🔴 HERANÇA EM VIDA? NOVO EPISÓDIO DE A DINHEIRISTA! VEJA AQUI

Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
DINHEIRO NO BOLSO

Auren Energia (AURE3), ex-Cesp, vai distribuir dividendo bilionário após resolver pendência da época do governo Dilma; veja como receber

A Auren Energia (AURE3) vai pagar um total de R$ 1,5 bilhão em dividendos nos próximos meses

Torres de transmissão de energia
Torres de transmissão de energia -

Se você é aquele tipo de investidor que está sempre caçando um bom dividendo, é bom prestar atenção à Auren Energia (AURE3), a antiga Cesp. Isso porque ela anunciou que vai pagar um total de R$ 1,5 bilhão em dividendos nos próximos meses.

Segundo o documento disponível na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o valor por ação será de R$ 1,50, pagos no dia 15 de maio deste ano.

Mas atenção: somente quem tiver papéis da Auren em 4 de maio poderá receber esse dividendo gordo. A partir do dia seguinte, 5 de maio, eles serão negociados ex-dividendos.

O acordo feito pela Auren Energia (AURE3)

O pagamento do dividendo bilionário pela Auren Energia (AURE3) acontece após a empresa anunciar um acordo para receber R$ 1,717 bilhão da União. O valor representa R$ 4,1 bilhões atualizados pela Selic, de acordo com o JP Morgan.

Para a companhia, resolver essa briga que já durava 10 anos foi uma conquista histórica, que permite o desenvolvimento futuro do negócio.

Esse já era o montante que o governo já estava disposto a indenizar a companhia desde 2014, quando Dilma Rousseff (PT) estava na presidência.

O acordo prevê que a União pague esse valor ao longo de 84 meses, a partir de outubro deste ano, em valores corrigidos pela taxa básica de juros.

  • O Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

O balanço trimestral

A Auren Energia (AURE3) também anunciou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2022.

Segundo o balanço, a companhia registrou um lucro líquido de R$ 2,45 bilhões no quarto trimestre, contra R$ 42,0 milhões vistos um ano antes. No consolidado de 2022, o lucro chegou a 2,67 bilhões, enquanto em 2021 a soma era de 420,3 milhões.

Os números foram impulsionados justamente pela indenização após o acordo que encerrou a briga.

Em relatório, a XP elogiou o balanço da Auren, dizendo que foram resultados operacionais sólidos, mas que houve uma frustração com o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, em inglês) — que somou R$ 520,8 milhões no último trimestre do ano, alta de 51,3%.

"Apesar do resultado poluído devido a itens não recorrentes, a empresa apresentou resultados operacionais sólidos refletindo um melhor cenário hidrológico e normalização das atividades no parque eólico Ventos do Araripe III", dizem os analistas.

A XP manteve a recomendação neutra para AURE3, com preço-alvo de R$ 17 por ação — potencial de valorização de 13,2%.

Compartilhe

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

ROYALTIES MUSICAIS

Fundo que detém direitos de músicas de Beyoncé e Shakira anuncia venda de US$ 1,4 bilhão a investidor

18 de abril de 2024 - 17:04

A negociação será feita com apoio da Apollo Capital Management, parceira da Concord, gigante de private equity dos EUA

COMPRAR OU VENDER

A bolsa está valendo menos? Por que esse bancão cortou o preço-alvo das ações da B3 (B3SA3) — e você deveria estar de olho nisso

18 de abril de 2024 - 16:47

O BTG Pactual ajustou o modelo para a operadora da bolsa brasileira e reduziu o preço-alvo dos papéis de R$ 16 para R$ 13,50; entenda as razões para a nova avaliação e saiba se é hora de ter os ativos em carteira

NOVO & CLÁSSICO

Fusca elétrico e chinês: GWM tem vitória sobre da Volkswagen, que acusa modelo de ser “cópia” do clássico alemão

18 de abril de 2024 - 15:21

Em novembro de 2021 a montadora registrou o desenho industrial de dois modelos junto ao INPI: o Ora Punk Cat e o Ora Ballet Cat; nove meses depois, o sonho virou pesadelo

ATRAVESSOU O ENREDO

Goldman eleva recomendação para 3R Petroleum (RRRP3) e fusão com Enauta (ENAT3) é só um dos motivos

18 de abril de 2024 - 12:02

O que mais chamou a atenção dos analistas é a melhora da relação entre o risco e o retorno da empresa, em um cenário de alta do petróleo e depreciação do real frente ao dólar

NOVOS INVESTIMENTOS

Petrobras (PETR4) anuncia parceria com empresa chinesa para projetos de energias renováveis e transição energética

18 de abril de 2024 - 11:17

Apesar do destaque para energias renováveis, parceria da Petrobras com a China National Chemical Energy Company também inclui acordos comerciais para exploração de petróleo

FABRICANTE DE CHIPS

Mesmo com lucro quase 10% maior, por que investidores penalizam as ações da “rival” da Nvidia, a TSMC?

18 de abril de 2024 - 10:29

Os lucros da TSMC são vistos como um indicador para a demanda global por chips, devido ao seu papel fundamental na indústria de fabricação e à importância de seus clientes

OFERTA DE AÇÕES

Sabesp (SBSP3): governo Tarcísio define modelo de privatização e autoriza aumento de capital de até R$ 22 bilhões; saiba como vai funcionar

18 de abril de 2024 - 10:21

Venda do controle da Sabesp ocorrerá via oferta de ações, com seleção de acionista de referência pelo mercado a partir das duas melhores propostas

O TAL DO MULTIFAMILY

Dona de 5 mil apartamentos, Brookfield aposta no mercado residencial para a renda e diz o que falta para o segmento decolar no Brasil

18 de abril de 2024 - 6:05

Demanda não falta, mas o vice-presidente sênior da gestora lista duas grandes dificuldades que o multifamily enfrenta no país

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar