🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
O BRILHO DA ‘JOIA ESQUECIDA’

Vem IPO no conglomerado da Cosan (CSAN3): Moove entra com pedido para abrir capital nos EUA

A distribuidora de lubrificantes automotivos e industriais confirmou as expectativas do mercado e apresentou confidencialmente uma proposta de IPO à SEC

Camille Lima
Camille Lima
10 de julho de 2024
12:23 - atualizado às 12:24
Cosan
Imagem: Shutterstock

Uma das “joias esquecidas” do conglomerado Cosan (CSAN3) conquistou os holofotes na manhã desta quarta-feira (10): a Moove entrou com pedido de IPO (oferta pública de ações, em português) nos Estados Unidos.

A distribuidora de lubrificantes automotivos e industriais confirmou as expectativas do mercado e apresentou confidencialmente uma proposta de abertura de capital à SEC, a xerife do mercado de capitais norte-americano.

De acordo com fato relevante enviado à CVM, a expectativa é que o IPO aconteça após a conclusão da revisão pela SEC, mas a operação está sujeita a condições de mercado.

Até onde se sabe, a oferta será composta por ações ordinárias, que garantem direito a voto em assembleias. Entretanto, a quantidade de papéis a serem vendidos e a faixa de preço da transação ainda não foram definidas. 

Segundo a Bloomberg, a oferta poderia movimentar cerca de R$ 13 bilhões, levando em conta um múltiplo de 10 vezes a relação valor de firma sobre Ebitda (EV/Ebitda).

Na visão da Empiricus Research, o IPO da Moove é um “importante gatilho” para destravar valor para a Cosan (CSAN3), que é dona de 70% da produtora de lubrificantes.

No fim de junho, a analista Larissa Quaresma avaliava um desconto de cerca de 30% para a ação holding de Rubens Ometto — e a oferta de ações da subsidiária nos EUA poderia impulsionar o fechamento desse desconto.

Além do IPO da Moove

Além do IPO da Moove, outra oferta de ações estaria no radar do empresário Rubens Ometto: o da Compass, que reúne os ativos de gás da Cosan.

Conforme reportado pelo Globo, Ometto conversa com potenciais sócios estratégicos para uma alternativa a um IPO da Compass, mas o negócio só acontecerá se o valor atribuído à empresa cumprir com as expectativas — que passariam da casa de R$ 30 bilhões. 

Essa não seria a primeira vez que a possibilidade de a Cosan (CSAN3) abrir o capital de mais empresas sob o seu guarda-chuva vira notícia, aliás.

Em 2020, a Compass chegou a pedir registro para um IPO, mas a Cosan desistiu da operação por acreditar que o valor da ação não seria precificado em um nível adequado devido à “deterioração das condições de mercado”. A expectativa era que o negócio movimentasse cerca de R$ 4 bilhões na bolsa brasileira.

Já em setembro do ano passado, quando questionado durante o Cosan Day sobre a possibilidade de novos IPOs de suas subsidiárias, o vice-presidente de estratégia da companhia, Marcelo Martins, deixou a porta aberta para novas operações a partir de 2024.

“Vamos fazer o IPO da Moove em momento adequado, temos sócio que tem desejo de ter mais liquidez também [o fundo CVC Partners, que detém os outros 30% na companhia]. Já na Compass, acreditamos que não é o timing de fazer o IPO, não há necessidade de acessar o mercado de equity esse ano. No ano que vem é outra história”, disse, em 2023.

Na época, o executivo da Cosan afirmou que a companhia sempre olhava as oportunidades para aproveitar janelas para IPOs, que vinham sendo escassas, mas que as empresas estavam com boa situação financeira e nível de endividamento baixo.

O CEO da Compass, Nelson Gomes, também destacou durante o evento que a empresa tinha muito a crescer e aproveitar o crescimento da demanda de gás com os ativos que já possuía. 

*Com informações de Broadcast e O Globo.

Compartilhe

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

CÉU DE BRIGADEIRO

Embraer (EMBR3) lidera ganhos do Ibovespa após anunciar mais um recorde na carteira de pedidos do 2T24. O que esperar da ação?

19 de julho de 2024 - 10:01

A fabricante brasileira de aeronaves entregou 47 jatos entre abril e junho de 2024, um aumento de 88% em relação ao trimestre imediatamente anterior

SAIU!

Privatização da Sabesp (SBSP3): a maior oferta de saneamento da história movimenta R$ 14,8 bilhões; confira os detalhes da operação

19 de julho de 2024 - 6:14

A demanda total do mercado pelas ações da Sabesp chegou a R$ 187 bilhões — 53% foram ordens de investidores estrangeiros e o restante de gestoras locais

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar