2021-06-10T06:40:20-03:00
Estadão Conteúdo
Será que agora vai?

Relator diz que esforço é para entregar texto e votar MP da Eletrobras na terça

Senador Marcos Rogério (DEM-RO) teve reunião com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para fazer ajustes na proposta

10 de junho de 2021
6:40
1000×1000 WebStory Favicon Eletrobras Brasil
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O senador Marcos Rogério (DEM-RO), relator da medida provisória que trata da privatização da Eletrobras, afirmou que deve finalizar seu relatório, no máximo, até a próxima terça-feira, 15.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

A intenção do parlamentar é que o texto já seja discutido no plenário no mesmo dia. Rogério e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, concederam entrevista após encontro na noite desta quarta-feira, 8.

"Nós devemos ter sessão do Senado na terça-feira, então a ideia é que nesse dia a gente tenha o relatório pronto, apresentado, com a matéria em pauta para votação. Para que haja tempo suficiente no caso de serem feitas mudanças no texto no Senado, a Câmara tenha folga para votar a matéria", disse o parlamentar.

A MP precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional até o dia 22 ou perderá a validade.

Rogério afirmou que irá analisar todas as sugestões, pleitos e emendas apresentadas por senadores a partir de amanhã, e que a intenção é chegar a um texto de convergência.

"O trabalho nesse momento é justamente de ampliar as conversas, diálogos, para busca do entendimento, para votar essa matéria dentro do ambiente de convergência. Vários segmentos têm seus pontos de vista e contribuições, mas o esforço, como relator, é procurar entendimento", disse.

"Penso que vamos conseguir, ao final, apresentar um relatório que congregue todas essas ponderações que estão sendo apresentadas neste momento."

O senador afirmou que ainda não há definição do que será ou não incluído em seu parecer, mas defendeu as mudanças feitas no texto pelos deputados. "Não acho que seja o caso de desconsiderar o que a Câmara fez. A Câmara avançou muito nessa matéria", disse.

Ele afirmou que está em contato com o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), que relatou a MP na Casa, sobre possíveis alterações que serão propostas no Senado.

Questionado sobre o possível aumento das tarifas por conta dos trechos, Rogério afirmou que teve acesso aos números oficiais do Ministério de Minas e Energia que apontam em direção contrária, de redução nos valores.

Segundo cálculos divulgados pelo MME nesta tarde, as medidas aprovadas pelos deputados podem reduzir as tarifas de energia em 6,34% para os consumidores atendidos pelas distribuidoras, como os residenciais. Em outros cenários, os efeitos podem variar de 5,10% a 7,365%.

"Em nenhum momento se pensou em transferir esse encargo para o consumidor ", afirmou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

RAIO-X DO ORÇAMENTO

Fundo eleitoral, emendas do relator e reajuste dos servidores: 3 pontos do Orçamento para 2022 que mexem com a bolsa esta semana

Entre emendas parlamentares superavitárias e reajuste dos policiais federais, o Orçamento deve ser publicado no Diário Oficial na segunda-feira (24)

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir