Menu
2021-02-19T23:13:16-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
REAÇÃO IMEDIATA

Interferência do governo no comando da Petrobras faz ADRs caírem 9% em NY; mercado deve reagir negativamente

Uma interferência do governo já era temida pelo mercado e isso se refletiu na queda das ações da estatal no pregão de hoje. E segunda-feira deve ter mais…

19 de fevereiro de 2021
22:38 - atualizado às 23:13
Boxe Nocaute Petrobras
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Que o relacionamento já estava abalado não é nenhuma novidade, mas o fim pode estar em vias de se tornar oficial. 

A troca de farpas públicas virou rotina e o reajuste do preço dos combustíveis foi o pivô da separação entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o atual comandante da Petrobras, Roberto Castello Branco, principalmente porque a questão tem impacto direto em uma importante base política para Bolsonaro - os caminhoneiros. 

Depois de algumas semanas de paz, ontem (18) o presidente voltou a mostrar descontentamento com as ações recentes da Petrobras, que anunciou um segundo reajuste no preço do óleo diesel e da gasolina em fevereiro, como forma de acompanhar a alta do petróleo, uma prática vista com bons olhos pelos investidores.

Não foi preciso esperar muito para que as desconfianças do mercado com relação a uma possível interferência política na Petrobras se confirmasse. No começo da noite desta sexta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro utilizou as suas redes sociais para informar que o governo irá indicar um novo nome para o comando da petroleira. 

A notícia pegou os mercados fechados, em um dia que já foi marcado por uma pressão que tombou as ações da Petrobras em mais de 7%. O reflexo da decisão nos papéis da companhia devem ser vistos na segunda-feira, mas já dá para ter uma ideia do que vem por aí. Com as bolsas locais fechadas, a reação no mercado internacional é um bom termômetro. 

Logo após o tuíte breve do presidente, que confirmou que o governo federal indicará o general e ex-ministro da Defesa Joaquim Silva e Luna, atualmente diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, para assumir a presidência da Petrobras e um assento no conselho de administração da estatal, os recibos de ações da Petrobras negociados no “After Hours” em Nova York (ADRs) chegaram a recuar mais de 9%. Por volta das 22h20, os recibos recuavam mais de 7%.

A decisão final sobre a troca no comando da estatal cabe ao conselho, formado por membros indicados pelo governo mas que possuem independência na decisão. Hoje, mais cedo, o conselheiro Marcelo Mesquita havia afirmado ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Estadão, que não havia motivos para trocar o CEO da estatal e que todos do conselho "gostam muito" de Castello Branco e apoiam o que ele vem fazendo na companhia. 

Para Ilan Albertman, analista de Research da Ativa Investimentos, devemos ver um mercado instável na segunda-feira. No entanto, ainda pode ser cedo para dimensionar o tamanho da queda que certamente virá. Isso porque ruídos e novos acontecimentos podem surgir ao longo do fim de semana. 

Embora o analista acredite ser precipitado o julgamento sobre o indicado do governo ser ou não um bom nome para o comando da estatal, o movimento não é encarado com bons olhos. “Eu acho que o nome é o de menos. A mensagem que se passa com esse processo é que o governo tem uma caneta na mão e uma caneta forte é muito ruim e tudo o que a Petrobras não precisava neste momento”. 

Aquecendo os motores

A reação do mercado, de fato, só vai ser possível conferir quando eles abrirem na segunda-feira (22). Não só podemos medir o que deve acontecer pelo comportamento dos ADRs lá fora e pelo que já era esperado e imaginado pelo mercado, mas também pela mesa de bar não-oficial do mercado financeiro: o fintwit. 

Investidores, gestores, anônimos e figuras conhecidas não demoraram a reagir à indicação do novo nome feita pelo presidente. 

Teve ex-secretário especial de Desestatização do governo Bolsonaro reagindo mal...

Teve ex-presidente do Banco Central reagindo com muito deboche...

E aqueles que estão prontos para soltar o grito de “eu avisei”...

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Reverteu prejuízo

Vale termina 2020 com lucro de US$ 4,9 bilhões e aprova dividendos

Mineradora conseguiu reverter prejuízo do ano anterior e aprovou distribuição de dividendos, mas lucro trimestral veio abaixo do esperado pelo mercado

Risco fiscal

Efeito de fatiamento da PEC emergencial seria extremamente perverso, diz secretário do Tesouro

“Se for fatiado será pior para todos. Queremos dar o auxílio aos vulneráveis, mas também precisamos de um ambiente fiscalmente organizado para que a economia melhore”, disse Bruno Funchal

Nível pré-pandemia

Governo Central tem superávit de R$ 43,219 bilhões em janeiro

Após 11 meses consecutivos de rombos causados pelos gastos de enfrentamento à pandemia, contas do Governo Central voltam a ter superávit

Pagamentos e maquininhas

Lucro do PagSeguro soma R$ 430 mi no trimestre, maior da história da companhia

Entretanto, companhia com ações negociadas na Nasdaq teve queda no lucro em 2020

o melhor do seu dinheiro

Lá vem o Leão de novo…

Estamos naquela época do ano de novo: temporada de prestação de contas ao Leão! A Receita Federal acaba de divulgar as regras de preenchimento da declaração de imposto de renda 2021, que neste ano deverá ser entregue entre 1º de março e 30 de abril. Parece que foi ontem que estávamos fazendo o exercício cívico […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies