Menu
2019-04-04T14:00:44-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Preços dos imóveis

Mercado imobiliário tem alta nos preços, mas ainda há pouco o que se comemorar

Preço médio dos imóveis residenciais em nove capitais brasileiras subiu 0,10% em setembro e cresceu 0,60% em 12 meses

18 de outubro de 2018
16:48 - atualizado às 14:00
Imóveis em São Paulo
São Paulo foi uma das cidades cujo preço dos imóveis residenciais subiu em setembro - Imagem: Shutterstock

Uma pesquisa da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) mostrou que o mercado de imóveis no Brasil está mais aquecido. Os dados desse levantamento foram divulgados nesta quinta-feira, 18, e mostraram que o preço nominal médio dos imóveis residenciais em nove capitais brasileiras subiu 0,10% em setembro e cresceu 0,60% no acumulado dos últimos 12 meses.

Esses resultados levam em consideração apenas os valores de imóveis vendidos por meio de financiamento bancário. Eles também mostraram que, em seis das nove capitais pesquisadas, houve alta nos preços: Goiânia (0,69%), Curitiba (0,30%), Salvador (0,22%), São Paulo (0,16%), Porto Alegre (0,10%) e Fortaleza (0,02%).

Na contramão, Rio de Janeiro (-0,02%), Recife (-0,12%) e Belo Horizonte (-0,27%) foram as capitais com queda nos preços dos imóveis.

Cenário ainda é de fraqueza

Mesmo que os números da Abecip tenham mostrado uma recuperação dos preços, a associação acredita que a probabilidade de uma aceleração mais forte desses valores ainda é pequena no curto prazo. E grande parte da culpa por essa retomada mais lenta vem do ambiente econômico e as perspectivas de investimentos, que são afetados pelas incertezas políticas.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies