2022-07-14T13:06:15-03:00
Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Panorama dos gestores

Lula ou Bolsonaro? Por que os gestores de fundos ficaram pessimistas com ambos

Reclamação principal é quanto a falta de clareza dos programas de governo tanto de Lula quanto de Bolsonaro

14 de julho de 2022
13:05 - atualizado às 13:06
lula-bolsonaro-foto-oficial
Montagem com foto oficial dos presidentes Lula e Bolsonaro -

Um presidente que tenta aprovar medidas populistas para conseguir se reeleger e um ex-presidente que quer voltar ao cargo prometendo abrir mão do arcabouço fiscal.

Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva disputam praticamente sozinhos o Planalto, para a tristeza do mercado financeiro, que vê com maus olhos as promessas de aumento de gastos de ambos.

Na pesquisa mensal da série “Os Melhores Fundos de Investimento”, comandada pelo analista Bruno Mérola, da Empiricus, as principais gestoras de investimentos do Brasil se mostraram pessimistas com os riscos fiscais do país no próximo governo.

A 80 dias do primeiro turno das eleições, os gestores reclamam da falta de clareza dos programas de governo dos dois principais candidatos e observam com olhar de desaprovação o aumento do populismo fiscal.

  • Quer ter acesso à série “Os Melhores Fundos de Investimento”? Clique aqui.

O que Lula diz

Fazendo um breve retrospecto, temos à esquerda Lula prometendo revogar o teto de gastos e revisar a reforma trabalhista realizada após o impeachment de Dilma Rousseff em 2016.

Ao mesmo tempo, Lula disse em reportagem publicada pelo Financial Times no dia 11 de julho que aprendeu “muito jovem com minha mãe analfabeta que não podia gastar mais do que ganhava.”

Ou seja, não dá para saber exatamente quais os planos de Lula para o fiscal.

O que Bolsonaro está fazendo

À direita, temos Bolsonaro, que ganhou o coração da Faria Lima em 2018 prometendo um governo liberal e colocando Paulo Guedes como ministro da economia.

Porém, o atual governo já furou o teto de gastos algumas vezes. Primeiro com a PEC dos Precatórios, no final do ano passado, e, mais recentemente, com a apelidada PEC Kamikaze.

Ambas as medidas contribuíram para quebrar a confiança que o mercado financeiro depositou no governo.

E o que dizem os gestores

Para os gestores do Kapitalo Zeta, os programas em discussão no Congresso devem elevar as despesas do governo a ponto de gerar uma queda da inflação deste ano. Porém, eles ainda enxergam piora do quadro de aumento de preços por dois motivos:

  1. A ociosidade da economia parece ser bem menor que o esperado;
  2. Medidas fiscais tendem a impactar negativamente a inflação de curto prazo, mas aumentar a pressão nos preços de médio-longo prazo.

A Kinea Capital engrossa o coro, dizendo que a inflação corrente continua pressionada em meio a uma âncora fiscal fragilizada.

“Investir no país tem sido balancear pelo lado positivo preços atrativos e alta estrutural de commodities e pelo lado negativo a ausência de uma âncora fiscal crível para enfrentar mares externos turbulentos”, escreveram os gestores da Kinea em sua carta mais recente.

Junho/22 foi um mês para esquecer

Incerteza fiscal à parte, o bom desempenho dos fundos multimercado neste ano foi posto à prova no mês passado, no qual várias estratégias tiveram queda relevante.

O Vista Multiestratégia, que vem se destacando com folga na indústria, teve a primeira queda do ano em junho, de 5,2%.

De acordo com a gestora, a perda foi explicada pelo descasamento do hedge aplicado em juros desenvolvidos com a principal posição do fundo, o petróleo. 

  • No primeiro episódio do Market Makers, novo podcast de Thiago Salomão e Renato Santiago, o gestor da Vista João Landau explica como funciona a estratégia. Clique aqui para saber mais.

O Verde foi outro que ficou no negativo em junho, com queda de 1,86%. Segundo a gestora de Luis Stuhlberger, as perdas vieram da exposição em bolsa local, da posição comprada em real e das posições em commodities.

“O real se desvalorizou de maneira importante, as taxas de juros se mantêm pressionadas, mas os políticos continuam numa espécie de metaverso brasiliense, onde o populismo é moeda corrente e a única coisa que importa é a eleição”, disse a Verde em carta enviada a clientes.

Quem conseguiu se manter em alta em junho foram os fundos multimercado da SPX. O SPX Nimitz e o SPX Raptor tiveram ganho de 2,4% e 3,7%, respectivamente.

De acordo com a gestora de Rogério Xavier, as contribuições positivas para a performance do Nimitz foram nos mercados de ações e moedas. Já as contribuições negativas foram nos mercados commodities, crédito e juros

Dos fundos indicados pela equipe da Empiricus, selecionamos 10 para mostrar como está a rentabilidade no ano até agora.

FundoRentabilidade no ano (até 30/06)
Vista Multiestratégia39,1%
SPX Raptor40,8%
SPX Nimitz21,6%
Legacy Capital B18,5%
Vista Hedge16,2%
Vinland Macro Plus20,2%
Ibiuna Hedge STH13,7%
Kapitalo K1012,9%
Gávea Macro Plus16,5%
Absolute Vertex
Verde
13,9%
7,6%
CDI5,4%
Fonte: Anbima
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Todos os olhos e ouvidos do Ibovespa voltados para a inflação de hoje enquanto as bolsas internacionais aguardam os dados dos EUA

9 de agosto de 2022 - 7:43

Os índices internacionais aguardam os números de inflação dos EUA, que só devem ser conhecidos na quarta-feira

Balanço

BTG Pactual (BPAC11) tem lucro de R$ 2,175 bilhões no 2T22 e renova recorde

9 de agosto de 2022 - 7:26

Lucro líquido recorrente de R$ 2,175 bilhões do BTG no segundo trimestre representa um avanço de 26,5% em relação ao mesmo período de 2021

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Um mundo tomado pela inflação: entenda ao que é preciso prestar atenção para saber se os preços vão finalmente parar de subir

9 de agosto de 2022 - 6:10

O processo de normalização dos preços será fundamental para que consigamos ter maior previsibilidade quanto ao futuro dos ativos de risco

COMBUSTÍVEIS

Mudou de ideia? Bolsonaro diz que política de paridade de preços da Petrobras (PETR4) pode ser mantida como está

8 de agosto de 2022 - 20:43

Bolsonaro anunciou que vai manter os impostos federais dos combustíveis zerados no próximo ano

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) perde um pouco de tração, mas segue operando em alta; saiba o que mexe com a maior criptomoeda do mundo

8 de agosto de 2022 - 20:04

O destaque do dia foi para o ethereum (ETH), mas não pela alta de preços e sim pelo volume negociado nas últimas 24h

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies