🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-27T17:01:48-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

Conseguiu! S&P 500 quebra sequência de sete semanas de queda; veja o que ajudou as bolsas nos EUA

O setor de tecnologia também ganhou embalo, com destaque para as ações da Dell Technologies, que chegaram a dar um salto de 13% em Nova York

27 de maio de 2022
17:01
bandeira dos estados unidos em wall street
Imagem: Shutterstock

Tudo acaba bem quando termina bem. E foi assim que a sexta-feira (27) e a semana terminaram para o S&P 500, para o Nasdaq e para o Dow Jones.

As preocupações com a pressão inflacionária nos EUA deram uma trégua para os três principais índices de ações de Nova York, impulsionando também fortes ganhos entre as ações de tecnologia. 

A grande responsável pelo movimento positivo em Wall Street hoje foi a divulgação do índice de preços para gastos pessoais (PCE, na sigla em inglês) — a medida preferida do Federal Reserve (Fed) para a inflação. 

O núcleo do PCE, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, subiu 4,9% nos 12 meses até abril, abaixo dos 5,2% do mês anterior.

Além da desaceleração da inflação, dados que mostram que os gastos do consumidor norte-americano permanecem resilientes renovaram o otimismo dos investidores após resultados trimestrais mistos dos varejistas.

Alguns especialistas, no entanto, alertaram que, embora a força dos gastos mantenha a economia dos EUA em boa forma, a inflação segue desafiadora — o que mantém a pressão sobre o Fed no aumento da taxa de juros.

Com o alívio vindo do PCE, o Dow Jones, o S&P 500 e o Nasdaq fecharam a semana com ganhos de cerca de 5%, quebrando uma sequência de pelo menos sete semanas seguidas de perdas. 

Confira a variação e a pontuação dos três principais índices de ações dos EUA no fechamento:

  • Dow Jones: +1,77%, 33.213,62 pontos
  • S&P 500: +2,48%, 4.158,27 pontos
  • Nasdaq: +3,33%, 12.131,13 pontos

Os destaques do S&P 500

As ações de tecnologia estavam entre as que mais subiram no S&P 500. A empresa de software Autodesk avançou 7,4% após divulgar fortes ganhos no trimestre. 

A Dell Technologies chegou a saltar mais de 13% e a fabricante de chips Marvell avançou 3%. Crowdstrike e Datadog também estiveram em destaque, cada alta de mais de 5%.

Os movimentos ocorreram quando os investidores avaliaram a sustentabilidade do rali desta semana — se o avanço é um salto de alívio ou o fundo da longa liquidação.

E as bolsas na Europa?

Assim como o S&P 500, o Nasdaq e o Dow Jones, as bolsas europeias fecharam em alta hoje, marcando uma semana positiva. 

Assim como aconteceu em Wall Street, o principal impulsionador dos ganhos no velho continente foi a diminuição dos temores sobre o aperto da política monetária.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 1,5%, com as ações de tecnologia subindo 3,2% para liderar os ganhos.

  • Londres: +0,27%
  • Paris: +1,64%
  • Frankfurt: +1,62%

Os ganhos de hoje deram sequência à alta de ontem, quando os mercados na Europa subiram recebendo um impulso do Reino Unido.

Na ocasião, o ministro das Finanças britânico, Rishi Sunak, anunciou uma série de medidas para enfrentar a crise do custo de vida, incluindo um chamado “imposto inesperado” sobre os lucros das gigantes de petróleo e gás.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies