Menu
2018-09-26T13:12:23-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Fluxo Cambial

Saída de dólar supera entrada da moeda no país

Fluxo cambial ficou negativo em US$ 4,250 bilhões no acumulado do ano, segundo o Banco Central.

26 de setembro de 2018
12:51 - atualizado às 13:12
Nota de dólar
Nota de dólar - Imagem: Shutterstock

O Banco Central anunciou nesta quarta-feira, 26, que saiu mais dólar do que entrou no país em setembro. Até o dia 21 deste mês, o chamado "fluxo cambial" ficou negativo em US$ 3,403 bilhões.

O Canal financeiro teve saídas líquidas de US$ 3,985 bilhões. Ao todo, foram aportados US$ 19,453 bilhões e retirados de US$ 23,348 bilhões, segundo o Broadcast, do Estadão.

Ano

No ano, a saída de dólares no período já chega a US$ 16,164 bilhões.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Apertem os cintos

Segredos da bolsa: Termina mais um trimestre que valeu por um ano

Semana traz agenda intensa de indicadores tanto no Brasil quanto nos EUA; cautela e volatilidade tendem a seguir em cena

EUA X China

Trump X TikTok: empresa chinesa tenta impedir proibição de downloads

Decisão judicial pode barrar restrição, que passaria a valer a partir de meia-noite deste domingo nos Estados Unidos.

A 38 dias da eleição

Trump anuncia nomeação de Barrett para a Suprema Corte

Nomeação ainda precisa ser confirmada pelo Senado, que hoje tem maioria Republicana.

Últimos ajustes

Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para discutir Reforma Tributária

Segundo o deputado Ricardo Barros, na segunda-feira a proposta já estará fechada para uma rodada de discussão com os líderes da base governista no Congresso.

Em 2020

Pandemia tira R$ 12 bilhões em investimentos

Investimentos públicos em infraestrutura deverão ser 10% menores em relação ao estimado antes da pandemia de covid-19.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements