Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-30T18:59:33-03:00
Guilherme Valle
NO APAGAR DAS LUZES

Ações da Neoenergia (NEOE3) caem forte com anúncio (atrasado) de pagamento de royalties para a Iberdrola; entenda

A companhia, que atua nos setores de geração, distribuição e comercialização de energia, vai remunerar a controladora espanhola pelo uso da marca. A demora em tornar a decisão pública mexeu com o humor do mercado

30 de dezembro de 2021
16:48 - atualizado às 18:59
Cerimônia do IPO da Neoenergia
O contrato para pagamento dos royalties tem prazo de duração de 10 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período sempre que as duas partes desejarem. Imagem: Vinícius Pinheiro/Seu Dinheiro

A Neoenergia (NEOE3) trouxe uma surpresa nem um pouco agradável aos acionistas no apagar das luzes de 2021. A empresa de energia anunciou, em comunicado enviado ao mercado, que irá pagar royalties pelo uso da marca de sua controladora, a espanhola Iberdrola.

Além do momento, a forma como a Neoenergia fez o anúncio também despertou polêmica. A companhia optou por apresentar um formulário sobre transação com parte relacionada e não um fato relevante para comunicar a decisão, que foi tomada pelo conselho de administração em março.

Vale lembrar que a Neoenergia faz parte do Novo Mercado, segmento da B3 com regras mais rigorosas de governança corporativa.

O desempenho das ações da companhia hoje na bolsa dá uma medida da insatisfação dos investidores. Em dia de alta do Ibovespa, os papéis da Neoenergia (NEOE3) fecharam em baixa de 5,04%, a R$ 16,20.

Segundo a última demonstração financeira completa registrada junto à CVM, a Iberdrola detém 51,04% das ações da Neoenergia, e a Previ detém 30,29%. Praticamente todo o restante circula no mercado. 

O quadro societário leva à formação de um conselho de treze representantes titulares e dez membros suplentes, com mandato de dois anos cada um. Sete são indicados pela Iberdrola, três pela Previ e três são membros independentes.

Quanto a Neoenergia vai pagar

O valor devido pela companhia brasileira será equivalente a 0,9% da receita operacional líquida ajustada de cada uma das licenciadas. O montante desconsidera custos como compra de energia, combustível e construção. Ainda está previsto um valor mínimo de royalties que corresponde a 0,25% da receita operacional líquida de cada uma das licenciadas.

O contrato para pagamento dos royalties tem prazo de duração de 10 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período sempre que as duas partes desejarem. Caso a Iberdrola deixe de ter o controle da Neoenergia (NEOE3) o contrato será automaticamente rescindido. 

Haverá pagamento referente ao exercício de 2021, uma vez que a despesa já havia sido autorizada pelo Conselho de Administração da Neoenergia (NEOE3) no dia 15 de março. Contudo, na ata da reunião, registrada na CVM no dia 24 de março, não há menção sobre a decisão.

Segundo o comunicado enviado ao mercado ontem, a transação foi avaliada pela EY e pela Brand Finance, que teriam emitido parecer destacando o impacto positivo do uso das marcas pela companhia brasileira. 

No mesmo comunicado, a Neoenergia (NEOE3) elenca os motivos que teriam embasado sua decisão: a maior identificação da companhia como parte da Iberdrola, a adoção e referência de padrões de qualidade e de padrões comerciais da controladora. Também pesou na avaliação a possibilidade de dedução da despesa dos impostos devidos.

Procurada, a Neoenergia (NEOE3) não comentou o assunto até o momento. A matéria será atualizada com seu posicionamento, caso ela responda.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

PRECAUÇÃO EXTRA

Cautela demais atrapalha os negócios? Não para o Bradesco (BBDC4): banco cria nova vice-presidência focada na gestão de riscos

A nova vertical abrangerá as áreas de compliance, conduta, ética e demais setores ligados à gestão de ameaças corporativas

FECHAMENTO DOS MERCADOS

Ibovespa ignora tensão pré-Fed e sobe mais de 2%, fechando no melhor nível desde outubro; dólar volta aos R$ 5,43

O dia tinha tudo para ser como ontem, mas o Ibovespa encontrou forças para voltar aos 110 mil pontos e recuperar as perdas da semana

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) sobe forte e apaga parte da queda brusca na semana; veja como operam as principais criptomoedas do mercado

Como outros ativos do risco, a moeda digital também foi afetada pelas tensões entre entre Ucrânia e Rússia nos últimos dias, mas encontrou fôlego para avançar hoje

INTERRUPÇÃO TEMPORÁRIA

Banco Central suspende sistema para consulta de dinheiro ‘esquecido’ em bancos; veja o que está por trás do bloqueio

O BC precisou interromper o funcionamento do sistema lançado ontem após enfrentar instabilidades geradas pelo grande volume de acessos

NOVA DEBANDADA?

Mais um técnico da área de Orçamento da Economia deixa cargo e expõe novo desgaste na equipe de Paulo Guedes

O movimento de saída é comum no último ano de governo, mas agora tem ocorrido mais cedo, ainda no primeiro mês de 2022

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies