Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-15T18:43:57-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
EXPANDINDO

Dasa anuncia aquisição de hospital de referência do Maranhão

Rede de medicina diagnóstica realiza aquisições e prepara re-IPO em meio à intensificação da disputa no mercado de saúde

15 de março de 2021
8:41 - atualizado às 18:43
dasa são domingos
Imagem: Divulgação

A Diagnósticos da América (Dasa), uma das principais redes de medicina diagnóstica do país, anunciou nesta segunda-feira (15) a aquisição do São Domingos, hospital de referência de São Luís, Maranhão. A informação foi antecipada pelo site “Brazil Journal”.

O acordo prevê o pagamento de R$ 400 milhões em dinheiro e o repasse de 12,5 milhões em ações da companhia. Considerando a cotação em que os papéis fecharam na sexta-feira (12), de R$ 155,00, a operação totaliza R$ 2,3 bilhões, mas a Dasa informou que o valor está sujeito a ajuste com base na variação de dívida líquida do hospital.

Segundo o “Brazil Journal”, o hospital tem atualmente 380 leitos, mas o número alcançará 500 com a inauguração de um novo prédio. Uma das fontes disse que o São Domingos prevê um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 130 milhões a R$ 140 milhões para 2021.

A aquisição ocorre enquanto a Dasa, controlada pela família Bueno, fundadora da Amil, prepara um re-IPO. A empresa já engajou Bradesco BBI, BTG Pactual, BofA, Credit Suisse, Morgan Stanley, Safra, Santander Brasil e Banco Itaú BBA para coordenarem a operação.

Trata-se de um re-IPO porque a Dasa já é listada na bolsa, mas apenas 2,5% do seu capital social é negociado no mercado. As ações são listadas sob o código DASA3.

A Dasa está indo em busca de novos recursos e realiza novas aquisições enquanto vê seus principais concorrentes se movimentando para adquirir novos hospitais e clínicas, de olho na liderança do setor de saúde brasileiro.

A Rede D’Or (RDOR3) abriu o seu capital no ano passado, levantando R$ 11,4 bilhões. A empresa chegou à B3 avaliada em cerca de R$ 112 bilhões e está em busca de garantir sua posição como maior grupo hospitalar do país.

Para não ficarem para trás, a Hapvida (HAPV4) e a NotreDame Intermédica (GNDI3) anunciaram que chegaram a um acordo para deixarem de brigar entre elas por ativos e combinarem os negócios, em transação que deve criar a maior operadora de saúde do país.

Além de ser dona das redes de medicina diagnóstica Delboni e Lavoisier, a Dasa também atua no segmento hospitalar. No ano passado, ela adquiriu a rede de hospitais Leforte, em São Paulo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies