Menu
2021-06-11T18:05:23-03:00
Estadão Conteúdo
produção em dobro

Mesmo sem IPO, Vittia inaugura fábrica e prevê avanço

Investimentos em aumento da capacidade são parte dos planos do Vittia de manter um ritmo de crescimento nos próximos anos, em alguns casos acima da média dos mercados em que atua

11 de junho de 2021
18:05
IPOs
Imagem: Shutterstock

O Vittia, grupo de São Joaquim da Barra (SP) que produz inoculantes, defensivos biológicos e fertilizantes especiais, concluiu investimentos de R$ 100 milhões em uma nova fábrica de produtos biológicos, a maior da América Latina.

Com a unidade, o grupo mais do que dobra sua capacidade de produção desses insumos, o suficiente para suprir a demanda no País neste ano e em 2022, disse ao Broadcast Agro (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) o diretor de marketing do grupo, José Roberto Pereira de Castro.

"A nova fábrica está em uma área contígua à nossa unidade principal e terá capacidade produtiva de 5 milhões de litros/quilos de produtos biológicos por ano, como inseticidas, nematicidas, fungicidas e inoculantes. Levamos para a unidade soluções que estão na fronteira do conhecimento no que se refere a manejo de culturas, e que contribuirão para a sustentabilidade da produção agrícola", explicou.

Até então, a produção de defensivos biológicos do Vittia estava dividida entre São Joaquim da Barra (SP) e Uberaba (MG), sede da Biovalens, empresa de controle microbiológico de pragas e doenças, adquirida pelo Vittia em 2017.

Agora, toda a produção ficará concentrada no interior paulista. A unidade de Uberaba, que funcionava num imóvel alugado, está sendo desativada, segundo ele. Junto com a nova fábrica, o Vittia construiu também um novo Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&DI).

Os investimentos em aumento da capacidade são parte dos planos do Vittia de manter um ritmo de crescimento nos próximos anos, em alguns casos acima da média dos mercados em que atua. Aquisições de novas empresas e a oferta inicial de ações (IPO) - colocada em segundo plano temporariamente - também integram a estratégia.

Entre 2014 e 2020, o faturamento do Grupo Vittia cresceu 169%, chegando a R$ 576 milhões no ano passado, 20% acima dos R$ 479 milhões de 2019.

Sem dar detalhes, o executivo disse ser "possível" alcançar um incremento superior aos 20% neste ano, em virtude da incorporação das operações das duas empresas adquiridas no segundo semestre de 2020, Vitória Fertilizante, de Patos de Minas (MG), de fertilizantes organominerais à base de resíduos animais, e JB Biotecnologia, de Paraopeba (MG), focada em agentes macrobiológicos (insetos predadores) para o controle de pragas. Segundo ele, a Vittia está investindo em expansão da capacidade fabril das empresas adquiridas e também busca áreas para comprar, que abrigarão novas instalações fabris.

A estratégia de expansão em 2021 e nos próximos anos passa ainda por aumento constante da rede de distribuição de insumos da companhia. Hoje, o Vittia possui distribuição nacional por meio de 54 cooperativas e 474 revendas agrícolas.

De acordo com o diretor de marketing, o Grupo Vittia continua aberto ao plano de realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO), mas isso não deve ocorrer "no curtíssimo prazo".

"Não temos conversado nada sobre IPO para o futuro próximo, mas é uma possibilidade que existe, caminhamos para uma economia em que muitas empresas de certo porte vão nesta direção. Nós estamos abertos, mas não deve acontecer no curto prazo (considerando as próximas janelas de emissões de 2021)", disse.

Em abril, o Vittia comunicou ao mercado o cancelamento do pedido de análise de IPO, cujo prospecto preliminar havia sido protocolado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em novembro do ano passado. O valor da oferta, na época, era de aproximadamente R$ 572,5 milhões.

Castro explicou que não havia "senso de urgência" para fazer a captação no início do ano e que a companhia entendeu que as condições não eram favoráveis à operação por conta da pandemia e do cenário político e econômico.

Sobre o possível IPO no futuro, Castro disse que a companhia está "absolutamente convencida" da consistência do seu desenvolvimento e valor de seus ativos.

"Alguns dos nossos investimentos do passado estão em fase de maturação, como a Biovalens, e entendemos que o tempo é nosso aliado. Cada vez mais a empresa vai se tornar atrativa

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ESTRADA DO FUTURO

Duas (e mais duas) formas de ganhar dinheiro com ações tech

Existe um elemento em comum entre as big tech que as fizeram crescer tanto nas últimas duas décadas. Será que você acerta qual é?

atenção, acionista

Carrefour paga R$ 175 milhões em juros sobre capital próprio e altera valor de dividendos

Cifra equivale a R$ 0,088148225 por ação em circulação; também anunciou uma modificação do valor por ação dos dividendos aprovados em abril, de R$ 0,382372952 para R$ 0,382361396

maior apetite por risco

Empresas do Brasil captam US$ 4,6 bilhões; montante deve aumentar com ofertas de Stone e Light

Emissores brasileiros haviam paralisado planos de captar no exterior nos últimos meses, em meio à turbulência interna com a pandemia e o aumento do juro norte-americano

em meio ao aumento de consumo de frango

SuperFrango, de Goiás, retomará IPO de R$ 1 bilhão

Após resolver adiar a operação, a empresa fará uma apresentação mais cuidadosa de seu negócio aos analistas; oferta é estimada entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão

levantamento

Estatais descumprem critérios do marco do saneamento

GO Associados calculou que as companhias públicas do Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Maranhão, Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Rondônia e Amapá não atendem a todos os critérios da “etapa 1” do decreto – que prevê o cumprimento de índices mínimos dos indicadores econômicos-financeiros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies