Insights de investimento, análises de mercado e muito mais! Siga o Seu Dinheiro no Instagram

2022-01-07T19:34:47-03:00
Estadão Conteúdo
A REVOLTA DOS SERVIDORES

Xerife no protesto? Superintendentes da CVM se juntam a outros servidores federais e pedem reajuste salarial em carta aberta

No documento, os superintendentes afirmam ter recebido com indignação a decisão do governo federal de prever aumentos apenas para algumas categorias do serviço público

7 de janeiro de 2022
19:34
Site da CVM | Marfrig
Site da CVM - Imagem: Shutterstock

Os superintendentes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apresentaram uma carta aberta ao presidente da autarquia, Marcelo Barbosa, solicitando apoio à reivindicação de reajuste salarial, o que não acontece desde 2019. O documento, com a assinatura de 15 superintendentes, foi encaminhado na quinta-feira (6) ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

No documento, os superintendentes afirmam ter recebido com indignação a decisão do governo federal de prever, no orçamento deste ano, reajuste salarial apenas para algumas categorias do serviço público. Para eles, a decisão seria um "duro golpe" considerando a inflação elevada, que supera dois dígitos no acumulado em 12 meses.

"A assimetria no tratamento provoca nos servidores da autarquia não só decepção e insatisfação, mas também um desestímulo que pode resultar na saída de quadros técnicos importantes", afirmam. "Entendemos ainda que essa situação pode comprometer o ambiente laboral e a produtividade tão necessária num momento em que os mercados seguem a todo vapor."

Os servidores do xerife do mercado de capitais se juntam, assim, ao movimento da elite do funcionalismo público por reajuste de salários. Servidores do Banco Central (BC) e da Receita Federal também protestam contra a decisão do governo federal e do Congresso Nacional de incluir no orçamento reajuste apenas para as forças policiais.

No documento, os superintendentes afirmam que reconhecem os "esforços incansáveis" do presidente da CVM, por um orçamento alinhado às responsabilidades institucionais e a recomposição, mesmo que parcial, da força de trabalho da autarquia. Eles destacam a necessidade de pessoal e a falta de concursos públicos nos últimos 10 anos, que tornaram a situação ainda mais "crítica".

Barbosa encaminhou o documento para Guedes, com cópia para Marcelo Guaranys, secretário-executivo do Ministério da Economia. Ele afirma que os "servidores da CVM têm se mostrado plenamente cientes dos desafios que o quadro fiscal impõe". "Ao mesmo tempo, não posso deixar de destacar a importância de se manter os patamares de remuneração das carreiras dos servidores da CVM equiparados aos das demais carreiras públicas equivalentes."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

NÃO VINGOU

Terra 2.0 derrete mais de 60% no dia do lançamento; saiba por quê

A Terra 2.0 já acumula perdas; o renascimento da criptomoeda sofre com a perda de credibilidade, após falhas no protocolo da antiga moeda

NOVA CRIPTO NA ÁREA

Lançamento da Terra 2.0: vale a pena investir em um projeto criado pelos mesmos desenvolvedores da extinta Terra (LUNA)? Especialistas falam sobre nova criptomoeda

A resposta foi quase unânime: os analistas deixaram de acompanhar a Terra (LUNA) e não acreditam mais no projeto

SOBE E DESCE

Cosan (CSAN3) lidera as altas do Ibovespa e Banco Inter (BIDI11) vai em direção oposta ‒ saiba o que foi destaque na bolsa na semana

A semana começou com mudanças na presidência da Petrobras (PETR4). Apesar disso, o Ibovespa fechou a semana em leve alta

PODCAST TOUROS E URSOS

Petrobras e Eletrobras: afinal, vale a pena investir no sucesso dessa dupla na bolsa?

Especialista na dupla Petrobras e Eletrobras, o colunista do Seu Dinheiro Ruy Hungria conta o que esperar das ações das estatais no podcast Touros e Ursos

É HOJE!

Mais que um título: veja quanto está em disputa na final da Champions League entre Liverpool e Real Madrid

Só para entrar em campo na tarde de hoje, Real Madrid e Liverpool receberão o equivalente a quase R$ 80 milhões cada, mas as cifras envolvidas são muito maiores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies