';

🔴 O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO E JÁ É MOTIVO DE DISPUTA NO MUNDO — DESCUBRA AQUI

Cotações por TradingView
2021-06-03T22:57:38-03:00
Renato Carvalho
Ensino na era digital

Ser Educacional anuncia compra da FAEL e tenta impulsionar rentabilidade

Negócio representa maior diversificação geográfica e aumento na base digital, mas melhorar as margens será um desafio, segundo analistas

31 de maio de 2021
11:30 - atualizado às 22:57
estudantes com computador em foto vista de cima
Imagem: Shutterstock

O setor de educação passa por um momento de transição, com a combinação recente de diminuição do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), crescimento do ensino à distância (EAD) e os efeitos da pandemia.

Com tudo isso, as empresas têm procurado estratégias para manter ou aumentar sua base de alunos, e ao mesmo tempo serem mais lucrativas. Esta parece ser a ideia da Ser Educacional ao anunciar a compra da Faculdade Educacional da Lapa (FAEL).

A Ser pagará inicialmente R$ 280 milhões por 100% da FAEL. A depender do desempenho futuro, serão pagos mais R$ 17,5 milhões. 

Luiz Carlos Borges da Silveira Filho, que hoje comanda a instituição adquirida pela Ser, fica pelo menos mais dois anos à frente da operação, segundo o contrato celebrado entre as duas partes.

Este item do acordo mostra como a aquisição é um caminho novo que a Ser tenta tomar. A companhia tem atuação mais forte na região Nordeste, e agora compra uma faculdade com sede na cidade de Lapa, no Paraná, que tem a maior parte dos seus alunos em cidades do Sul com menos de 100 mil habitantes.

Outro ponto importante é que a FAEL é 100% digital. A margem Ebitda Ajustada da Ser no ensino digital ficou em 24% entre janeiro e março, ante 21,3% na modalidade híbrida, que tem a presença do aluno em sala de aula pelo menos algumas vezes por semana.

Entre janeiro e abril deste ano, a captação de alunos no ensino digital mais que triplicou em relação a 2020, enquanto nos cursos presenciais caiu mais de 11%. Somente de janeiro a março, a base de alunos em cursos digitais cresceu 72,5%.

Mesmo com a crise provocada pela pandemia de covid-19, a FAEL teve crescimento de 12% na receita e de 124% no Ebitda ajustado em 2020.

Segundo os cálculos dos analistas da XP, a margem Ebitda da FAEL em 2020 foi de 13%. Mas com as sinergias, que podem atingir aproximadamente R$ 16 milhões, esse índice sobe para 23%.

A ressalva feita pela XP é que, na comparação com outros concorrentes, a margem da FAEL é baixa. Eles listam a Yduqs, com 50% no ensino digital, e a Vitro, que mesmo com um modelo híbrido, tem margens de 28%.

“Este movimento ousado de estar mais exposto ao ensino à distância é positivo. No entanto, estamos cautelosos sobre a capacidade da Ser de melhorar as margens da FAEL ainda além das sinergias especuladas”, diz a XP.

Para isso, seria necessário elevar o ticket médio e reduzir custos, algo difícil no contexto atual, segundo os analistas. Assim, a XP manteve a recomendação Neutra para a Ser.

Com a aquisição, a Ser passa a contar com mais de mil polos de EAD, já que a FAEL conta hoje com uma rede de mais de 600, e adiciona cerca de 90 mil alunos à sua base de graduação e pós-graduação. Em março, a base da Ser contava com 218 mil estudantes.

No comunicado sobre a transação, a Ser revela estar de olho também nos cursos oferecidos pela FAEL que apresentam maior ticket médio, principalmente nas áreas de saúde e engenharia.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

BATALHA SOCIETÁRIA

Na disputa com Tanure, Esh Capital volta a aumentar participação na Gafisa (GFSA3)

27 de janeiro de 2023 - 9:41

A gestora de Vladimir Timerman comprou mais ações e aumentou a participação na Gafisa para aproximadamente 15,8%

AQUILO QUE AINDA NÃO SABEMOS

Americanas (AMER3): Confira seis perguntas que seguem sem resposta duas semanas após a revelação do rombo bilionário

27 de janeiro de 2023 - 9:28

Mercado assumiu postura de desconfiança diante das falhas de comunicação e daquilo que encaram como falta de transparência por parte da Americanas (AMER3)

FAZENDO HISTÓRIA

Fim da ‘Guerra Infinita’? Avatar 2 derrota Vingadores e se torna a 5ª maior bilheteria da história do cinema

27 de janeiro de 2023 - 9:27

Após menos de dois meses desde a estreia, a produção atingiu a marca de US$ 2,054 bilhões (cerca de R$ 10,41 bilhões) em arrecadação, segundo o Box Office Mojo

LINHA D'ÁGUA

Made in America(nas): o que temos a aprender com o rombo na Americanas

27 de janeiro de 2023 - 9:19

O caso da Americanas mostra uma vez mais que o segredo de um investidor consistente no longo prazo é a diversificação

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O prato preferido dos dirigentes do Fed: Inflação nos EUA, erro bilionário no BC, FIIs em 2023 e outras notícias do dia

27 de janeiro de 2023 - 8:19

O PCE, o índice de inflação favorito dos dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), deve ser divulgado às 10h30

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies