O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-12-30T18:59:33-03:00
Guilherme Valle
NO APAGAR DAS LUZES

Ações da Neoenergia (NEOE3) caem forte com anúncio (atrasado) de pagamento de royalties para a Iberdrola; entenda

A companhia, que atua nos setores de geração, distribuição e comercialização de energia, vai remunerar a controladora espanhola pelo uso da marca. A demora em tornar a decisão pública mexeu com o humor do mercado

30 de dezembro de 2021
16:48 - atualizado às 18:59
Cerimônia do IPO da Neoenergia
O contrato para pagamento dos royalties tem prazo de duração de 10 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período sempre que as duas partes desejarem. Imagem: Vinícius Pinheiro/Seu Dinheiro

A Neoenergia (NEOE3) trouxe uma surpresa nem um pouco agradável aos acionistas no apagar das luzes de 2021. A empresa de energia anunciou, em comunicado enviado ao mercado, que irá pagar royalties pelo uso da marca de sua controladora, a espanhola Iberdrola.

Além do momento, a forma como a Neoenergia fez o anúncio também despertou polêmica. A companhia optou por apresentar um formulário sobre transação com parte relacionada e não um fato relevante para comunicar a decisão, que foi tomada pelo conselho de administração em março.

Vale lembrar que a Neoenergia faz parte do Novo Mercado, segmento da B3 com regras mais rigorosas de governança corporativa.

O desempenho das ações da companhia hoje na bolsa dá uma medida da insatisfação dos investidores. Em dia de alta do Ibovespa, os papéis da Neoenergia (NEOE3) fecharam em baixa de 5,04%, a R$ 16,20.

Segundo a última demonstração financeira completa registrada junto à CVM, a Iberdrola detém 51,04% das ações da Neoenergia, e a Previ detém 30,29%. Praticamente todo o restante circula no mercado. 

O quadro societário leva à formação de um conselho de treze representantes titulares e dez membros suplentes, com mandato de dois anos cada um. Sete são indicados pela Iberdrola, três pela Previ e três são membros independentes.

Quanto a Neoenergia vai pagar

O valor devido pela companhia brasileira será equivalente a 0,9% da receita operacional líquida ajustada de cada uma das licenciadas. O montante desconsidera custos como compra de energia, combustível e construção. Ainda está previsto um valor mínimo de royalties que corresponde a 0,25% da receita operacional líquida de cada uma das licenciadas.

O contrato para pagamento dos royalties tem prazo de duração de 10 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período sempre que as duas partes desejarem. Caso a Iberdrola deixe de ter o controle da Neoenergia (NEOE3) o contrato será automaticamente rescindido. 

Haverá pagamento referente ao exercício de 2021, uma vez que a despesa já havia sido autorizada pelo Conselho de Administração da Neoenergia (NEOE3) no dia 15 de março. Contudo, na ata da reunião, registrada na CVM no dia 24 de março, não há menção sobre a decisão.

Segundo o comunicado enviado ao mercado ontem, a transação foi avaliada pela EY e pela Brand Finance, que teriam emitido parecer destacando o impacto positivo do uso das marcas pela companhia brasileira. 

No mesmo comunicado, a Neoenergia (NEOE3) elenca os motivos que teriam embasado sua decisão: a maior identificação da companhia como parte da Iberdrola, a adoção e referência de padrões de qualidade e de padrões comerciais da controladora. Também pesou na avaliação a possibilidade de dedução da despesa dos impostos devidos.

Procurada, a Neoenergia (NEOE3) não comentou o assunto até o momento. A matéria será atualizada com seu posicionamento, caso ela responda.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

FIQUE DE OLHO

Em semana de ata do Fed, destaque no Brasil fica por conta do IPCA-15; confira a agenda completa de indicadores

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa escapa do mau humor em NY e sobe mais de 1% na semana; dólar fica abaixo dos R$ 5

O S&P 500 chegou a entrar oficialmente em “bear market”, mas os estímulos na China salvaram a semana do Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies