Menu
2019-04-04T14:12:38-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Puxado pela oscilação do dólar

IGP-M desacelera alta em outubro

Índice avançou 10,79% no acumulado de 12 meses e tem alta de 9,25% até outubro deste ano; oscilação do dólar e cotações de produtos primários são principais fatores

30 de outubro de 2018
9:27 - atualizado às 14:12

O Índice Geral de Preços-Mercado desacelerou a alta de 1,52% em setembro para 0,89% em outubro, divulgou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira, 30.

Com isso, o indicador avançou 10,79% no acumulado de 12 meses e acumula alta de 9,25% no ano. No mesmo período do ano passado, o índice havia subido 0,20% e acumulava queda de 1,41% em 12 meses.

O resultado deste mês ficou dentro do intervalo das 31 estimativas de pesquisa realizada pelo Broadcast, do Estadão, de 0,79% a 1,05%, mas menor que a mediana de 0,91%.

O IGP-M é utilizado como referência  para correção de valores de contratos, como o de aluguel de imóveis. O avanço do índice tem influência da oscilações do dólar e das cotações internacionais de produtos primários, como commodities e metais.

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M) desacelerou de 2,19% em setembro para 1,11% em outubro. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) acelerou de 0,28% para 0,51% e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) avançou de 0,17% para 0,33% no período.

No caso do IPC-M, o aumento foi puxado pelo conjunto de preços de alimentação, cuja a taxa atingiu 0,70% em outubro ante 0,01% no mês anterior. O grupo de transportes vem em seguida, com avanço de 1,06% ante 0,59%. A FGV ressalta que, nesse segmento, deve-se considerar a elevação de 3,49% dos preços da gasolina em outubro ante 1,71% em setembro.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Contas brasileiras em jogo

STF retoma julgamento sobre ICMS e PIS/Cofins; decisão pode ter impacto de R$ 258,3 bilhões para União

Os ministros já haviam declarado inconstitucional a cobrança de ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins, mas o governo pede que a decisão não tenha efeito retroativo

São Jorge e o dragão inflacionário

A grande e ameaçadora besta da inflação começa a sair do seu sono profundo. Aos poucos, movimenta as asas e mexe sua cauda incendiária. Um vagaroso e temerário despertar. Nem de longe está cuspindo fogo — e quem viveu no Brasil nos anos 80 e 90 lembra bem do seu poder destrutivo. Mas mesmo o […]

FECHAMENTO

Dragão americano da inflação assombra ativos globais e resultado é bolsa, dólar e juros sob pressão; Ibovespa recua 2% e volta aos 119 mil pontos

A pressão inflacionária superou até mesmo o cenário político interno caótico nos holofotes do mercado e levou o principal índice brasileiro a amargar uma queda brusca

Primeiro encontro

Presidentes de Petrobras e BR se reúnem para tratar da saída da estatal da distribuidora

Os executivos, que assumiram os cargos há cerca de uma vez, discutirão a venda da participação de 37,5% que a Petrobras ainda detém na empresa

Trabalho em equipe?

Biden e oposição tentam acordo para aprovar pacote de infraestrutura

Um dos maiores pontos de divergência entre o presidente e líderes republicanos é o aumento de impostos para financiar a proposta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies