🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-05-26T18:48:14-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ELEIÇÕES DE 2022

Distância entre Lula e Bolsonaro aumenta para 21 pontos na nova pesquisa Datafolha; confira as intenções de voto

Instituto destaca que o levantamento anterior, feito em 22 e 23 de março, tinha cenários distintos, excluindo pré-candidatos que deixaram a disputa e adicionando nomes que passaram a ser apresentados pelos partidos

26 de maio de 2022
18:48
Lula vs Bolsonaro na esgrima
Lula vs Bolsonaro na esgrima. - Imagem: Shutterstock / Alan Santos-PR / Montagem Brenda Silva

A vantagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) aumentou para 21 pontos na nova pesquisa Datafolha. Agora, o petista aparece com 48% das intenções de voto contra 27% do atual chefe do Planalto. 

No levantamento anterior, Bolsonaro tinha conquistado certo fôlego e alcançado 26%, enquanto Lula tinha 43% na ocasião, uma distância de 17 pontos entre eles. 

O instituto destaca, no entanto, que a pesquisa anterior, feita em 22 e 23 de março,  tinha cenários distintos, excluindo pré-candidatos que deixaram a disputa e adicionando nomes que passaram a ser apresentados pelos partidos.

As principais alterações foram as saídas do ex-juiz Sergio Moro — que migrou do Podemos para a União Brasil — e do ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que anunciou sua desistência na última segunda-feira (23) após ficar isolado em seu partido.

Grupo dos dez na pesquisa

A sondagem desta quinta-feira (26) mostrou ainda que Ciro Gomes (PDT), aparece em terceiro lugar, com 7% das intenções de voto. 

Outros postulantes atingiram no máximo 2%. Votos brancos ou nulos somam 7%, e 4% dos eleitores responderam não saber em quem votar.

Depois de Lula, Bolsonaro e Ciro, aparecem: André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) — a aposta do momento na chamada terceira via — com 2% das intenções de voto. 

Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU) têm 1%. Felipe d’Avila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP), Eymael (DC), Luciano Bivar (UB) e General Santos Cruz (Podemos) não pontuam.

A pesquisa foi feita com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 181 cidades de todo o país, nesta quarta-feira (25) e quinta-feira (26). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

NOITE CRIPTO

Na luta: bitcoin (BTC) opera em alta, mas performance não dá inveja; confira cotações

Apesar do avanço, o último mês foi o pior da história do bitcoin. A queda de 37,9% se consolidou como a mais terrível da história, desbancando maio de 2021, quando o recuo foi de 35,4%

PROBLEMAS FINANCEIROS

Tenda (TEND3) negocia com credores e consegue sinal verde para flexibilizar endividamento

Os detentores de debêntures da empresa aceitaram mudar os termos das dívidas em troca de garantias – e remuneração – extras

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

‘Pane’ nas exchanges, os limites para a Rússia e a queda do Ibovespa; confira os destaques do dia

Os corredores do mercado financeiro estavam mais silenciosos do que o habitual nesta segunda-feira (04).  Nos Estados Unidos, as bolsas em Wall Street ficaram fechadas devido ao feriado do Dia da Independência americana, mas parece que boa parte dos investidores brasileiros também deu uma esticadinha no fim de semana.  Sem Nova York e com o […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai abaixo dos 99 mil pontos em dia de baixa liquidez; dólar e juros sobem com petróleo

Sem Wall Street, o Ibovespa teve um dia de movimentação limitada. Apesar da alta do petróleo, o índice não conseguiu se consolidar em alta

ELEIÇÕES 2022

Quem é Maria Luiza Ribeiro Viotti, a primeira mulher a comandar o Itamaraty se Lula vencer as eleições?

A indicação de uma mulher para o Itamaraty contemplaria o movimento feminino na diplomacia, que ganhou força política no Congresso e foi incentivado por Amorim no passado; o Brasil nunca teve uma chanceler

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies