 38 dias da eleição

Trump anuncia nomeação de Barrett para a Suprema Corte

Nomeação ainda precisa ser confirmada pelo Senado, que hoje tem maioria Republicana.

Últimos ajustes

Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para discutir Reforma Tributária

Segundo o deputado Ricardo Barros, na segunda-feira a proposta já estará fechada para uma rodada de discussão com os líderes da base governista no Congresso.

Em 2020

Pandemia tira R$ 12 bilhões em investimentos

Investimentos públicos em infraestrutura deverão ser 10% menores em relação ao estimado antes da pandemia de covid-19.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements