Menu
2019-04-04T13:42:12-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Teto de gastos

Banco Central quer cortar crédito com juros controlados

Para Cláudio Filgueiras, financiamento com juros controlados deve ser priorizado aos pequenos produtores

25 de setembro de 2018
8:05 - atualizado às 13:42
Tesoura
Banco Central defendeu a redução do crédito agrícola com juros controlados Imagem: Shutterstock

O Banco Central defendeu a redução do crédito agrícola com juros controlados a médios e grandes produtores do setor durante evento em Brasília ontem. A informação é do jornal "Valor Econômico" desta terça-feira, 25.

Para o Chefe do departamento de Regulação, Supervisão e Controla das Operações de Crédito Rural do Banco Central, Cláudio Filgueiras, essa modalidade de financiamento deve ser priorizada aos pequenos produtores, que, de acordo com ele, são os que mais precisam de apoio.

Não vai fechar

Filgueiras explica que o país conta com uma demanda de R$ 280 bilhões em recursos financeiros ao ano hoje. A expectativa é de que o valor dobre até 2040 e chegue a R$ 560 bilhões, o que seria insustentável no modelo atual. "Nós gostaríamos que o mercado de capitais brasileiro tivesse uma participação cada vez maior", disse.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Agora vai?

MP da Eletrobras: relator mantém ‘jabutis’ e condiciona venda à compra de energia

No texto, Nascimento manteve a possibilidade de renovação antecipada da usina de Tucuruí, um dos maiores ativos da Eletronorte, e incluiu também a prorrogação da concessão da Hidrelétrica Mascarenhas de Moraes para Furnas.

Cresce a fila

CBA, da Votorantim, registra pedido de IPO na CVM

A empresa, que afirma ser a única companhia integrada de alumínio do Brasil, pretende financiar seu crescimento orgânico e inorgânico com os recursos levantados na oferta

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O quebra-cabeças do mercado e outros destaques

Recentemente, eu fui presenteado com um quebra-cabeças de duas mil peças. “Ah, isso vai ser moleza; é só montar as bordas e depois ir preenchendo aos poucos”, pensei eu. Nem preciso dizer que eu estava redondamente enganado: a mesa da cozinha está tomada por pequenas partes de uma paisagem bucólica. De vez em quando eu […]

FECHAMENTO

Ibovespa tem mais um dia de ‘mais do mesmo’ e fecha em leve alta, contrariando NY

Setores pesos-pesados seguraram o índice no azul. O movimento garantiu uma leve alta de 0,03%, mais uma vez deixando o índice na trave dos 123 mil pontos

Vem oferta por aí

Rede D’Or confirma a avaliação para a realização de um follow on

O anúncio foi feito após o jornal Valor Econômico revelar que a companhia prepara uma oferta de ações que pode chegar a R$ 5 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies