🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-17T17:08:26-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

Ressaca bate forte: S&P 500 tem pior semana em mais de 2 anos com recessão à espreita; saiba por quê

A elevação de 0,75 ponto percentual da taxa de juros nos EUA na quarta-feira (15) provocou uma dor de cabeça que os investidores não conseguiram se livrar mesmo com a alta de hoje

17 de junho de 2022
17:04 - atualizado às 17:08
Ressaca
Imagem: Shutterstock

Não deu para o S&P 500. Aquele drink na quarta-feira (15) para comemorar a sinalização do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, de que a próxima elevação de juros tem um teto virou uma tremenda ressaca no dia seguinte — o que resultou em uma dor de cabeça daquelas na semana. 

O índice mais amplo de Nova York até recuperou parte das perdas anteriores nesta sexta-feira (17), depois de enfrentar altos e baixos durante toda a sessão, mas o desempenho da semana teve mais peso. 

O ganho de 0,77% do dia não foi capaz de apagar a maior perda acumulada em mais de dois anos. 

O Dow Jones também tentou, mas não conseguiu. O índice voltou a ficar abaixo da marca de 30.000 pontos depois de cair para os 29 mil pontos quinta-feira pela primeira vez desde janeiro de 2021. 

Mas, na semana, o Dow acumulou perda de 5% — a 11ª semana negativa em 12. 

O Nasdaq foi pelo mesmo caminho, caindo 5% na semana, ainda que as ações das tech tenham trazido algum alívio para as negociações de hoje. 

Confira a variação e a pontuação dos principais índices de ações dos EUA no fechamento:

  • Dow Jones: -0,14%, 29.885,08 pontos
  • S&P 500: +0,21%, 3.674,45 pontos
  • Nasdaq: +1,43%, 10.798,35 pontos

Por que a ressaca bateu no S&P 500?

Depois da quarta-feira, quando o Fed anunciou a maior elevação da taxa de juros desde 1994, os investidores se concentraram na declaração de Powell indicando que uma alta entre 0,50 ponto percentual (pp) e 0,75 pp estava sobre a mesa para a próxima reunião, de julho. 

O mercado gostou de ouvir isso, já que depois de a inflação atingir o maior nível em 40 anos no mês de maio, a possibilidade de um aperto monetário de calibre ainda maior, passou a ser considerada pelos investidores. 

Mas assim como acordar de um pileque, Wall Street resolveu ontem olhar os estragos em volta e a realidade não agradou. O resultado foi uma perda fortíssima das bolsas norte-americanas. 

O movimento do mercado de ações ontem e na semana levantam mais questões sobre quando uma recessão virá — isso se ainda não chegou.

O Wells Fargo, por exemplo, acredita que a recessão de curto prazo se tornou uma conclusão inevitável para muitos investidores, que avaliam agora a duração e o impacto sobre os lucros. 

Powell falou hoje, de novo. Em seus comentários, o presidente do Fed ecoou o compromisso do banco central norte-americano de conter a inflação.

E a Europa, como ficou?

As coisas no velho continente também não estão das mais fáceis. Na mesma quarta-feira (15) que o Fed elevou a taxa de juros em 0,75 pp, o Banco Central Europeu (BCE) fez uma reunião de emergência.

Em pauta estava o remédio para tratar os efeitos colaterais de políticas mais restritivas que, assim como nos EUA e no resto do mundo, miram conter a inflação. 

Hoje, diferente do que aconteceu com o S&P 500, os mercados europeus fecharam mistos — encerrando uma semana volátil, com as ações globais reagindo ao aperto das políticas dos principais bancos centrais.

O índice pan-europeu stoxx 600 encerrou em alta de 0,1%, com as ações de tecnologia subindo 1,4% para liderar os ganhos. Na contramão, as ações de petróleo e gás caíram mais de 4%.

  • Londres: -0,41%
  • Paris: -0,06%
  • Frankfurt: +0,67%
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies