Menu
2019-04-20T15:18:03+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
RESPOSTA DO TESOURO NACIONAL

Outro lado: O spread no Tesouro Direto protege os investidores e o próprio Tesouro

Colunista criticou cobrança do Tesouro nas operações de venda antecipadas de títulos públicos

10 de janeiro de 2019
5:50 - atualizado às 15:18

O Tesouro Nacional enviou um comunicado ao Seu Dinheiro para explicar o motivo da cobrança de um spread na operação de venda antecipada de títulos públicos no Tesouro Direto. O valor cobrado foi criticado pelo colunista Luiz Rogé neste artigo.

Segundo o Tesouro, o mecanismo é necessário para proteger a instituição e os próprios investidores. Se a taxa fosse menor, haveria mais interrupções na plataforma de negociações. Leia a seguir a resposta do Tesouro:

"Os preços dos títulos negociados no Tesouro Direto (TD) são atualizados, regularmente, três vezes ao dia. A definição das taxas do TD busca dar maior previsibilidade e estabilidade aos investidores, ao mesmo tempo em que mantém relação com os preços e oscilações do mercado secundário. Desse modo, os parâmetros de negociação são definidos para minimizar o número de interrupções de negociação durante o dia e proteger os investidores e o Tesouro Nacional de negociações com preços significativamente diferentes dos praticados no secundário.

Para que essas condições sejam mantidas, ao final de 2016 foram implementadas mudanças nas diferenças das taxas de compra e venda dos títulos. Isso permitiu, para níveis semelhantes de oscilações de mercado, redução significativa das suspensões do TD. Ressalta-se também que as diferenças das taxas de compra e venda são compatíveis com as taxas praticadas em mercado e similares para todos os títulos com parcela da rentabilidade prefixada (Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado – com ou sem juros semestrais) visando não influir na escolha do investidor.

O objetivo do spread não é proporcionar ganho ao Tesouro, mas sim dar estabilidade ao programa. Se não houvesse o spread, ou se ele fosse muito baixo, haveria mais interrupções. Ou, caso não houvesse as interrupções necessárias, o preço dos títulos no mercado secundário poderia se alterar de maneira desfavorável e gerar prejuízo ao Tesouro. Em suma, o mecanismo de spread protege os investidores e o próprio Tesouro. Na prática, caso haja uma situação de ganho para o Tesouro, a diferença entre os preços de compra e venda se traduz em redução da dívida pública.

O Tesouro Nacional, de todo modo, está atento a essa questão e avalia permanentemente as condições para reduzir o spread."

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Entrevista

Criador da CVM diz que mercado brasileiro não precisa de mais regulação

Para Roberto Teixeira da Costa, momento é de libertar a capacidade criativa das pessoas; em entrevista ao Seu Dinheiro, ele fala sobre mercado de capitais, economia brasileira e a figura do analista de investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements