Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-24T11:35:32-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Planos adiados

Primeira funerária que pretende abrir capital na B3 suspende IPO

Dono de dez cemitérios, Grupo Cortel havia entrado com pedido de abertura de capital na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em novembro

24 de março de 2021
11:35
Cemitério
Imagem: Shutterstock

Os planos da primeira empresa de serviços funerários que pretende ter suas ações listadas na bolsa brasileira foram adiados. O Grupo Cortel pediu a interrupção da análise da oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) até o dia 18 de junho.

A empresa, que se define como uma das líderes na cadeia de atendimento do setor de luto, havia entrado com pedido de abertura de capital na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em novembro.

Fundado no Rio Grande do Sul em 1963, o Grupo Cortel trabalha com cremação (incluindo a de animais de estimação), funerais e serviços auxiliares e faturou quase R$ 84 milhões no ano passado.

Leia também:

O Cortel possui dez cemitérios, todos próximos a centros urbanos, cinco crematórios, um crematório de animais, uma casa funerária, mais de 40 salas de velórios, oito capelas cerimoniais e duas capelas históricas. Realiza, por ano, cerca de 4,9 mil sepultamentos e 5,5 mil cremações.

A empresa pretende usar parte dos recursos captados na bolsa para aquisições. A oferta também prevê a venda de parte das ações dos atuais sócios, incluindo a família do fundador, José Elias Flores, e fundos de investimentos. A XP Investimentos é a coordenadora do IPO do Grupo Cortel.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies