⚽️ Jogos das quartas-de-final começam a se desenhar; confira os dias da próxima fase

Cotações por TradingView
2021-09-30T00:17:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinações contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

26 de setembro de 2021
18:16 - atualizado às 0:17
Imagem ilustrativa de vacina da Pfizer contra o coronavírus
Imagem ilustrativa de vacina da Pfizer contra o coronavírus. - Imagem: Shutterstock

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse neste domingo (26) que acredita que a vida retornará ao normal dentro de um ano, mesmo que novas variantes de coronavírus continuem a surgir no mundo.

"Eu concordo que dentro um ano seremos capazes de retomar a vida normal", disse Bourla em entrevista à emissora americana ABC News. "Eu não acho que isso signifique que as variantes vão parar de surgir, nem que nós seremos capazes de viver nossas vidas sem vacinação", acrescentou.

Segundo Bourla, provavelmente será necessário se vacinar contra a covid-19 todos os anos, a fim de incluir a proteção contra as variantes que surgirem ao redor do mundo.

"O cenário mais provável para mim - já que o vírus se espalhou pelo mundo todo - é o de que nós continuaremos a ver novas variantes surgirem, e também que nós teremos vacinas que vão durar pelo menos um ano", disse o CEO da Pfizer. "Acho que o cenário mais provável são vacinações anuais. Mas nós não sabemos realmente. Precisamos esperar pelos dados."

CEO da Moderna deu previsão semelhante

Na semana passada, o CEO da farmacêutica Moderna - que, assim como a Pfizer, também desenvolveu uma vacina contra a covid-19 -, Stéphane Bancel, já havia dado previsão semelhante de que a pandemia terminaria "em um ano".

"Se você olhar para a expansão da capacidade de produção da indústria nos últimos seis meses, doses suficientes devem estar disponíveis na metade do ano que vem de forma que todo mundo no planeta possa ser vacinado", disse Bancel ao jornal suíço Neue Zürcher Zeitung, segundo a Reuters.

O CEO da Moderna ainda acrescentou que as pessoas que não se vacinarem acabariam "se imunizando naturalmente" porque a variante delta é altamente transmissível.

"Desta maneira, acabaremos numa situação similar à da gripe. Você pode se vacinar e ter um bom inverno; ou não se vacinar e correr o risco de ficar doente e possivelmente até parar no hospital", acrescentou Bancel.

*Com informações do Business Insider.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

FUTEBOL NA WEB3

Um novo tipo de figurinha: Fifa e Crypto.com anunciam lançamento de NFTs da Copa do Mundo no Catar

5 de dezembro de 2022 - 13:27

FIFA fecha parceria com a Coca-Cola e a plataforma Crypto.com para criar 10 mil artes exclusivas criadas pelo artista Gmunk dedicadas à Copa do Mundo no Catar

DINHEIRO NOVO

Mais uma empresa novata na B3 pede dinheiro aos acionistas e planeja aumento de capital por valor 62% abaixo do IPO

5 de dezembro de 2022 - 12:26

A provedora de serviços de internet Desktop (DESK3) fará um aumento de capital privado de até R$ 300 milhões; ações caem forte na B3

ESTÁGIO E TRAINEE

Natura e Porto Seguro estão com vagas abertas para estágio e trainee; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 2,9 mil

5 de dezembro de 2022 - 12:19

As empresas aceitam candidaturas de estudantes e recém-formados, em diversos cursos; o início está previsto entre janeiro e março de 2023

OPORTUNIDADE NA CRISE

Será a volta por cima? Credit Suisse atrai o interesse de príncipe saudita e de fundo dos EUA

5 de dezembro de 2022 - 12:11

Propostas à nova unidade do Credit Suisse ainda não foram formalizadas, mas totalizaram o equivalente a mais de US$ 1 bilhão, segundo o Wall Street Journal

DESTAQUES DA BOLSA

Construtoras da B3 recuam em bloco hoje: por que a alta dos juros futuros prejudica as ações do setor?

5 de dezembro de 2022 - 12:08

No caso da Even, que registra uma das maiores quedas do setor, pesou também uma notícia corporativa: a renúncia de um de seus diretores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies