Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-28T07:29:28-03:00
Estadão Conteúdo
Segurando os gastos

Bolsonaro, sobre auxílio: nossa capacidade de endividamento está no limite

Além de justificar as decisões sobre os valores do programa social, presidente criticou Lula e descartou intervenção sobre os preços da carne

28 de maio de 2021
7:29
Bolsonaro Imposto de Renda
(Brasília - DF, 07/05/2020) Presidente da República, Jair Bolsonaro. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que a capacidade de endividamento do País, fonte de recursos para uma eventual prorrogação do auxílio emergencial, "está chegando no limite".

"Se você acha que o governo pode se endividar, para dar recurso a você, vai no banco pegar empréstimo. Se não conseguir, pega do agiota, pega do parente. Vai ver a dificuldade não só pra conseguir mas pra pagar", propôs.

Para o presidente, "apesar de alguns governadores e prefeitos fecharem tudo, obrigar a ficar em casa e destruir milhões de empregos", o governo conseguiu evitar que "a destruição de empregos formais fosse feita".

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira, 26, pelo Ministério da Economia apontam que o mercado de trabalho formal brasileiro registrou saldo positivo de 120.935 carteiras assinadas em abril.

Durante transmissão semanal pelas redes sociais, Bolsonaro, sem citar o oponente, dedicou críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT à presidência em 2022 após ter tido as condenações suspensas.

Pesquisas recentes apontam que, se as eleições fossem hoje, Lula teria ampla vantagem eleitoral sobre Bolsonaro.

Para o atual presidente, há "um candidato ladrão que diz que dará R$ 600 de auxílio quando for presidente". "Por que não deu lá atrás, quando foi presidente?", argumentou. Segundo Bolsonaro, Lula não fez transposição de água, mas sim "de grana".

Bolsonaro também disse que reconhece que o preço da carne no País está alto. "O que o governo da Argentina resolveu fazer para diminuir o preço da carne? Resolveu proibir exportação por 30 dias. E você, o que acha dessa medida aí?" disse aos que acompanhavam a transmissão.

"Acham que devo proibir exportação de carne por 30 dias aqui no Brasil também, igual à Argentina, para ver se abaixa o preço? Sabe qual a minha decisão? Não vai ter proibição de nada! É livre mercado. O mercado vai regularizar isso daí", disse. "Se proibirmos, vai ser uma desgraça", argumentou o presidente.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CARNE FORTE

Marfrig sobe mais de 5% hoje, mas ainda deve saltar 60% nos próximos meses, projeta Bank of America

O Bank of America recalculou as projeções financeiras para o próximo ano e vê a empresa lucrando muito mais do que o previsto no cálculo anterior

DESTAQUES DO DIA

Varejo abaixo do esperado derruba Magazine Luiza (MGLU3), mas companhias aéreas sobem forte com vacinas eficazes contra a ômicron

Enquanto o Magalu recua mais de 8%, as empresas do setor aéreo aproveitam para engatar uma recuperação

bitcoin (BTC) hoje

O rali de fim de ano do bitcoin (BTC) derrapou. E você, novato em criptomoeda, pode ser o culpado

O movimento de queda do bitcoin das últimas semanas veio dos novos investidores em cripto, chamados de short-term holders, segundo a Glassnode

DE OLHOS BEM FECHADOS

O IPO do cheque em branco chega ao Brasil: Alvarez & Marsal quer fazer oferta pública para lançar Spac na B3

Modalidade existe há mais de 20 anos nos EUA, mas ainda é inédita no Brasil; entenda como funciona

EXILE ON WALL STREET

Ele ainda vai te trazer boas lembranças: o Tesouro Direto em seu ano de ouro para a rentabilidade

Conheça o Super Renda Fixa, que apresenta as melhores oportunidades para investir na modalidade, seja nos títulos do Tesouro ou nos de emissores privados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies