🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-20T17:08:42-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

Escapou do urso: S&P 500 consegue fechar no azul em recuperação dramática; saiba o que aconteceu com as bolsas nos EUA

Dois fatores são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas; entenda

20 de maio de 2022
17:08
Touro e Urso, símbolos da bolsa, brigam no mercado financeiro em queda
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O S&P 500 conseguiu escapar das garras do urso. O índice mais amplo do mercado de ações de Nova York entrou no chamado bear market, ou seja, em território de baixa, nesta sexta-feira (20), mas em uma recuperação dramática conseguiu encerrar a sessão no azul.

Quando mergulhou na tendência de queda, o S&P 500 não só caiu nas garras do urso como ficou cerca de 20% abaixo do recorde alcançado em janeiro. 

E motivos para isso não faltaram, mas dois deles são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas. 

O primeiro deles é o aumento agressivo da taxa de juros para controlar uma inflação que não dá tréguas — o que pode jogar a economia dos EUA em recessão. 

O segundo motivo vem da China: a segunda maior economia do mundo ainda luta contra os efeitos do surto recente de covid-19 — anunciando hoje novas medidas de apoio para sustentar a economia

Essa combinação tem sido fatal para os três principais índices de Wall Street, que chegaram até a ensaiar alguma recuperação nos últimos dias, mas perderam a batalha e encerraram mais uma semana com perdas de pelo menos 4%.  

Confira a variação e a pontuação dos três principais índices de ações dos EUA no fechamento:

  • Dow Jones: +0,03%, 31.261,90 pontos
  • S&P 500: +0,01%, 3.901,36 pontos
  • Nasdaq: -0,30%, 11.354,62 pontos

S&P 500: o urso estava a espreita 

A breve entrada do S&P 500 no bear market ocorreu quando os EUA lida com pressões inflacionárias não vistas em décadas.

Esse cenário foi agravado por um aumento nos preços da energia no país — que foi exacerbado em grande parte pelo início da guerra entre Rússia e Ucrânia, em fevereiro deste ano.

O salto na inflação levou o Federal Reserve (Fed) a elevar a taxa de juros em março pela primeira vez em mais de três anos. 

No início deste mês, o banco central norte-americano ficou ainda mais agressivo e subiu o juros em 0,50 ponto percentual (pp) — deixando a porta aberta para outros aumento do mesmo calibre. 

O movimento foi o gatilho para uma onda de vendas, principalmente centrada em empresa de crescimento altamente valorizado e ações de tecnologia. Não demorou muito, no entanto, para que a liquidação se espalhasse pelo mercado norte-americano como um todo. 

Na contramão, as bolsas europeias…

Os mercados europeus fecharam em alta hoje, encerrando mais uma semana de negociação volátil 

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,5%, com as ações do setor de viagens e lazer subindo 2% para liderar os ganhos. 

  • Londres: +1,19%
  • Paris: +0,20%
  • Frankfurt: +0,72% 

Ainda que o dia tenha sido de ganho, as bolsas europeias registraram uma semana negativa, com perdas de 1,3%, alimentadas por preocupações com a inflação tanto no velho continente como nos EUA. 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies