Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-20T17:23:13-03:00
Estadão Conteúdo
Desencontro acadêmico perdoado

Eike Batista é absolvido pela CVM em processo sobre ‘inconsistências’ no currículo

A farsa do fundador do Grupo X, que se apresentava com diferentes credenciais para cada uma das empresas, foi descoberta após sua prisão

20 de abril de 2021
17:23
Eike Batista
Imagem: Lula Marques/Agência PT

Acusado de prestar informações desencontradas sobre sua formação acadêmica às empresas X, o empresário Eike Batista foi absolvido por unanimidade pelo colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

O relator do caso, diretor Alexandre Rangel, destacou que não foi demonstrado como a escolaridade de Eike poderia ter desempenhado um papel relevante na tomada de decisão dos investidores ou no exercício de direito de voto dos acionistas.

A qualificação apresentada pelo empresário, que atuou como diretor e conselheiro em várias das empresas citadas - MMX, OGX, CCX, Prumo (antiga LLX), OSX, Eneva (ex-MPX) e EBX -, ia de engenheiro metalúrgico a bacharel ou graduado em engenharia metalúrgica. Em alguns casos, constava que ele "cursou engenharia".

Currículo profissional pesa mais para CVM

Segundo Rangel, a Instrução 480 da CVM não exige esse tipo de informação, menos importante se comparada, por exemplo, à experiência profissional do administrador.

Também foi levado em conta o fato de que o fundador do Grupo X declarava publicamente que, apesar de ter frequentado o curso de graduação em engenharia metalúrgica na Universidade de Aachen, na Alemanha, nos anos de 1977 a 1979, não se formou.

"Não identifiquei nos autos um conjunto consistente, convergente e robusto de indícios robustos que tenham demonstrado que a informação equivocada tenha sido disponibilizada pelo acusado, induzindo as companhias a erro", disse Rangel em seu voto, no qual destacou a importância dos princípios da razoabilidade e da proporcionalidade.

O diretor da CVM pontuou ainda que Eike não ocupava cargos de presidente ou diretor de Relações com Investidores, responsáveis por garantir que as informações prestadas pelas companhias ao mercado sejam fidedignas.

Advogado indica perseguição

O advogado de Eike Batista, Julio Dubeux, defendeu que ele atraía investidores para suas companhias não por ser (ou não) engenheiro metalúrgico, mas pela credencial de empresário de sucesso. 

"Será que estaríamos aqui hoje para julgar informações imprecisas prestadas sobre a escolaridade de um administrador, se o acusado não fosse Eike Batista?", questionou, afirmando que o caso teria sido arquivado "com um mero ofício de alerta" caso o alvo não fosse seu cliente.

Prisão apontou holofote para o currículo

Em biografia publicada em 2011, Eike diz que interrompeu a faculdade "ainda na metade" do curso. A discussão sobre o currículo do empresário entrou nos holofotes em 2017, quando ele foi preso pela primeira vez.

O ex-bilionário foi levado para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio, onde dividiu espaço com outros seis presos da Operação Lava Jato que não tinham diploma.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies