🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-02-10T18:47:05-03:00
Estadão Conteúdo
INTERMEDIAÇÃO

Mercado mais dinâmico? CVM deve publicar em até 30 dias novas regras de agentes autônomos; veja o que muda

A previsão foi feita pelo deputado federal Neucimar Fraga (PSD-ES), relator da MP sobre a taxa de fiscalização do mercado de capitais. A autarquia, no entanto, não se compromete com prazos.

10 de fevereiro de 2022
18:46 - atualizado às 18:47
Site da CVM | Marfrig
Site da CVM - Imagem: Shutterstock

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) vai publicar dentro de 30 dias as novas regras para agentes autônomos de investimentos, segundo relator da Medida Provisória (MP) que altera o cálculo da taxa de fiscalização do mercado de capitais, o deputado federal Neucimar Fraga (PSD-ES). 

As mudanças devem incluir o fim da exclusividade obrigatória com corretoras.

O deputado explicou que participou nesta quinta-feira (10) de uma reunião com representantes do Ministério da Economia e da CVM para tratar da MP 1.072. 

Segundo Fraga, sua intenção era incluir na MP, além do fim da exclusividade obrigatória, o fim da exigência de adoção de sociedade simples pelos agentes autônomos. Ele teria sido demovido da ideia com a perspectiva de publicação das novas regras pela CVM.

"Os representantes da CVM explicaram que essas questões podem passar por normativa, não precisam de alteração de lei. Eles me passaram um prazo de 30 dias, mas vou pedir para acelerarem para ser editada antes do feriado do carnaval", disse o deputado.

CVM, MP e demanda da categoria

Uma outra demanda da categoria deverá ser atendida pelo deputado em seu parecer, que é a mudança do nome de agente autônomo de investimentos para agente de investimentos. 

GUIA PARA BUSCAR DINHEIRO: baixe agora o guia gratuito com 51 investimentos promissores para 2022 e ganhe de brinde acesso vitalício à comunidade de investidores Seu Dinheiro

Para ele, o mercado deverá ficar mais dinâmico com as mudanças previstas da Medida Provisória e da instrução normativa a ser publicada pela autarquia.

"A Medida Provisória reduz de R$ 2.500 para R$ 500 a taxa de fiscalização paga pelos agentes autônomos. É um segmento que pode crescer muito no Brasil", disse ele.

Procurada pela reportagem, a CVM evitou confirmar a data de publicação. 

"O tema objeto de sua demanda está sendo tratado no âmbito da audiência pública CVM 05/21, que se encontra em fase de análise das manifestações recebidas. Além disso, é importante destacar que o assunto está previsto na agenda regulatória CVM 2022."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

enxugando gelo

Alivia agora para apertar depois: corte de impostos sobre combustíveis e energia reduz estimativas de inflação para 2022, mas pressão volta em 2023

Economistas revisam suas projeções para o IPCA e alertam que fiscal e volta do PIS/Cofins podem voltar a bater na inflação no ano que vem

Algum alívio

Preço da gasolina recua com corte de impostos federais, mas continua acima dos R$ 7 na média nacional

Combustíveis já começam a sentir o efeito das medidas implementadas pelo governo federal, a começar pelo corte do PIS/Cofins, mas queda nos preços ainda é modesta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies