2021-03-18T19:09:00-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
foi mal

Analistas demonstram pessimismo com as perspectivas da Yduqs para 2021

Resultados do quarto trimestre e de 2020 foram duramente prejudicados pela pandemia, e analista não veem situação melhorando em 2021

18 de março de 2021
12:51 - atualizado às 19:09
Sala de aula com alunos e professor Ânima Cogna Yduqs
Imagem: Shutterstock

O ano passado foi bastante duro para todo mundo, mas algumas empresas e setores sentiram os efeitos da crise da covid-19 muito mais que outros.

Um dos segmentos mais atingidos foi o de educação. As medidas de combate à pandemia forçaram o fechamento de escolas e universidades. A situação foi parcialmente compensada pela tecnologia, impulsionando o ensino a distância (EAD), mas a maioria não estava preparada para uma guinada tão forte em suas atividades.

A Yduqs (YDUQ3) foi um dos nomes que penou em 2020, como pode ser visto no balanço do quarto trimestre, divulgado na quarta-feira (17) à noite. O desempenho decepcionou o mercado e aponta para mais um trimestre de dificuldades por conta da pandemia de covid-19.

O que aconteceu?

A dona da rede de faculdades Estácio fechou os últimos três meses de 2020 com um prejuízo de R$ 102,6 milhões, revertendo o lucro de R$ 58,1 milhões do mesmo período de 2019, ainda que a receita tenha crescido 14,4%, para R$ 963 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) caiu 51%, a R$ 114,2 milhões.

No acumulado do ano, a companhia registrou uma queda de 85% no lucro líquido, para R$ 98,2 milhões, enquanto a receita cresceu 8%, para R$ 3,58 bilhões, e o Ebitda recuou 29%, a R$ 895,3 milhões.

Segundo a empresa, além dos efeitos diretos da pandemia, como a necessidade de aplicar descontos nas mensalidades em função da promulgação de leis e liminares para evitar reajustes, também exerceram forte pressão sobre o desempenho itens não recorrentes ligados à própria pandemia ou aos processos de integração dos grupos Adtalem e Athenas e a redução da oferta de financiamento público, pelo Fies.

Falta de perspectiva

A maioria dos relatórios comentando os resultados da Yduqs destaca o forte aumento das despesas com provisão para devedores duvidosos no trimestre, que subiram 89,2%, para R$ 156 milhões – excluindo as aquisições, a alta foi de 72,3%, a R$ 142,1 milhões.

De acordo com a companhia, a alta foi motivada pela redução do número de alunos do Fies, uma vez que o programa garante um fluxo de recursos por ser financiado pelo governo, além da questão da crise econômica, que impactou a arrecadação corrente bem como o patamar de negociações de mensalidades em atraso.

A PDD, somada aos descontos concedidos, apresentou um aumento de 54% em 2020, totalizando R$ 647 milhões, representando 17% da receita líquida de 2020, um crescimento de 5,0 pontos percentuais (p.p) ante 2019.

Para Samuel Alves e Yan Cesquim, do BTG Pactual, este é um ponto preocupante, porque a PDD pode demorar a cair, considerando que a pandemia ainda não terminou.

“Os baixos resultados do quarto trimestre são um testemunho do fato que o atual cenário pode ser realmente duro para nomes de educação como Yduqs, e nós não vemos nenhum ponto claro de inflexão no curto prazo”, diz trecho do relatório. A recomendação para as ações está em neutro e o preço-alvo em R$ 30,00.

Os analistas Mauricio Cepeda e William Barranjard, do Credit Suisse, também citaram a questão da PDD como um ponto negativo e destacaram ainda a questão do baixo número de novas matrículas. A base de estudantes cresceu 34% em 2020 porque considera os efeitos das aquisições. Em termos orgânicos, o número de alunos presenciais caiu 7,4%.

O ponto positivo, para eles, foi o crescimento de 50% de pessoas inscritas em cursos de ensino a distância (EAD).

“Para nós, os efeitos da pandemia continuarão impactando o ensino superior em 2021. Vai demorar para os fundamentos de crescimento da Yduqs sejam totalmente refletidos nos resultados. Mesmo assim, continuamos a acreditar no potencial de geração de caixa da companhia, apesar do cenário adverso”, diz trecho do relatório. O banco recomenda a compra das ações, com preço-alvo de R$ 38,00.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

A Petrobras (PETR4) está a dois dias de ‘fechar as portas’ para os super dividendos: você tem até 11 de agosto — descubra se vale a pena comprar as ações para embolsar a bolada

9 de agosto de 2022 - 11:28

Depois do dia 11 de agosto, quem comprar as ações da Petrobras (PETR4) não terá mais direito à bolada de dividendos que a petroleira pagará; a analista Larissa Quaresma responde se comprar os papéis só pra receber a grana vale a pena

Market Makers

Precisamos falar de múltiplo: Saiba como identificar se uma ação está barata na bolsa

9 de agosto de 2022 - 9:34

Existem três formas de ganhar dinheiro com ações. Uma delas é com o crescimento do lucro por ação. Mas é preciso interpretar corretamente o múltiplo Preço/Lucro (P/L) de uma empresa

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: De olho em ata do Copom e inflação, Ibovespa opera próximo do zero a zero; dólar vira e passa a subir

9 de agosto de 2022 - 9:12

RESUMO DO DIA: Os investidores permanecem de olho nos dados de inflação dos Estados Unidos, divulgados na próxima quarta-feira (10). Por aqui, o Ibovespa reage aos dados do IPCA de julho e nas disputas políticas antes do início da campanha eleitoral oficial. Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucro acima de 9% em swing trade com a Helbor (HBOR3); confira a recomendação

9 de agosto de 2022 - 8:26

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Helbor (HBOR3). Saiba mais detalhes

O melhor do Seu Dinheiro

Os sons do silêncio nas bolsas: Saiba como interpretar os ruídos dos mercados que mexem com os seus investimentos hoje

9 de agosto de 2022 - 8:24

De olhos e ouvidos atentos aos dados da inflação, investidores os juntarão ao quebra-cabeças da ata da última reunião do Copom

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies