Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-26T19:16:03-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Propaganda nas ruas

Eletromidia compra a Ótima e vai te fazer companhia enquanto o ônibus não chega

A Eletromidia fez a primeira aquisição desde o IPO e comprou 75% da Ótima, responsável pelos painéis de propaganda dos pontos de ônibus em SP

26 de julho de 2021
10:41 - atualizado às 19:16
Eletromidia Ótima painel ônibus
Ponto de ônibus na Avenida Paulista, em São Paulo, com painéis de publicidade da Ótima - Imagem: Shutterstock

Todo mundo já viveu o dilema do ponto de ônibus: você está lá, esperando no ponto, e nada dele passar. O tempo está cada vez mais apertado, mas a condução não aparece. E, se você estiver em São Paulo, é capaz que sua única companhia nesse calvário seja o onipresente painel de publicidade da Ótima — que, agora, pertence à Eletromidia.

Numa transação anunciada nesta manhã, a pioneira no setor de propaganda digital na bolsa anunciou a compra de 74,65% da Ótima, empresa que, desde 2013, detém os direitos de exploração dos painéis anexos às paradas de ônibus em São Paulo.

Ela também possui projetos semelhantes em mobilidade urbana no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador. O valor da operação? R$ 416,8 milhões, a serem pagos pela Eletromidia em dinheiro — R$ 357 milhões à vista e o restante a prazo.

Os outros 25,35% da Ótima ficarão com a RuasInvest Participações, que já era acionista da empresa; o Grupo Bandeirantes de Comunicação e a Kalitera venderam a totalidade de suas fatias à Eletromidia.

Essa é a primeira aquisição da Eletromidia desde que abriu seu capital, em fevereiro deste ano — na ocasião, a empresa colocou R$ 700 milhões no caixa. De lá para cá, as ações ON (ELMD3) acumulam ganhos de 23%.

Quer saber quais as perspectivas para a bolsa no segundo semestre desse ano? É só clicar no vídeo abaixo, feito especialmente pelo Seu Dinheiro para você:

Uma compra Ótima

Analisando o racional da operação, a compra da Ótima faz bastante sentido para a Eletromidia: a empresa possui pouca exposição ao setor de publicidade em vias públicas em São Paulo — na cidade, ela é mais atuante em metrôs, trens e prédios comerciais.

E, é claro, vale lembrar: São Paulo é o principal mercado de publicidade e propaganda do país.

Naturalmente, há ganhos de escala e sinergia envolvidos na compra. Agora sob administração da Eletromidia, os painéis de propaganda dos pontos de ônibus da capital devem ser modernizados e digitalizados — boa parte deles ainda usa a tecnologia tradicional com folhas de papel que devem ser trocadas manualmente.

Painéis digitais trazem uma série de vantagens ao mercado publicitário, desde a redução de custos com a equipe de manutenção até a customização das peças a serem veiculadas, tanto por região quanto por horário — uma maneira de elevar a rentabilidade dos espaços.

Dito isso, a Eletromidia projeta que o Ebitda (o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Ótima poderá chegar a R$ 107,2 milhões em 2022. Tomando esse número como base, a compra tem múltiplo EV/Ebitda (o valor da empresa dividido por seu Ebitda em 12 meses) de 6,7x.

Apenas como base de comparação: o EV/Ebitda estimado para a Eletromidia em 2022 é de 14,4x, segundo dados do Trademap. Portanto, os múltiplos da compra da Ótima foram bastante atraentes.

Onde Investir no 2o semestre de 2021

Baixe já o seu!

Conquiste a sua medalha de investidor com as nossas dicas de onde investir no segundo semestre de 2021 neste ebook gratuito.

Eletromidia: aposta na retomada

A Eletromidia foi bastante afetada pela dinâmica da pandemia: com menos pessoas circulando, os preços dos espaços publicitários caíram bastante — uma realidade que ficou clara no primeiro trimestre deste ano.

A receita bruta da companhia somou R$ 70,3 milhões, queda de 42,6% em relação aos primeiros três meses de 2020, período em que a Covid-19 ainda não tinha provocado restrições tão severas. O prejuízo líquido foi de R$ 16,3 milhões, revertendo os ganhos de R$ 2,7 milhões vistos há um ano.

Com os R$ 700 milhões do IPO, no entanto, a Eletromidia tem uma situação bastante confortável na gestão do endividamento: ao fim do primeiro trimestre, a companhia tinha caixa líquido de R$ 37 milhões.

Assim, a compra em dinheiro da Ótima não traz maiores pressões às métricas de endividamento da Eletromidia, que aposta na retomada da economia para voltar a expandir as receitas com os painéis publicitários.

Na bolsa, as ações ON da companhia abriram o pregão desta segunda-feira (26) em alta e chegaram a bater os R$ 23,00 (+5%), cravando uma nova máxima intradiária. Ao final do pregão, os papéis fecharam com ganho de 1,78%, a R$ 22,30.

IPos em 2021
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Na onda do minério

Mercado Livre (MELI34) ultrapassa Vale (VALE3) e se torna a empresa mais valiosa da América Latina

A gigante de comércio eletrônico argentina conquistou o posto após a mineradora brasileira perder R$ 43,6 bilhões em valor de mercado na última semana

Vídeos

Investir em IPOs vale a pena? Saiba as causas dessa febre do mercado

O ano de 2021 está mostrando a força do setor dos IPOs. São diversas empresas que abriram seu capital e fizeram sua oferta primária. Matheus Spiess, analista da Empiricus, explica neste vídeo sobre este cenário. Confira

desaceleração a caminho

Renda fixa: Por que a Evergrande derruba o Ibovespa, mas alivia o mercado de juros

Desempenho é oposto ao que se poderia esperar quando há pânico no mercado, diz especialista; contratos DIs para janeiro de 2022 caem de 7,09% para 7,08%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies