Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2022-01-07T19:34:47-03:00
Estadão Conteúdo
A REVOLTA DOS SERVIDORES

Xerife no protesto? Superintendentes da CVM se juntam a outros servidores federais e pedem reajuste salarial em carta aberta

No documento, os superintendentes afirmam ter recebido com indignação a decisão do governo federal de prever aumentos apenas para algumas categorias do serviço público

7 de janeiro de 2022
19:34
Site da CVM | Marfrig
Site da CVM - Imagem: Shutterstock

Os superintendentes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apresentaram uma carta aberta ao presidente da autarquia, Marcelo Barbosa, solicitando apoio à reivindicação de reajuste salarial, o que não acontece desde 2019. O documento, com a assinatura de 15 superintendentes, foi encaminhado na quinta-feira (6) ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

No documento, os superintendentes afirmam ter recebido com indignação a decisão do governo federal de prever, no orçamento deste ano, reajuste salarial apenas para algumas categorias do serviço público. Para eles, a decisão seria um "duro golpe" considerando a inflação elevada, que supera dois dígitos no acumulado em 12 meses.

"A assimetria no tratamento provoca nos servidores da autarquia não só decepção e insatisfação, mas também um desestímulo que pode resultar na saída de quadros técnicos importantes", afirmam. "Entendemos ainda que essa situação pode comprometer o ambiente laboral e a produtividade tão necessária num momento em que os mercados seguem a todo vapor."

Os servidores do xerife do mercado de capitais se juntam, assim, ao movimento da elite do funcionalismo público por reajuste de salários. Servidores do Banco Central (BC) e da Receita Federal também protestam contra a decisão do governo federal e do Congresso Nacional de incluir no orçamento reajuste apenas para as forças policiais.

No documento, os superintendentes afirmam que reconhecem os "esforços incansáveis" do presidente da CVM, por um orçamento alinhado às responsabilidades institucionais e a recomposição, mesmo que parcial, da força de trabalho da autarquia. Eles destacam a necessidade de pessoal e a falta de concursos públicos nos últimos 10 anos, que tornaram a situação ainda mais "crítica".

Barbosa encaminhou o documento para Guedes, com cópia para Marcelo Guaranys, secretário-executivo do Ministério da Economia. Ele afirma que os "servidores da CVM têm se mostrado plenamente cientes dos desafios que o quadro fiscal impõe". "Ao mesmo tempo, não posso deixar de destacar a importância de se manter os patamares de remuneração das carreiras dos servidores da CVM equiparados aos das demais carreiras públicas equivalentes."

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Sinal amarelo

Marfrig (MRFG3) confirma participação em oferta da BRF (BRFS3), mas não poderá assumir o controle da empresa; entenda

Segundo um comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários hoje, as compras da Marfrig estarão limitadas a sua participação acionária atual

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa no azul apesar da volatilidade, bitcoin no vermelho e imbróglios com FII e Oi: o que marcou o mercado nesta sexta

Numa semana marcada pela escalada das tensões entre Rússia e Ucrânia, decisão de juros nos Estados Unidos e um discurso mais hawkish (duro contra a inflação) por parte do presidente do banco central americano, Jerome Powell, o Ibovespa conseguiu, mais uma vez, acumular alta. E as bolsas americanas – pasme – também. A sexta-feira (28) […]

DESINVESTIMENTOS

Em negócio bilionário, Petrobras (PETR4) vende ativos na Bacia Potiguar para subsidiária da 3R Petroleum (RRRP3); saiba quanto entrou nos cofres da estatal

A bola da vez é um conjunto de 22 concessões de campos de produção terrestre e de águas rasas, juntamente à sua infraestrutura de processamento, refino, logística, armazenamento, transporte e escoamento

SACO DE PANCADAS PRESIDENCIAL

Petrobras (PETR4) recua quase 4% após críticas de Lula; petista condenou pagamento de dividendos e política de preços da estatal

Embalados pela alta do petróleo, os papéis operavam em alta mais cedo, mas, após a nova rajada de críticas, passaram a registrar uma queda brusca

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia de realização de lucros e fecha em queda, mas acumula alta de 2,72% na semana; dólar fecha em R$ 5,39

Semana foi marcada pela volatilidade nas bolsas internacionais, mas estrangeiro continuou buscando ações brasileiras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies