🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
ABASTECE AÍ

Itaú BBA diz que é hora de encher o tanque com Vibra e Ultrapar — saiba o potencial de alta de UGPA3 e VBBR3

Segundo o banco, a dinâmica da distribuição de combustíveis tem variado bastante ao longo dos anos, regida pelas políticas de preços da Petrobras e flutuações no mercado internacional — será que as duas empresas estão preparadas para o que vem por aí?

Carolina Gama
6 de fevereiro de 2023
15:59 - atualizado às 15:23
Vibra Energia (VBBR3) | Dividendos
Caminhão e tanques de armazenamento da Vibra Energia (VBBR3) - Imagem: Divulgação

O Itaú BBA retomou a cobertura de Ultrapar e Vibra com o tanque cheio: estabeleceu preço-alvo de R$ 28 para UGPA3 e de R$ 18 para VBBR3 — o que significa uma valorização de até 79% — com recomendação de compra para ambos os papéis. 

A resiliência dos principais negócios da Vibra e da Ultrapar em cenários de incerteza política e volatilidade do mercado internacional explica parte da visão otimista do banco com as duas empresas. 

Mas não é só isso. O Itaú BBA também acredita que os preços atuais das ações não refletem as perspectivas de crescimento dos segmentos de energia renovável das duas empresas. 

As vantagens de Ultrapar e Vibra

A dinâmica do jogo brasileiro de distribuição de combustíveis tem variado bastante ao longo dos anos, regida pelas políticas de preços e abastecimento da Petrobras, graus variados de concorrência, mudanças na estrutura tributária, flutuações nos preços internacionais e risco de desabastecimento. 

O passado recente, no entanto, viu toda uma nova dinâmica no setor, obrigando as empresas a se adaptarem rapidamente para capturar oportunidades e se manterem competitivas. 

Segundo o Itaú BBA, tanto Ultrapar como Vibra conseguiram se ajustar com sucesso ao novo cenário, expandindo as margens. 

“A presença geográfica do portfólio de ativos de cada player forneceu a eles vantagens competitivas cruciais ao longo dos anos”, diz o banco em relatório. 

Ultrapar, a busca pelo foco

O grupo começou em 1937 com a fundação da Ultragaz, pioneira na utilização do GLP como gás de cozinha no Brasil, e hoje se posiciona nos segmentos de distribuição e infraestrutura de combustíveis por meio da Ipiranga e da Ultracargo. 

O IPO da Ultrapar ocorreu em 1999, com listagens tanto na então Bovespa quanto na Bolsa de Valores de Nova York. Recentemente, a empresa optou por revisar seu portfólio para focar mais nos setores de energia e infraestrutura, vendendo outros negócios (Extrafarma e Oxiteno) e investindo em oportunidades de crescimento.

Na retomada da cobertura de Ultrapar, o Itaú BBA estabeleceu o preço-alvo de R$ 28 por ação, o que representa um potencial de valorização de 79% com relação ao fechamento de sexta-feira (03).

O banco vê UGPA3 negociando a múltiplos atraentes, a exemplo de 4,7 vezes o valor da firma sobre o ebitda (EV/Ebitda) para 2023.

  • 11 ações para buscar lucros neste ano: conheça a lista de empresas consideradas as melhores ‘apostas’ para 2023, segundo especialistas do mercado ouvidos pelo Seu Dinheiro. ACESSE AQUI

Vibra, uma plataforma multienergia

A Vibra foi fundada como subsidiária da Petrobras há mais de 50 anos. O IPO da Vibra, que foi realizado sob o nome de BR Distribuidora, ocorreu no final de 2017; a empresa ingressou no Novo Mercado da B3 ainda com a Petrobras como controladora. 

Em 2019, a Vibra foi privatizada por meio de uma oferta secundária, deixando a Petrobras com uma participação abaixo de 50%. Em 2021, a participação remanescente da Petrobras na Vibra foi vendida ao mercado e a Vibra se tornou uma verdadeira corporação. 

A empresa ampliou seu portfólio ao longo dos últimos anos por meio de aquisições e parcerias para oferecer a seus clientes finais acesso a uma plataforma multienergia baseada em fontes renováveis que podem se complementar ou ser uma alternativa aos combustíveis fósseis tradicionais.

Na retomada da cobertura de Vibra, o Itaú BBA estabeleceu o preço-alvo de R$ 18 por ação, o que representa um potencial de valorização de 46% com relação ao fechamento de sexta-feira (03).

O banco vê VBBR3 negociando a múltiplos atraentes, a exemplo de 5,5 vezes EV/Ebitda para 2023.

O jogo vai mudar: Ultrapar e Vibra estão preparadas? 

O Itaú BBA acredita que o cenário do mercado de combustíveis está prestes a mudar. 

Ainda que a eliminação de combustíveis fósseis esteja atrasada, o banco diz que a transição para fontes de energia mais limpas e um futuro de baixo carbono está em andamento e deve ser impulsionada pela demanda. 

Segundo o Itaú BBA, as necessidades energéticas dos clientes e as ambições líquidas zero provavelmente levarão o lado da oferta a assumir o desafio de integrar petróleo, gás e energias renováveis em um novo ecossistema de energia que oferece as melhores soluções energéticas para os clientes finais, para abastecer casas, carros e negócios. 

“Acreditamos que os distribuidores de combustível têm potencial para desempenhar um papel central neste jogo, usando seu alcance geográfico, relacionamentos de longo prazo com clientes e marcas para oferecer soluções completas e multienergéticas”, diz o Itaú BBA.

Compartilhe

AGORA VAI?

Sabesp (SBSP3): Câmara de São Paulo retoma debate da privatização, mas vereador contrário à proposta defende plebiscito

23 de abril de 2024 - 19:47

O projeto de lei que possibilita a privatização foi aprovado em primeira votação no dia 17 deste mês, mas não há data prevista para a segunda votação, que será definitiva

CONFORME O COMBINADO

Acionistas da Cielo (CIEL3) rejeitam novo laudo de avaliação em oferta de Bradesco e Banco do Brasil para fechar o capital da empresa

23 de abril de 2024 - 19:26

A rejeição ocorre após um acordo entre parte dos minoritários e os bancos que elevou para R$ 5,60 o preço por ação na OPA, uma alta 4,67% ante a oferta original

A MÁGICA DO BILIONÁRIO

Elon Musk é um encantador de investidores? Por que a Tesla tem o menor resultado em três anos e as ações TSLA sobem forte em Nova York

23 de abril de 2024 - 18:55

A fabricante de carros elétricos anunciou lucro e receita piores do que o esperado no primeiro trimestre de 2024 e viu seus papéis avançaram quase 10% no after market; entenda o que animou os investidores

OPERAÇÃO APROVADA

Weg (WEGE3) recebe sinal verde dos investidores para aumentar o capital em R$ 1 bilhão

23 de abril de 2024 - 18:29

A operação será feita por meio da incorporação de parte do saldo de reserva e retenção de lucros para investimentos da empresa

SOBRETAXA NA SIDERURGIA

Novo imposto do aço: Governo aumenta taxa para importação em meio a apelo das siderúrgicas. Vem impacto na inflação?

23 de abril de 2024 - 17:45

A alíquota subirá para 25% quando as cotas estabelecidas pelo governo forem ultrapassadas; veja os produtos que podem ser sobretaxados

DE OLHO NAS REDES

Novo Ozempic? “Cópia” da caneta emagrecedora será distribuída no Brasil por small cap que já disparou 225% — Ambev sofrerá? 

23 de abril de 2024 - 15:55

As ações desta small cap brasileira chegaram a disparar mais de 70% com a notícia: um medicamento similar ao Ozempic será distribuído no Brasil. Em seis meses, a alta já ultrapassa os 225% na bolsa.  “O remédio é um dos maiores temas do mercado de uns tempos para cá — ao lado da inteligência artificial”, […]

REAÇÃO AO RESULTADO

Mais um trimestre para esquecer? Usiminas cai forte na B3 após balanço do 1T24. Saiba o que o CEO da siderúrgica disse sobre os resultados

23 de abril de 2024 - 13:59

“2024 começou com forte importação e competição desleal”, afirmou o CEO da Usiminas, Marcelo Chara, em teleconferência com analistas

A CALORIA QUE VALE A PENA

Vai um Assaí aí? Por que esse bancão resolveu mudar a recomendação das ações ASAI3 — papéis reagem e sobem na B3

23 de abril de 2024 - 12:45

O JP Morgan elevou a recomendação para as ações do Assaí, com preço-alvo de R$ 17,50 para dezembro de 2024 — os papéis chegaram a ocupar o terceiro lugar no pódio de altas do Ibovespa; saiba por que chegou a hora de comprar

FRUTOS DO MATRIMÔNIO

3R Petroleum (RRRP3) e Enauta (ENAT3): esse bancão diz o que esperar da fusão entre as petroleiras juniores da B3 — e qual ação comprar agora

22 de abril de 2024 - 18:44

Na projeção do banco, o casamento entre as junior oils pode ser concluído até o fim do 3T24 — e já conta o que os investidores devem esperar pela frente

TER OU NÃO TER

Lula liberou os dividendos extraordinários da Petrobras (PETR4) e pode vir mais por aí — chegou a hora de comprar as ações para aproveitar a oportunidade?

22 de abril de 2024 - 13:55

Cinco bancões revisitaram as indicações para os papéis da estatal depois do anúncio de sexta-feira (19); saiba o que fazer com os ativos agora

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar