Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-22T15:30:42-03:00
Camila Paim
Camila Paim
Produtora de conteúdo na Empiricus. Estudante de jornalismo na Universidade de São Paulo (USP) e com experiência em webdesign no Jornal da USP.
Radiocash

“Quando comecei a criar o Me Poupe, eu queria transformar finanças em mainstream”, conta Nathalia Arcuri

A plataforma de conteúdo e educação financeira tem uma CEO com uma jornada polêmica e impactante; confira no RadioCash

22 de junho de 2021
13:59 - atualizado às 15:30
nathalia arcuri
Nathalia Arcuri, CEO do Me Popue! - Foto: Instagram/ Reprodução

“Sempre fui a pessoa do contra. A minha família é de são paulinos e palmeirenses, mas eu sou corinthiana.” É dessa forma que Nathalia Arcuri, CEO da plataforma Me Poupe! e especialista em finanças, se define. A convidada do RadioCash fala sobre a sua carreira como criadora de conteúdo sobre investimentos, a importância da educação financeira e conta os caminhos tortuosos que a levaram aonde chegou. 

Foi logo aos sete anos de idade que ela ouviu de uma amiga que o pai dela “guardava dinheiro para comprar um carro quando ela completasse 18 anos”. Tendo passado pelo período de hiperinflação de 1980-90, a ideia de ter uma poupança lhe soava curiosa. E com a história de sua amiga na cabeça, Nathalia começou a juntar seu próprio dinheiro para poder comprar um automóvel depois que atingisse a maioridade.

Apenas 10 anos após essa história contada pela amiga, Nathalia descobriu que o dinheiro poderia se multiplicar “sozinho” e começou a investir. Esse passou a ser um dos temas de seu maior interesse. 

Conheça a jornada de Nathalia Arcuri, CEO do Me Poupe!, a convidada da semana no RadioCash, podcast da Empiricus em parceria com a Vitreo. 

Com formação em Jornalismo, aos 24 anos Nathalia alcançou o cargo de apresentadora na segunda maior emissora de televisão do país. 

Entre viagens e coberturas para o jornal, Nathalia desenvolveu suas habilidades como comunicadora. Mas não entendia por que era considerada “muquirana”, por não gastar com restaurantes, itens supérfluos ou compras que não julgava necessárias. Esse foi o clique para compreender que alguns gastos individuais de pessoas com o mesmo patamar de renda que o seu não eram bem controlados. “Entendi que isso não era uma questão matemática, mas comportamental.” 

Ainda em sua época trabalhando na televisão, veio-lhe a ideia de criar um reality show sobre transformação financeira. Para a então jornalista, os meios de comunicação de massa funcionam como veículos de transformação de mindset coletivo. Sua ideia foi aceita, mas não da forma como ela imaginou: escolheram um apresentador que fosse especialista em economia para conduzir o programa. 

Determinada, Nathalia traçou metas para seus próximos passos: “vou me transformar na maior especialista de finanças do Brasil, criar uma marca muito forte, desenvolver uma estratégia escalável e ganhar um Nobel de Economia.” A última parte podemos concordar que é a mais desafiadora - não foi realizada, entretanto, Nathalia conseguiu ajudar milhares de pessoas a organizarem seus orçamentos e investir -  e segue trabalhando bastante com o objetivo de auxiliar um número cada vez maior de brasileiros. 

Esse projeto teve uma motivação especial. Na separação com o ex-marido, ela conseguiu comprar a parte dele do apartamento que dividiram ao longo do casamento. O divórcio ocorreu na mesma época em que, trabalhando como repórter, viu um dado do IBGE que apontava que 70% das mulheres em relacionamentos tóxicos ou presas em uma relação que não queriam mais prosseguiam nessas condições por uma questão de dependência financeira.

Com isso em mente, Nathalia via no contrato do apartamento a mesma liberdade que sentiu quando descobriu com aquela história do pai da amiga que guardava dinheiro para comprar um carro. Assim, ela decidiu que passaria o resto da vida trabalhando para que mais pessoas tivessem a mesma sensação. 

Solta o play e confere o RadioCash #21 com a Nathalia Arcuri, CEO do Me Poupe! e especialista em finanças que tem influenciado milhares de pessoas. 

Os bastidores do Me Poupe!

O Me Poupe! passou por várias etapas. O projeto começou em formato de blog, mas logo o YouTube começou a chamar mais atenção e Nathalia decidiu se dedicar à produção de conteúdo em vídeo. No canal, ela teve uma audiência muito maior que na televisão e, desse modo, percebeu que o seu projeto estava tomando grandes proporções

“Quando eu comecei a criar o canvas do Me Poupe, eu queria transformar finanças em mainstream, para as pessoas falarem do mesmo jeito que falam de futebol”, disse no podcast RadioCash.

Hoje, o conteúdo financeiro no YouTube e em outras redes sociais cresceu muito, o que tem um lado positivo na representatividade: “Tenho inspirado pessoas que falam com novas caras, com a periferia, que eu não seria capaz de me comunicar porque não vivi a história delas.” 

Nathalia comentou ainda que no ano passado começou a ter inquietudes. Como ela via muitos “fazendo mais do mesmo”, resolveu parar com o conteúdo patrocinado dentro da empresa. Hoje, com um modelo auto sustentável, ela sente na pele que com “grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Até hoje, eu criei a marca. Agora que a empresa vai começar”, afirmou.

Quer saber mais sobre a Me Poupe! da Nathalia Arcuri? É só dar o play no episódio #21 da RadioCash!

A educação financeira e a psicologia da perseverança

Na RadioCash, foram feitas críticas em relação à escassez de educação financeira no país. Mas, assim como mencionado pela convidada do episódio anterior Tabata Amaral, Nathalia Arcuri apontou que o problema do Brasil é muito mais embaixo. “Claro que eu acredito na educação financeira nas escolas, mas sem um esforço político na educação como um todo, não vai ter mudança. Seria uma utopia pensar que só isso vai resolver”, ressaltou.

Ainda comentando sobre a sua infância, a CEO relembrou as palavras de seu pai: “Cresça e apareça. Eu nunca vou te dar, se você quiser, você vai lá e faça.” 

Em sua criação, ela sempre foi estimulada a acreditar que a partir de seu próprio trabalho, poderia conseguir alcançar níveis mais altos. Segundo ela, isso é essencial para nossa psicologia econômica. 

Ela destaca que quem acredita que o mundo é injusto e o sistema é feito para nos derrubar, pode ter a vida permeada de algo parecido com a síndrome de Gabriela Cravo e Canela, “eu nasci assim e vou ser sempre assim”.

Por fim, o programa trouxe uma notícia boa: a participação de mulheres na Bolsa está aumentando. Atualmente, nós representamos 25% dos investidores e Nathalia quer ser uma das grandes contribuidoras para que esse índice alcance 30% ainda em 2021. 

Dá o play e confira a CEO do Me Poupe! comentando sobre independência financeira e a importância do investimento para a mulher no RadioCash #21

Para novos investidores (e antigos também), ela deixa algumas recomendações:

  •  Busque repertório: não acredite apenas no Felipe, ou apenas na Nathalia, invista em conhecimento. 
  • Não procure resposta fácil porque dinheiro não tem uma resposta fácil. Se alguém te diz "invista apenas nisso”, você vai se lascar e vai querer jogar a culpa em outro. 
  • As escolhas que você faz passam por uma auto responsabilidade. Mas quem vai decidir o caminho e as decisões é você, e são em pequenas decisões que se faz uma fortuna. 
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Balanço trimestral

Vai gerar insegurança? BB Seguridade (BBSE3) tem resultados abaixo da expectativa de analistas

O lucro líquido do segundo trimestre foi de R$ 753,7 milhões de reais, resultado 23,2% menor que o registrado um ano antes

O melhor do seu dinheiro

A corrida dos bilhões com barreiras nos balanços da semana e outras notícias que mexem com o seu dinheiro

Bom dia! Prepare-se para ler muitas vezes a palavra “bilhão” ao longo desta semana nas reportagens do Seu Dinheiro. Com a temporada de balanços na fase decisiva, estão programados para os próximos dias os resultados dos três maiores bancos brasileiros — Banco do Brasil, Itaú e Bradesco. Em outros tempos, os lucros bilionários projetados para […]

segredos da bolsa

Esquenta dos mercados: Copom e payroll devem movimentar os negócios junto com balanços dos grandes bancos

Além disso, os mercados amanheceram com apetite de risco nesta-segunda-feira; confira

Decolagem vertical

De olho nas cidades, Azul fecha parceria com startup alemã para ter carro voador

Acordo prevê a aquisição de 220 aeronaves fabricados pela Lilium, com um valor que pode chegar a US$ 1 bilhão e operação a partir de 2025

cardápio da semana

Itaú, Bradesco, BB e Petrobras divulgam resultados nesta semana; saiba o que esperar

Depois do baque com o início da pandemia, companhias que fazem parte do Ibovespa devem registrar uma alta anual de 255% do lucro por ação; veja agenda da semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies