Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-08-04T20:32:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
"'mulan" no disney+

Disney dobra a aposta em serviço de streaming após prejuízo de quase US$ 5 bilhões

Empresa vai lançar o live-action “Mulan” na plataforma de streaming Disney+ e anunciou novo serviço internacional para 2021

4 de agosto de 2020
20:32
Disney — Cartaz do live-action "Mulan"
Imagem: Shutterstock

A Walt Disney está dobrando a aposta no serviço de streaming da companhia, depois de registrar perda trimestral de quase US$ 5 bilhões nesta terça-feira (4), em meio a uma pandemia que paralisou seus parques temáticos, produções ao vivo e linhas de cruzeiro.

A Disney reportou um prejuízo líquido de US$ 4,72 bilhões no terceiro trimestre fiscal. O lucro por ação foi de US$ 2,61, em comparação com o lucro por ação de US$ 0,79 no mesmo trimestre do ano anterior.

A perda ocorreu em grande parte devido a ajuste de US$ 4,95 bilhões que a Disney assumiu como resultado da pandemia e da mudança dos hábitos em relação à mídia em todo o mundo.

A empresa disse que o impairment — ajuste contábil realizado como resultado de uma mudança no nível de preços de ativos que uma empresa mantém em estoque — reflete os impactos da pandemia e da "mudança contínua da distribuição de filmes e televisão do licenciamento de canais lineares para um modelo de negócios direto ao consumidor nos negócios do International Channel".

Com o ajuste a essa cobrança e a outros fatores, a Disney registrou lucro líquido de US$ 0,08 por ação, comparado a US$ 1,34 por ação há um ano. A receita caiu 42%, para US$ 11,78 bilhões, ante os US$ 20,25 bilhões registrados no ano anterior.

Mas outra novidade chamou a atenção. A Disney anunciou em teleconferência à tarde que seu há muito esperado live-action "Mulan" será lançado no Disney +, como uma opção pay-per-view. A Disney cobrará US$ 29,99 nos Estados Unidos para exibir o filme no seu serviço de streaming de assinatura a partir de 4 de setembro — com preços semelhantes em outros países nos quais o filme será oferecido. O filme será lançado nos cinemas dos países onde as instalações estão abertas.

"Vemos isso como uma oportunidade de levar esse filme incrível a um amplo público atualmente incapaz de ir às salas de cinema, além de aumentar ainda mais o valor e a atratividade de uma assinatura Disney +", disse o CEO Bob Chapek na teleconferência.

A medida poderia ajudar a Disney a gerar receita em um período pouco fértil, e é outro prego no caixão dos períodos de "janela", que só permitiram que novos filmes fossem exibidos nos cinemas nos primeiros 75 dias, já que a Disney passará completamente por cima dos cinemas em na maior parte do mundo com um dos lançamentos mais esperados do ano.

Chapek também disse que a Disney agora espera lançar um novo serviço de streaming internacional sob sua marca Star em 2021, buscando capitalizar suas participações em conteúdo com um novo pacote.

"Espelhando a estratégia que seguimos com sucesso com a Disney +, a oferta estará enraizada no conteúdo que possuímos dos mecanismos de produção e bibliotecas prolíficos e aclamados pela crítica da ABC Studios, Fox television, FX, Freeform, 20th Century Studios e Searchlight", disse Chapek. “Em muitos mercados, a oferta será totalmente integrada à nossa plataforma Disney + estabelecida, tanto da perspectiva de marketing quanto da tecnologia, e será distribuída sob a marca Star, que foi utilizada com sucesso pela empresa para outros lançamentos de plataformas de entretenimento em geral, particularmente com Disney + Hotstar na Índia. ”

As ações da Disney inicialmente caíram 2% nas negociações após o horário comercial, mas saltaram para um ganho de cerca de 5% após os anúncios sobre os serviços de streaming gêmeos. As ações da Disney caíram 19% este ano, enquanto o índice S&P 500 tem ganhos de 2% em 2020.

*Com informações da Broadcast e do MarketWatch

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

RadioCash

Para Gustavo Loyola, ex-presidente do Banco Central, crescimento do PIB em 2022 será praticamente zero

Em entrevista ao podcast RadioCash, o economista deu sua opinião sobre a atual política monetária do BC, a situação do câmbio e afirmou que o cenário está difícil para reformas

MERCADOS HOJE

Ibovespa e bolsas globais colocam problemas com Evergrande de lado e buscam recuperação após tombo da véspera; dólar recua

A incerteza em torno dos problemas financeiros da gigante chinesa Evergrande persistem, mas as bolsas globais buscam recuperação após as perdas da véspera. Ibovespa monitora discurso de Bolsonaro na ONU

cautela nas alturas

O que mexe com o bitcoin (BTC) hoje: cautela antes da fala de presidente da CVM americana e Evergrande pressionam mercado de criptomoedas

Além disso, a cautela pré-Fed também deve limitar os ganhos. Enquanto isso, El Salvador segue comprando BTC e já acumula US$ 30 bi em criptomoedas

Acompanhe ao vivo

Moderado ou radical? Acompanhe o discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da 76ª Assembleia-Geral da ONU

Por tradição, discurso inaugural dos ‘debates’ cabe ao representante brasileiro

Novidade nos ares

Gol (GOLL4) assina acordo com Avolon para aquisição de 250 aeronaves eVTOL; previsão de início de operação é em 2025

Documento aponta que o contrato esta em linha com a estratégia da companhia em abrir rotas para mercados domésticos pouco atendidos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies