Menu
2019-07-04T06:37:29+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
a bula do mercado

Comissão especial vota hoje parecer da reforma da Previdência

Calendário para aprovação em plenário é cada vez mais apertado

4 de julho de 2019
6:32 - atualizado às 6:37
selo bula do mercado
Imagem: Seu Dinheiro

Depois de mais de seis horas de discussões e manobras regimentais da oposição na tentativa de adiar ao máximo o avanço da reforma da Previdência, os deputados favoráveis à medida conseguiram limpar a pauta para que o parecer do relator do projeto de lei na comissão especial da Câmara dos Deputados, Samuel Moreira (PSDB/SP), seja votado na manhã de hoje em Brasília.

O relator fez ontem a leitura de uma terceira versão de seu parecer, favorável à maior parte das mudanças nas regras de aposentadoria, assim como os dois anteriores. A sessão avançou pela noite e entrou pela madrugada desta quinta-feira. Passava da 1h quando a sessão da comissão foi encerrada.

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro empenhava-se pessoalmente em uma tentativa frustrada de obter concessões a policiais federais na reforma, os deputados de oposição recorreram à falta de tempo para ler os detalhes do novo parecer para justificar as manobras protelatórias, mas também não obtiveram sucesso.

Início da votação está previsto para as 9h

Com isso, a votação do parecer foi marcada para hoje, em sessão prevista para se iniciar às 9h. Anteontem, o presidente da comissão especial, Marcelo Ramos (PL/AM), afirmou que haveria um empenho dos deputados favoráveis à reforma para que o parecer fosse votado ainda ontem. Hoje, os deputados votarão primeiro o texto-base da proposta. A seguir, entrarão na pauta os destaques para votação em separado.

No momento, considera-se improvável que a oposição consiga obstruir a tramitação da reforma ao ponto de o projeto de lei não chegar ao plenário da Câmara antes do recesso. A data-limite é 18 de julho. A dúvida, no momento, é se haverá tempo hábil para que a reforma da Previdência seja aprovada em dois turnos antes do intervalo nas atividades parlamentares.

Dúvidas à parte, a expectativa é de que a reforma da Previdência seja o tema predominante nas decisões dos investidores nesta quinta-feira, umas vez que os mercados financeiros norte-americanos seguirão fechados devido ao feriado de Dia da Independência dos Estados Unidos.

Ibovespa tende a buscar novos recordes de máxima

Sem Wall Street no radar depois de um dia de novos recordes de alta, os mercados de ações asiáticos encerraram a sessão de hoje sem direção única. Na Europa, as principais bolsas de valores iniciaram os negócios buscando o território positivo.

Por aqui, caso o cenário de avanço da reforma se confirme, a expectativa é de que o Ibovespa renove suas máximas históricas e busque novos recordes, mesmo diante de uma liquidez menor por causa do feriado nos EUA.

Da mesma maneira, o dólar deve seguir testando o nível dos R$ 3,80, enquanto as taxas dos contratos futuros de juros tendem a manter a queda. Lembrando que o ciclo de cortes na taxa Selic desejado pelos agentes do mercado financeiro tem sido atrelado pelo Banco Central ao andamento das reformas, em especial a da Previdência.

Não é demais lembrar que o calendário para o avanço da reforma da Previdência é bastante apertado. Em um dia no qual não há indicadores econômicos relevantes previstos e a liquidez tende a ser baixa, qualquer desvio deste cenário tem o potencial de levar os investidores da euforia à cautela.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Startup no banco dos réus

STJ vai decidir se condomínios podem proibir aluguéis por aplicativos como Airbnb

Tribunal julga recurso para anular uma decisão que proibiu um casal de Porto Alegre de alugar um apartamento por meio do aplicativo Airbnb

Santiago em chamas

Chile põe Exército nas ruas após protestos que deixaram três mortos

Manifestantes saíram às ruas contra o aumento de preço do metrô de Santiago, que passaria do equivalente a US$ 1,12 para US$ 1,16. Ontem, o governo anunciou a suspensão do reajuste

Seu dinheiro no domingo

Bancão X Fintech, um duelo que vi ao vivo

Você pode apostar comprando ou vendendo ações dos bancos e fintechs na bolsa. A batalha está longe de acabar, mas já temos o ganhador, o cliente

Varejo

Compras pela internet devem crescer 18% na Black Friday deste ano

Expectativa para a Black Friday de 2019 no e-commerce é de faturamento acima de R$ 3 bilhões. O dia de promoções no varejo neste ano será em 29 de novembro

Disputa política

Eduardo Bolsonaro publica vídeo com campanhas do PSL que citam presidente

No vídeo, protagonistas da nova crise, como os deputados Delegado Waldir (PSL-GO) e Joice Hasselmann (PSL-SP), pedem votos para si próprios mencionando Bolsonaro

Débito e crédito

Luiz Frias: o empresário da mídia que virou bilionário com as maquininhas

Conheça o herdeiro da Folha de S.Paulo e entusiasta da internet que revolucionou mercado de meios de pagamentos no Brasil com a PagSeguro

Ações para uma vida

Conheça os 5 maiores investimentos da carteira do bilionário Warren Buffett

Em junho deste ano, a holding de Warren Buffett detinha na carteira ações de 47 companhias. Mas cinco delas representavam 69% do total em valor de mercado. Confira quais são as queridinhas do “oráculo de Omaha”

QUER GANHAR DINHEIRO?

5 estratégias para lucrar na bolsa olhando apenas os gráficos

Quem souber interpretar esses movimentos pode ter insights valiosos sobre a tendência de preços.

Impasse sem fim

Hoje não? Hoje sim. Parlamento britânico volta a adiar votação sobre acordo do Brexit

Foi um duro golpe para primeiro-ministro Boris Johnson, que poderá se ver obrigado a pedir à União Europeia o adiamento da saída do Reino Unido

Sócios na bolsa

Banco do Brasil atrai mais de R$ 7 bilhões em recursos de pessoas físicas em oferta de ações

Uma parcela de 30% da emissão do Banco do Brasil foi destinada ao varejo, embora a demanda fosse suficiente para cobrir o total da oferta, de R$ 5,8 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements