🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
PARCERIA COM ALEMÃ

Forte demanda por jatos militares leva Embraer (EMBR3) a planejar novo centro de treinamento na Europa

A companhia anunciou nesta nesta quinta-feira (06) que avalia opções para expansão da rede de treinamento em solo europeu junto com a empresa alemã Rheinmetall

Camille Lima
Camille Lima
6 de junho de 2024
12:45 - atualizado às 12:11
Embraer e a Rheinmetall avaliam novo Centro de Treinamento do C-390 na Europa
Embraer e a Rheinmetall avaliam novo Centro de Treinamento do C-390 na Europa - Imagem: Divulgação

Depois de conquistar uma extensa lista de clientes para seus aviões de defesa, a Embraer (EMBR3) decidiu que é hora de aumentar a rede de treinamento com foco nas aeronaves de transporte militar C-390 — desta vez, na Europa.

A companhia anunciou nesta nesta quinta-feira (06) que avalia opções para expansão da rede em solo europeu junto com a empresa automobilística alemã Rheinmetall.

A avaliação pode levar ao desenvolvimento de uma solução de treinamento dedicada para a região, informa a Embraer.

“Com o sucesso contínuo do C-390 em toda a Europa, este é o momento certo para iniciar o planejamento de um centro de treinamento europeu para o C-390, com instalações completas para capacitar a tripulação aérea e a operação de carga da aeronave”, afirmou o diretor executivo de dados (CDO) da Rheinmetall, Timo Haas.

  • As melhores recomendações da Empiricus na palma da sua mão: casa de análise liberou mais de 100 relatórios gratuitos; acesse aqui 

Vem novos centros de treinamento da Embraer (EMBR3)?

Atualmente, a fabricante aeronáutica brasileira possui um centro de treinamento para os jatos militares no Brasil, localizado no estado de São Paulo.

O centro já recebeu as tripulações das Forças Aéreas Brasileira, Portuguesa e Húngara para capacitação inicial para uso dos aviões.

Com o novo acordo com a alemã, a Embraer agora estuda formas de aumentar a proximidade não só com os clientes atuais, como também com os futuros da aeronave. O objetivo é facilitar o treinamento de pilotos, mecânicos e outros membros da tripulação.

“Nosso objetivo é preparar os pilotos do C-390 para cenários variados e complexos. A criação de condições para um treinamento rigoroso e contínuo aprimorará as habilidades táticas e capacidades de tomada de decisão dos pilotos, que são cruciais para a operação de aeronaves avançadas e para a resposta em ambientes de ameaças dinâmicas", disse José Gustavo, vice-presidente de vendas da Embraer Defesa & Segurança para a Europa e África.

Os jatos militares C-390

A Embraer (EMBR3) já firmou negócio com sete países para a aquisição dos jatos militares. 

Até o momento, o Brasil, Coreia do Sul, Portugal, Hungria, Holanda, Áustria e a República Tcheca fecharam a aquisição da aeronave para operações de defesa.

Relembrando, o C-390 é a aeronave de transporte tático militar mais moderna da Embraer. Ela consegue transportar 26 toneladas de carga — acima do patamar de outras aeronaves militares de carga de médio porte, além de voar mais rápido e mais longe que jatos rivais.

Além disso, o C-390 requer menos manutenção quando comparado a outras aeronaves, resultando em maior disponibilidade e custos mais baixos ao longo de seu ciclo de operações.

Como parte do contrato com a Embraer, a Força Aérea Portuguesa adquiriu um Simulador Completo de Voo e Missão (FFMS) do C-390, que será instalado na base aérea portuguesa de Beja. 

Além de Portugal, a Força Aérea Real da Holanda também planeja ter o próprio simulador no país, segundo a companhia. 

“O resultado das discussões entre a Embraer e a Rheinmetall poderá aprimorar a rede regional e promover outros futuros FFMS nacionais do C-390 em todo o mundo”, afirmou a Embraer, em nota.

Compartilhe

NOVO NEGÓCIO

Braskem (BRKM5) vende controle da Cetrel para GRI de olho no setor de resíduos industriais

13 de junho de 2024 - 19:47

Petroquímica passa a deter 49,9% da empresa de gestão de resíduos

Socorro governamental

Com medida provisória, governo tenta salvar a combalida Amazonas Energia

13 de junho de 2024 - 18:53

Ministério de Minas e Energia avalia que a saúde econômico-financeira da companhia está deteriorada

RECOMENDAÇÃO

Goldman Sachs: Após 1º trimestre fraco, desafio da Arezzo&Co (ARZZ3) é crescer em meio à fusão com o Grupo Soma; é hora de comprar a ação?

13 de junho de 2024 - 15:00

Queda de 22% nas ações da varejista de calçados no ano levantou preocupações dos investidores sobre a criação da nova holding

VÃO DIZER SIM?

Elon Musk afirma que conselho aprovou bônus de US$ 56 bilhões e ações da Tesla saltam na bolsa

13 de junho de 2024 - 12:24

O bônus multibilionário já havia sido aprovado em 2018, mas foi barrado pela Justiça de Delaware. A votação para a reavaliação do pacote salarial de Elon Musk ocorre nesta quinta-feira (13)

Aquisições

Allos desiste de comprar parte do Shopping Rio Sul; mas avisa que ainda está de olho no negócio

13 de junho de 2024 - 10:33

Companhia informou que a Combrascan tem intenção de exercer seu direito de preferência na operação

MUDANÇAS EM FOCO

Americanas contrata ex-Casas Bahia e outros dois executivos; veja quem é o trio que vai compor a equipe da varejista — AMER3 dispara 22% na B3

13 de junho de 2024 - 10:06

Ex-diretor de soluções financeiras da Casas Bahia, Tiago Abate entrará como vice-presidente de clientes e parceiros da companhia

MEIOS DE PAGAMENTO

Cielo se prepara para sair da bolsa e uma dupla de empresas de maquininhas pode surfar essa onda, mas o Santander tem uma favorita

12 de junho de 2024 - 17:33

Os analistas avaliam que existe uma boa janela de curto prazo para a Stone e a PagSeguro em meio à queda das ações e à OPA da Cielo; veja quem é a preferida

Rali das “meme stocks”

‘Efeito Roaring Kitty’ faz GameStop levantar mais de US$ 2 bilhões com venda de ações

12 de junho de 2024 - 16:04

Varejista de videogames vendeu 75 milhões de ações após volta de trader que inspirou o épico ‘short squeeze’ em 2021

Mercado acionário

Bank of America corta preço-alvo para ações de bancões brasileiros, mas mantém recomendação

12 de junho de 2024 - 15:10

Combinação de receitas diversificadas, funding, controle de custos e balanços fortes são os fatores positivos apontados pelos analistas

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos milionários: Grupo Mateus (GMAT3) vai pagar mais de R$ 134 milhões para acionistas; confira os prazos e como receber

12 de junho de 2024 - 12:50

O anúncio da distribuição do JCP ocorre em um momento positivo para a companhia, que vem contrariando a crise no varejo

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar