Menu
2021-01-18T18:16:29-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
na b3

Bemobi, clube de assinatura de aplicativos, pode levantar R$ 1 bi em IPO

Empresa precifica os papéis no dia 8 de fevereiro; companhia, que faz parte de grupo norueguês, vende assinaturas de apps, soluções de “micro finanças”, entre outros

18 de janeiro de 2021
15:43 - atualizado às 18:16
83301148_2818405951545822_763557134104264704_o
Imagem: Bemobi / Divulgação

A Bemobi Mobile, um clube de assinaturas de aplicativos, pode levantar R$ 1,012 bilhão na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que deve ser realizada na B3 neste ano.

O valor considera a média da faixa indicativa: R$ 20,35. A empresa planeja uma distribuição primária de 49,7 milhões de ações, mas pode realizar uma distribuição secundária de até 17,4 milhões de papéis, em uma eventual oferta adicional e suplementar.

A Bemobi, que faz parte do grupo norueguês Otello Corporation, prevê precificar a oferta em 8 de fevereiro. A estreia das ações seria no dia 10, sob o ticker BMOB3. A oferta é realizada no Brasil sob coordenação do BTG Pactual, Morgan Stanley, XP Investimentos e Itaú BBA.

O negócio

Atualmente, em 37 países, a empresa oferece três principais serviços:

  • Assinaturas de apps e jogos (principal frente de negócio, com 200 parceiros de conteúdo, incluindo Disney);
  • Soluções de micro finanças, como venda de recarga com pagamento eletrônico;
  • Comunicações - como conversão de chamadas de voz em texto baseado em inteligência artificial.

No fim de setembro, a companhia tinha 34,6 milhões de assinantes e uma receita líquida anual finalizado naquele mês de R$ 177,8 milhões e Ebitda de R$ 67,0 milhões, representando uma margem de 37,7%.

A geração de caixa ajustada foi de R$ 56,1 milhões. Em dezembro de 2019, a empresa não possuía empréstimos e financiamentos, mas apresentava um passivo circulante total no valor de R$ 19,9 milhões.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

via de mão dupla

PEC do auxílio tem de ter contrapartida, diz Funchal

“Se essa PEC não andar com as contrapartidas, o vulnerável que vai ter o benefício hoje será o desempregado dos próximos anos”, diz Funchal.

Mudanças a caminho

Se PEC for aprovada, 14 Estados já podem congelar salário de servidor

Pela proposta, as medidas de ajuste seriam acionadas sempre que as despesas obrigatórias primárias excedessem 95% das receitas correntes.

Décimo Andar

[Vídeo] O que aconteceu (e acontecerá) com os fundos imobiliários?

Tijolos, argamassa, tinta e cimento. É nisso que investem pessoas que tem fundos imobiliários? Não exatamente. Os empreendimentos como shoppings, escritórios e lojas é que geram valor a esses materiais. E com a pandemia de covid-19, diversos desses estabelecimentos acabaram entregando as chaves, o que provocou um certo desconforto no setor imobiliário. Acompanha o comentário […]

Crise

Vendas do comércio encerram 2020 com queda histórica de 12,2%, diz Serasa

Essa é a maior retração de toda a série, iniciada em 2001.

o que está acontecendo?

5 pontos para entender o resultado e a reação ao PIB do 4º trimestre

Atividade fecha com pior queda da história em 2020, mas vem acima do esperado, só que bolsa está caindo; confira os motivos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies