Menu
2019-07-05T07:22:32+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
a bula do mercado

Otimismo com reforma da Previdência ganha mais força

Expectativa agora é sobre o plenário da Câmara dos Deputados, após comissão especial da Casa aprovar texto-base do projeto nesta quinta-feira, 4

5 de julho de 2019
6:44 - atualizado às 7:22
selo bula do mercado
Imagem: Seu Dinheiro

Os deputados favoráveis à reforma da Previdência deram mais um passo em sua corrida contra o relógio para aprovar a medida antes do recesso parlamentar, previsto para começar em 18 de julho. Em sessão iniciada na manhã de ontem e concluída somente na madrugada de hoje, a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou o parecer do relator, Samuel Moreira (PSDB/SP), e analisou dezenas de destaques para votação em separado.

Entre as decisões de maior repercussão na votação dos destaques na comissão especial, os membros da comissão rejeitaram a possibilidade de afrouxar as regras de aposentadoria para professores, policiais e bombeiros. Ao mesmo tempo, re-instituíram a isenção de contribuição a exportadores rurais. Seja como for, nada disso é definitivo, já que novos destaques sobre estes e outros temas poderão ser reapresentados quando a reforma chegar ao plenário.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), manifestou a intenção de iniciar o debate já na terça-feira da próxima semana. Ele assegura já dispor de votos mais que suficientes para aprovar a reforma em plenário.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Com a velocidade que os deputados favoráveis à reforma vêm passando o rolo compressor para vê-la aprovada, mesmo com o calendário apertado, é realista esperar que a medida passe em dois turnos antes do recesso.

Ibovespa em busca de novos recordes

E se ontem o Ibovespa tanto bateu sua máxima intraday quanto fechou no nível mais elevado de sua história, no que depender do otimismo em relação à reforma da Previdência, é provável que esse recorde se renove mais de uma vez no decorrer dos próximos dias, com um ou outro recuo pontual para eventual realização de lucro.

O dólar, por sua vez, tende a seguir em queda em relação ao real. Ontem, apesar de ter passado a sessão quase inteira abaixo dos R$ 3,80, a moeda norte-americana fechou ligeiramente acima deste nível. Mas o avanço da reforma na Câmara tende a apreciar o real nos próximos dias e semanas.

Da mesma forma, as taxas dos contratos futuros de juros tendem a se manter em queda, uma vez que a aprovação da reforma da Previdência é citada pelo próprio Banco Central como uma condição para o início de um novo ciclo de cortes na taxa Selic, atualmente em 6,50% ao ano - o nível mais baixo da história.

Afrouxamento monetário à vista

A pressão pela queda da Selic faz parte de um cenário mais amplo, uma vez que os principais bancos centrais do mundo têm sinalizado a iminência de um afrouxamento monetário em escala global diante da desaceleração econômica mundial.

Hoje, os investidores devem ficar atentos para a divulgação de novos dados sobre a situação do mercado de trabalho nos Estados Unidos, o chamado payroll. As principais bolsas de valores asiáticas fecharam com leves oscilações à espera do payroll, enquanto os mercados acionários europeus abriram no vermelho e os índices futuros de Nova York sinalizam ligeira queda.

A expectativa dos analistas é de abertura de 169 mil postos de trabalho em junho, com a taxa de desemprego norte-americana permanecendo em 3,6%, o menor nível desde 1969. O último relatório, referente ao mês de maio, mostrou a geração de apenas 75 mil vagas, estimulando especulações sobre cortes de juros pelo Federal Reserve Bank.

A reação, no entanto, tende a ser limitada, uma vez que Wall Street reabrirá hoje depois da parada para o feriado de Dia da Independência nos EUA, mas funcionará apenas em meio expediente, o que deve drenar a liquidez nos mercados financeiros locais na parte da tarde.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Novidades à vista

Bolsonaro anuncia a aliados saída do PSL e que trabalhará para criar novo partido

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) disse esperar que Bolsonaro presida o novo partido. Segundo ela, a primeira convenção da sigla será realizada em 21 de novembro. Ainda de acordo com ela, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) sairá de imediato do partido.

Seu Dinheiro na sua noite

Um buraco na estrada do céu

Uma súbita perda de altitude, seguida por uma forte turbulência, me pegou durante um voo com a família para a Europa, em 2015. Eu já havia passado por instabilidades do tipo antes, mas essa foi a primeira sem o aviso prévio do piloto. Éramos 20 pessoas entre adultos e crianças que partiam para celebrar as […]

Depois do fracasso

Área não arrematada no leilão de petróleo e gás deverá ser apreciada pelo PPI

De acordo com o governo, os parâmetros de bônus de assinatura e de lucro-óleo deverão ser revistos para baixo

Novidades

Fundação de Bill Gates e esposa estão de olho em projeto que cria metal que flutua

A iniciativa da Universidade de Rochester envolve o desenvolvimento de uma estrutura que pode ser utilizada para construir navios ou cidades flutuantes. As informações são da Business Insider

Relação mais que abalada

Trump volta a atacar Fed e diz que BC americano coloca EUA em desvantagem competitiva

Trump voltou a dizer que o Fed, que reduziu a taxa dos Fed funds três vezes neste ano, foi “muito lento” ao cortar juros

Tema mais do que esperado

CAE do Senado aprova projeto de autonomia do Banco Central

Relatório, do senador Telmário Mota (PROS-RR), confere a chamada autonomia formal ao BC, para execução de suas atividades

Comércio

Trump: Acordo com China está próximo, mas só aceitamos se for bom para os EUA

Presidente Donald Trump disse que não culpa a China pelas trapaças no comércio internacional, mas sim seus antecessores que não fizeram nada

Já que não vale PEC...

Alcolumbre levanta possibilidade de Assembleia Constituinte para discutir prisão em 2ª instância

Parlamentares pressionam o presidente do Senado a pautar uma Proposta de Emenda à Constituição autorizando a prisão após segundo julgamento

caso na justiça

Santander ganha causa no TST contra analista demitida por texto contrário a Dilma

Em junho de 2014, a funcionária do banco foi responsável por um documento divulgado a um grupo de clientes que afirmava que a reeleição da então presidente seria negativa para os mercados

Projeção do Fausto

Se passar dos R$ 4,20, dólar pode ir a R$ 5

Neste vídeo, o analista gráfico faz projeções para Ibovespa, S&P 500, dólar, ouro e petróleo, além de falar de 16 ações para ficar de olho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements