🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
ATRAVESSOU O ENREDO

Goldman eleva recomendação para 3R Petroleum (RRRP3) e fusão com Enauta (ENAT3) é só um dos motivos

O que mais chamou a atenção dos analistas é a melhora da relação entre o risco e o retorno da empresa, em um cenário de alta do petróleo e depreciação do real frente ao dólar

Renan Sousa
Renan Sousa
18 de abril de 2024
12:02 - atualizado às 11:49
3R Petroleum RRRP3
3R Petroleum - Imagem: Divulgação

A 3R Petroleum (RRRP3) está pronta para subir no altar com a Enauta (ENAT3), formalizando uma bela união entre empresas jovens e produtoras de petróleo, as chamadas junior oils. Como presente de casamento, o Goldman Sachs resolveu elevar a recomendação para os papéis da primeira companhia, que manterá o nome após a fusão.

Em si, a união nada tem a ver com o relatório publicado nesta quinta-feira (18) — o Goldman explica que não cobre Enauta —, mas os analistas dão pistas de que esse pode ser um bom motivo. 

Isso porque o banco de investimentos vê como positiva a disposição da empresa para criar valor para o acionista por meio das fusões e aquisições, o que daria escalabilidade aos negócios.

O que mais chamou a atenção dos analistas é a melhora da relação entre o risco e o retorno da empresa, em um cenário de valorização do preço do petróleo e depreciação do real frente ao dólar

Por volta das 11h, as ações RRRP3 avançavam 1,00%, cotadas a R$ 33,43. Nos últimos 12 meses, os papéis registram uma valorização da ordem de 22%. Acompanhe a nossa cobertura ao vivo de mercados.

3R Petroleum (RRRP3): o que salta aos olhos

Olhando mais a fundo, o cenário que favorece a 3R é a recente valorização dos preços do petróleo e a desvalorização do real frente ao dólar. 

Quanto ao primeiro ponto, o barril do Brent, utilizado como referência internacional e pela própria Petrobras (PETR4), avança aproximadamente 11% em 2024.

O aumento das tensões internacionais envolvendo grandes produtores de petróleo — como o conflito entre Irã e Israel ou entre Ucrânia e Rússia — tendem a valorizar a commodity.

Mesmo com essas perspectivas em vista, o Goldman Sachs enxerga que, no curto prazo, o preço do petróleo não tem maiores motivos para superar as estimativas mais pessimistas do banco, de US$ 90 por barril. 

Ainda assim, “continuamos vendo benefícios de hedge no investimento da commodity contra choques geopolíticos negativos”, destacam os analistas. 

Dólar > Real

Outro ponto importante é a valorização do dólar frente ao real. Isso porque a receita da empresa está atrelada à moeda norte-americana — contudo, parte dos custos são em moeda local.

Só na última semana, o dólar subiu 4,13% em relação ao real, enquanto o acumulado do ano é de avanço de 7,95%, segundo o Trading View. 

O avanço recente se deve às preocupações envolvendo o futuro dos juros nos Estados Unidos.

O próprio Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos EUA), que não costuma dar sinais claros sobre o direcionamento da política monetária do país, fez as bolsas tremerem com suas declarações recentes

O que pode jogar água fria nos negócios da 3R?

Por fim, o banco ainda destaca que o valuation da empresa permanece relativamente desinteressante, ao menos na perspectiva do fluxo de caixa livre (FCF, na sigla em inglês) para o fim de 2024. 

Em comparação com PetroRio (PRIO3) e Petrobras, que tem um FCF de 20% em média, a 3R ainda não conseguiu elevar o fluxo de caixa para os dois dígitos. 

“No entanto”, ponderam os analistas, “reconhecemos que a ação pode não ser negociada puramente com base em fundamentos no curto prazo”.

Compartilhe

MAIS DINHEIRO NO BOLSO

Nvidia anuncia alta de 150% nos dividendos e desdobramento de ações após trimestre com recorde de receita e salto no lucro

22 de maio de 2024 - 18:13

Os proventos passarão de US$ 0,04 por ação para R$ 0,10 por papel ordinário. Mas, como a companhia fará um desdobramento de ações, esse valor ainda será ajustado

GIGANTE DA IA

Lucro da Nvidia salta mais de 600%, receita bate recorde e ações disparam; confira os destaques do balanço da empresa

22 de maio de 2024 - 17:36

A gigante da Inteligência Artificial conseguiu ultrapassar as projeções já elevadas dos analistas e entregou números acima do previsto

DEDO GORDO

Citigroup é multado em mais de R$ 400 milhões — e tudo por causa do potencial erro de digitação de um trader de ações 

22 de maio de 2024 - 15:27

Os reguladores do Reino Unido aplicaram uma multa combinada de 62 milhões de libras por falhas nos sistemas de negociação em maio de 2022

PRETENDENTE INSISTENTE

BHP eleva oferta de megafusão com a Anglo American para quase US$ 50 bilhões — mas proposta é rejeitada de novo

22 de maio de 2024 - 14:39

Menos de duas semanas após a segunda tentativa, a BHP aumentou a proposta de aquisição em cerca de 17%, para US$ 49,87 bilhões

NOVOS TERMOS

Petrobras (PETR4) recebe sinal verde do Cade para cancelar vendas e manter cinco refinarias no portfólio

22 de maio de 2024 - 14:16

O acordo põe fim a obrigação de alienação de oito refinarias — incluindo três unidades já vendidas — que havia sido acertada entre o Cade e a Petrobras durante a gestão de Jair Bolsonaro

FABRICANTE DE CHIPS

É hoje! Veja o que analistas esperam do balanço da Nvidia: crescimento da gigante da Inteligência Artificial perdeu vapor?

22 de maio de 2024 - 11:02

Dados consensuais da Bloomberg apontam para uma expectativa de crescimento de 400% do lucros em comparação ao trimestre imediatamente anterior

O boi Subiu no telhado?

Sinal vermelho para a Minerva (BEEF3): autoridade uruguaia barra compra de plantas de abate da Marfrig (MRFG3) no país

21 de maio de 2024 - 18:38

O negócio faz parte de uma transação de R$ 7,5 bilhões anunciada em agosto do ano passado; Minerva deve recorrer da decisão

LUCHA LIBRE DAS FINTECHS

Como o Mercado Livre (MELI34) pretende enfrentar o Nubank em disputa pelo mercado do México

21 de maio de 2024 - 17:26

O Mercado Pago está em busca de uma licença bancária para se estabelecer como “o maior banco digital do México”, em uma briga direta com o Nu

FICOU BARATA?

Ação da Suzano não para de cair na B3 — e esse bancão vê dois futuros possíveis para SUZB3. É hora de abocanhar os papéis?

21 de maio de 2024 - 12:28

O BTG Pactual acredita que a intensa desvalorização recente abriu uma oportunidade de se tornar sócio da companhia a preços muito baixos — mas há riscos no radar

NADANDO COM TUBARÕES

Adeus, Shark Tank? Justiça acata recuperação judicial da Polishop, de João Appolinário

21 de maio de 2024 - 12:16

Em meio a cobranças e ações de despejo, recuperação judicial protege a Polishop de seus credores por 180 dias

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar