Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-15T14:13:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Orçamento em jogo

Parlamentares consideram a aprovação da PEC “fura-teto”

O comando do Congresso considera aprovar a medida caso essa seja a solução para a sanção do Orçamento sem vetos

15 de abril de 2021
14:12 - atualizado às 14:13
Reforma tributária
Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que ficou conhecida como "fura-teto" já encontra aceitação dentro do Congresso. A medida, que é uma tentativa de garantir mais segurança jurídica para o estouro do teto de gastos foi planejada pela equipe econômica para retirar ao menos R$ 35 bilhões da norma constitucional que rege o Orçamento.

Para o comando do Congresso, a PEC é "meritória", mas precisa ser apresentada pelo governo e deve ser usada como solução para a sanção do Orçamento sem vetos, juntamente com o envio do projeto de lei.

"O problema foi na unha, e Guedes (ministro da Economia) quer cortar a mão", criticou um interlocutor de Bolsonaro que acompanha as discussões sobre a atuação do ministro.

Reunião ou sentença?

Em determinado momento de uma tensa reunião ocorrida no Palácio do Planalto, na terça-feira, 13, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, do presidente da Câmara, Arthur Lira, e alguns ministros, foi oferecida a Guedes a chance de construir uma narrativa favorável a ele, que justificaria a sanção do Orçamento sem parecer um recuo.

O ministro já afirmou que, da forma como foi aprovada, a peça é 'inexequível'. O alerta levou Bolsonaro a dizer a empresários, na semana passada, que não vai "colocar o dele na reta".

A sugestão dada a Bolsonaro para que ele e o vice-presidente, Hamilton Mourão, fizessem uma viagem ao exterior, abrindo espaço para Lira assumir a Presidência e, assim, sancionar o Orçamento, como revelou o jornal O Estado de S. Paulo, foi mencionada. Lira a tratou como ironia. E brincou que, se assumir a Presidência, vai fazer uma reforma ministerial.

Mesma tecla?

Na reunião, o ministro da Economia bateu a todo momento na tecla dos riscos de perda de mandato ou, ainda, de Bolsonaro se tornar inelegível. O presidente chegou a olhar para cima quando Guedes começa o discurso e parece entrar no "modo automático", como definiu um dos presentes ao encontro.

Mesmo assim, o presidente não planeja substituir o ministro da Economia, a não ser que ele queira, por se sentir em dívida. Foi o ministro quem garantiu a Bolsonaro, durante a campanha, o apoio do empresariado e do mercado financeiro.

As críticas à atuação de Guedes e de sua equipe, porém, já não são feitas apenas por militares. Seriam compartilhadas até mesmo pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Cotado como opção número 1 para substituir Guedes, Campos Neto tem afirmado, em conversas privadas, que a equipe do ministro se revelou incompetente. Ele poupou, porém, o ministro, a quem tem gratidão. Procurados, Guedes, Lira, Flávia Arruda e Campo Netos não se manifestaram.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

FECHAMENTO DO DIA

Auxílio Brasil segue pressionando a curva de juros, mas Ibovespa e dólar conseguem alguma recuperação

O Ibovespa bateu na trave, e o Banco Central conseguiu segurar o câmbio, mas a pressão sobre as contas públicas segue castigando a curva de juros

Carros elétricos em alta

Para a Tesla (TSLA34) de Elon Musk, não há crise no setor automotivo: o terceiro trimestre teve lucro recorde

A Tesla (TSLA34) vai na contramão do restante do setor: a empresa de Elon Musk está vendendo mais carros e reportou um balanço forte no 3T21

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies