Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-11-15T12:51:31-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Política Monetária

Comando do Banco Central ainda está em definição

Segundo assessoria de Paulo Guedes escolha do nome que vai presidir a autoridade monetária está em fase final

15 de novembro de 2018
12:51
Fachada do Banco Central do Brasil (BC)
Imagem: Arnaldo Jr./Shutterstock

A assessoria de imprensa do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, não confirma nenhum nome para o comando do Banco Central (BC) do próximo governo.

“A escolha do nome para comandar o Banco Central está em fase final de definição e, assim que for confirmado, será devidamente anunciado”, diz breve nota da assessoria.

Segundo o jornal “O Estado de S.Paulo”, Ilan não vai permanecer no comando do BC por motivos pessoais. Ainda de acordo com o jornal, a equipe de transição avalia os nomes do atual diretor de Política Econômica, Carlos Viana, e do diretor do Santander, Roberto Campos Neto.

O site “O Antagonista”, afirma que Campos Neto já foi escolhido para comandar a autoridade monetária.

Procurado, o Banco Central, por meio de sua assessoria de imprensa, disse não comentar o caso.

Neto do ex-ministro Roberto Campos, o economista é tido como próximo de Paulo Guedes e esteve no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) na terça-feira, onde fica reunida a equipe de transição.

O atual presidente Ilan Goldfajn está em férias e é substituído pelo diretor de Regulação, Otávio Damaso.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Privatização dos correios

Câmara dá início à sessão que discute privatização dos Correios; acompanhe

A venda da estatal está prevista no Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo; a proposta permite a transformação dos Correios em empresa de economia mista

Alta (segura) dos papéis

Parceria com o Grupo Caoa faz ações da seguradora Wiz (WIZS3) subirem mais de 5%; confira detalhes do acordo

A empresa celebrou uma parceria comercial contratual com prazo de vigência de 12 meses com a Caoa Corretora de Seguros, por meio de sua controlada Wiz Conseg

Primeiro dia

Ação da Raízen (RAIZ4) estreia na bolsa em alta de mais de 1%

Pouco depois da abertura, porém, papel retornou para a faixa de preço do IPO; maior abertura de capital do ano na B3 movimentou R$ 6,9 bilhões

Depois dos resultados, a bonança

Opções de Petrobras disparam até 540% em 1 dia com lucro e dividendo bilionários

O lucro acima do esperado pelo mercado no segundo trimestre deste ano e a antecipação de R$ 31,6 bilhões em dividendos animaram a bolsa

Deixa para outra hora!

Mudança de planos: instabilidade no mercado faz Athena desistir de IPO bilionário; saiba os detalhes

Em maio, a companhia de saúde já havia pedido a suspensão do IPO por 60 dias, por conta da volatilidade alta do mercado. Na última quarta-feira, 04, oficializou a desistência do pedido de registro de oferta pública

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies