O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-11-27T15:54:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

27 de novembro de 2021
14:58 - atualizado às 15:54
presidente dos EUA Joe Biden
O presidente Joe Biden pode alterar os planos para o pacote econômico no futuroImagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assumiu o cargo com uma série de planos econômicos para melhor posicionar país para competir no cenário mundial e impulsionar um mercado de trabalho devastado pela pandemia. Após dez meses de mandato, o democrata enfrenta um novo conjunto de desafios econômicos.

O número de americanos em busca de seguro-desemprego caiu para o menor nível em 52 anos na semana passada, os empregos disponíveis estão perto de níveis recordes e os gastos do consumidor estão aumentando. Mas esses avanços econômicos positivos foram complicados por gargalos na cadeia de suprimentos e a maior inflação em três décadas.

Agora, Biden está correndo para mostrar ao público que está agindo para lidar com o aumento dos preços e gargalos em meio à crescente ansiedade entre alguns de seus assessores sobre as consequências políticas que se aproximam das eleições de meio de mandato do próximo ano.

O presidente instruiu seus assessores econômicos mais graduados a se concentrarem nas questões, disseram funcionários da Casa Branca, montando uma força-tarefa interna que rastreia dados granulares, como quantos contêineres estão parados nos portos do país e há quanto tempo eles estão lá.

O governo Biden tem opções limitadas para desacelerar os preços em alta e garantir que os produtos sejam entregues no prazo, disseram economistas e analistas externos. Muitos economistas estão céticos de que os esforços em andamento pela Casa Branca, incluindo a liberação de reservas de petróleo e estimular os portos a operar por mais horas, possam mudar significativamente a trajetória da inflação no curto prazo.

"Eles não têm nenhuma ferramenta fantástica de política à sua disposição" para lidar com os impulsionadores da inflação elevada, disse Josh Bivens, diretor de pesquisa do Instituto de Política Econômica, de tendência de esquerda.

Existem várias causas para o aumento da inflação. A variante delta do coronavírus tem prolongado desequilíbrios que a Casa Branca e muitos economistas esperavam que seriam amenizados. Fábricas e portos no exterior fecharam, limitando o fornecimento de produtos quando os americanos tinham dinheiro para gastar. Enquanto isso, muitos americanos relutam em voltar ao trabalho e outros enfrentam restrições persistentes quanto ao cuidado dos filhos, causando escassez de mão de obra.

Taxas de juros extremamente baixas, refletindo a política do Federal Reserve (Fed), e várias rodadas de estímulo governamental estão contribuindo para a expansão da demanda por bens. A forte demanda e a oferta limitada são uma receita para a inflação.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

PORTFÓLIO DE BILHÕES

Aposta contra a Apple (AAPL34)? Veja as mudanças que Warren Buffett, Michael Burry e investidores de elite fizeram nas carteiras

Esses pesos-pesados do mercado financeiros tomaram decisões surpreendentes no primeiro trimestre; confira as mudanças mais significativas que eles fizeram no período

DO BRASIL PRO MUNDO

Guedes tem encontro com Escobari, da General Atlantic, e vai a jantar do BTG; confira a agenda do ministro em Davos

O banqueiro André Esteves, que em abril voltou ao comando do conselho do BTG Pactual, está participando do evento na Suíça

UMA TECH ATRAENTE

É hora da Locaweb? Saiba por que o Deutsche Bank vê ponto de entrada para as ações LWSA3

Banco alemão atualizou a recomendação para a empresa de neutra para compra e vê potencial de valorização de mais de 50% para os papéis

O QUE VEM POR AÍ

Ata do Fed e IPCA-15: confira a agenda de indicadores da semana aqui e lá fora

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

CAMINHO DO MEIO

Menor rejeição e apoio interno no MDB dão vantagem a Simone Tebet; veja os rumos da senadora da terceira via

Maior desafio, segundo marqueteiros, é torná-la popular: 46% do eleitorado desconhece Simone Tebet, segundo pesquisas recentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies