Menu
2018-10-20T12:09:03-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Recuo

A nova proposta de Haddad para o Banco Central

O candidato petista incluiu em seu programa de governo a promessa de “manter a autonomia” da autoridade monetária

20 de outubro de 2018
10:39 - atualizado às 12:09
Fernando Haddad, do PT
Fernando Haddad: petista faz aceno ao mercado - Imagem: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, recuou de sua proposta de que o Banco Central passe a ter compromisso tanto com a inflação quanto com a geração de empregos - o que o mercado financeiro chama de "mandato duplo".

Além disso, incluiu na nova versão de seu programa de governo a promessa de "manter a autonomia" da autoridade monetária.

A nova redação do documento foi protocolada quinta-feira no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após as negociações do candidato no segundo turno da disputa, com a tentativa de atrair apoios mais ligados ao centro do espectro ideológico.

O novo texto fala que o BC "manterá sua autonomia e seu mandato de controlar a inflação, permanecendo atento a temas como a estabilidade do sistema financeiro e o nível de emprego".

Segue o jogo

Conforme o economista Guilherme Mello, um dos assessores da campanha de Haddad, a mudança foi feita para reforçar o compromisso de manter a condução do Banco Central como está atualmente.

Ele disse que a proposta não significa "independência" da autoridade monetária - como é a proposta do rival de Haddad na disputa, Jair Bolsonaro (PSL) -, já que isso daria a entender que a instituição não responderia mais ao governo.

"Nossa proposta é manter a autonomia, que o Banco Central tenha total liberdade para tomar as decisões de política monetária (taxa de juros)", disse Mello.

"O importante é que a autoridade monetária tenha liberdade para tomar as decisões como foi durante o governo Lula, e mantenha a autonomia da forma que nós temos avançado atualmente. Hoje, o presidente do Banco Central tem autonomia para tomar as decisões", disse o economista.

Mesmo com o compromisso de manter o atual modelo de condução do Banco Central, Haddad afirmou que não terá nenhum nome do alto escalão da equipe econômica de Michel Temer em um eventual governo, sinalizando que não faria convite para que o atual presidente do banco, Ilan Goldfajn, permanecesse no cargo.

Interpretação

A proposta de mandato duplo foi retirada para evitar interpretações erradas, argumentou Guilherme Mello. Ele ponderou que a preocupação com o crescimento econômico e a geração de emprego deve estar no radar da instituição, mas não estabelecendo o compromisso de uma meta, como ocorre com a inflação.

A possibilidade do BC adotar o mandato duplo já foi discutida dentro do governo Michel Temer, e provocou polêmica quando veio à tona, no início do ano. Ex-presidentes do banco consultados à época pelo Estadão/Broadcast foram unânimes em condenar a mudança.

"Cumprindo bem sua função, de controle da inflação, o BC acaba permitindo que se tenha um crescimento sustentável", disse, à época, o ex-presidente do BC e sócio da Tendências Consultoria Integrada Gustavo Loyola. "Impor ao BC uma obrigatoriedade de ter um 'olho no peixe e outro no gato' pode enfraquecer o controle da inflação, que é a tarefa precípua dos bancos centrais. O crescimento da economia depende de vários outros fatores, e não só do BC."

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

hoje não

Holanda rejeita acordo Mercosul-UE

Questão ambiental, relacionada à agricultura no Mercosul, foi o argumento central para o voto dos holandeses

de olho na varejista

Via Varejo anuncia oferta que pode movimentar R$ 4 bilhões

Recursos da oferta serão usados em investimentos em tecnologia e logística, inovação e desenvolvimento

covid-19

Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus em 24 h, novo recorde

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde trouxe 28.633 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, totalizando 584.016

efeito coronavírus

Vendas no varejo da zona do euro sofrem queda histórica de 11,7% de abril

Resultado ficou acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam contração ainda mais acentuada nas vendas, de 19%

Exclusivo SD Premium

As melhores ações na bolsa para junho, segundo 14 corretoras

Após consultar 14 corretoras, o Seu Dinheiro selecionou as três ações favoritas de cada uma delas. No pódio, duas velhas conhecidas voltam para mais uma presença no ranking após um bom desempenho em maio.

Agenda BC#

BC estende regras para débito automático a contas de pagamento pré-pagas

A diretoria do Banco Central decidiu estender para as contas de pagamento pré-pagas (aquelas cujos recursos devem ser depositados previamente) as regras sobre autorização e cancelamento de débitos em conta que já estavam previstas para contas de depósitos e para contas-salário

Aprovação concedida

Tim e Vivo recebem aprovação da Anatel e do Cade para compartilhamento de rede

Serão compartilhadas infraestrutura de redes móveis para as tecnologias 2G, 3G e 4G

Empresa diz que não comenta

MPT-RS pede interdição de planta da JBS no Estado por surto de coronavírus

A JBS respondeu, sobre a ação civil pública movida nesta quarta, que não comenta processos judiciais em andamento

seu dinheiro na sua noite

Despiorou

Acabou a crise? Nesta quarta-feira, os mercados mantiveram o otimismo dos últimos dias. As bolsas subiram aqui e lá fora, ao mesmo tempo em que o dólar assistiu a mais um dia de alívio, chegando perto dos R$ 5 novamente. Está até difícil entender de onde sai tanto apetite por risco, dado que a pandemia […]

ANÁLISE

Quarentena de pijama? Não, no mundo cripto tem muita coisa rolando

Nas próximas linhas, Helena Margarido vai mostrar a você um mercado que caminha na contramão de todo establishment e permanece com alta demanda em meio à crise atual: a revolução está somente começando.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements