Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-21T14:46:41-03:00
Rafaella Bertolini
De volta aos holofotes

Gravadora Universal, de Taylor Swift, Drake e Lady Gaga, dispara em estreia na Bolsa

Ações da empresa fonográfica subiam mais de 30% em relação ao preço de estreia, estabelecido em 18,50 euros. O grupo é responsável por nomes como Taylor Swift e Lady Gaga

21 de setembro de 2021
12:52 - atualizado às 14:46
Taylor Swift
Além de Taylor Swift, empresa está por trás de nomes como Ariana Grande, Queen, Bob Dylan e os Beatles / Imagem: Divulgação

A gravadora Universal Music Group (UMG) está estreando hoje na bolsa com direito a flashes e tapete vermelho.

Mal havia começado o pregão e os papéis da companhia já eram negociados em alta de 38%, a 25 euros por ação.

Mantendo sob seu guarda-chuva grandes nomes do mundo pop, como Taylor Swift, Drake e Lady Gaga, a Universal despertou o otimismo dos investidores, recolocando a indústria fonográfica sob os holofotes depois de aproximadamente duas décadas de incertezas.

Negociada na bolsa de Amsterdã (Euronext Amsterdã), a alta dos papéis atribui à gravadora um valor de mercado de 45 bilhões de euros, ou US$ 52,75 bilhões.

The Big 3

A Universal é uma das maiores empresas musicais do mundo e domina a indústria fonográfica como parte das “Três Grandes” gravadoras, ao lado do Warner Music Group e da Sony Music. 

A companhia mantém negócios em mais de 60 países, e está por trás de vários nomes influentes da música, incluindo Ariana Grande, Queen, Bob Dylan e os Beatles — responsáveis pelo “voto de confiança” por parte dos investidores. 

Novos tempos 

Os últimos anos foram penosos para grandes gravadoras como a Universal, com a consolidação dos serviços de streamings e a acentuada redução do consumo de música em mídias físicas, principalmente CDs.

A constante mudança na forma de se consumir música impactou diretamente nas vendas dos produtos, o que levou as gravadoras a repensarem suas atuações. 

A Universal Music passou a concentrar sua estratégia na presença cada vez maior de seus artistas sob contrato nas plataformas digitais, potencializando o recebimento de royalties com o objetivo de aumentar tanto a receita quanto os lucros da companhia.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Clube do livro

Um passeio entre chás, sementes e cerveja: como “Uma Senhora Toma Chá…” conta a história da estatística moderna de maneira descomplicada

O livro de David Salsburg te convida a conhecer o pouco mais de um dos campos mais necessários para o melhor entendimento do mundo das finanças, e claro, da ciência

A bolsa como ela é

Onde as fake techs não têm vez: mercado não tem mais espaço para empresa que não gera valor de verdade

Com alta dos juros, quem não gerar caixa suficiente para remunerar o investidor em 16% ao ano está, em bom português, no sal

Ora, pois

Bradesco deve abrir base em Portugal para ‘seguir’ milionários brasileiros

Movimento de migração de famílias clientes do segmento private do banco após a pandemia levou à retomada dos estudos para entrar no mercado lusitano

De volta aos dois dígitos

Mercado já vê juros de até 11% em 2022

Drible no teto de gastos gerou movimento generalizado nas instituições financeiras para revisar para cima suas projeções para a taxa de juros

Óleo e gás

3R Petroleum (RRRP3) certifica reservas provadas de 185,1 milhões de barris

Companhia divulgou resultado da certificação de reservas do Campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, cuja participação foi adquirida da Petrobras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies