🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-16T17:03:28-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

S&P 500 se recupera após primeiro aumento de juros do Fed em três anos e fecha em alta; Dow Jones e Nasdaq acompanham

Wall Street passou por um sobe e desce após o aumento da taxa básica em 0,25 ponto percentual nos Estados Unidos e a previsão de mais seis elevações ao longo do ano – uma a cada reunião prevista para 2022

16 de março de 2022
17:02 - atualizado às 17:03
Bandeira EUA
Imagem: shutterstock

O dia foi de fortes emoções em Wall Street. O S&P 500 se recuperou e chegou perto das máximas da sessão depois de devolver alguns ganhos intradiários nesta quarta-feira (16). A reação veio depois que o Federal Reserve (Fed) elevou a taxa de juros pela primeira vez desde 2018 e previu mais seis aumentos ao longo de 2022. 

O banco central norte-americano subiu a taxa de juros - até então perto de zero - em 0,25 ponto percentual (pp), para a faixa entre 0,25% e 0,50% ao ano, em um movimento bem telegrafado pela autoridade monetária, que tenta controlar a inflação. 

Mas foi a perspectiva do Fed que surpreendeu traders e derrubou o mercado inicialmente. A maioria não esperava que o banco central norte-americano manteria o pé no acelerador do aperto monetário, prevendo uma alta de juro a cada reunião daqui até o final do ano. 

Isso porque os efeitos da guerra entre Rússia e Ucrânia sobre a economia norte-americano e global ainda são desconhecidos e existe sempre o risco de um cenário de aperto monetário com disparada da inflação lança os Estados Unidos em uma recessão. 

Fed enfrenta guerra e inflação e o S&P 500 gosta

Mas nem mesmo a guerra de Vladimir Putin foi suficiente para frear o Fed no compromisso de trazer a inflação de volta para a meta de 2% ao ano. 

Falando na coletiva de imprensa após a decisão de elevar a taxa de juros, o presidente do banco central norte-americano, Jerome Powell, mostrou que confia na economia dos Estados Unidos mesmo em meio às incertezas da guerra. 

“Não vejo um risco elevado de entrarmos em recessão com a previsão de aumento da taxa de juros apresentada hoje. A economia norte-americana é forte o suficiente para suportar esse aperto”, disse. 

  • IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir. Basta clicar aqui

Segundo o chefe do Fed, o mercado de trabalho é sólido nos Estados Unidos, o nível de poupança dos norte-americanos é elevado e o banco central tem um balanço forte para atravessar esse momento. 

Com isso, os principais índices da Bolsa de Valores de Nova York terminaram o dia como começaram: com fortes ganhos. 

  • Dow Jones: +1,55%, 34.06,56 pontos
  • S&P 500: +2,24%, 4.358,11 pontos
  • Nasdaq: +3,77%, 13.436,55 pontos

Veja a coletiva do presidente do Fed na íntegra:

Bolsas na Europa

As bolsas europeias fecharam antes que a decisão do Fed fosse divulgada, mas também terminaram o dia em alta. 

O que animou os investidores no velho continente foi o otimismo renovado sobre o progresso nas negociações entre a Rússia e a Ucrânia. 

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu cerca de 3%, com as principais bolsas e quase todos os setores em território positivo. As ações de tecnologia avançaram mais de 6,5% para liderar os ganhos, enquanto as de serviços públicos contrariaram a tendência, caindo 0,8%.

  • Londres: +1,62%
  • Paris: +3,68%
  • Frankfurt: +3,76%

Os mercados europeus foram impulsionados por relatos de que o progresso estava sendo feito nas negociações em andamento entre a Rússia e a Ucrânia em uma tentativa de encontrar um acordo de paz. 

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse nesta  quarta-feira que algumas partes de um acordo estavam perto de serem acordadas, com o status “neutro” de Kiev sendo “seriamente discutido”.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies