Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-31T16:26:23-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Dólar tem forte queda, mas Ibovespa reflete cautela com texto do Orçamento 2021 e novo pacote de Biden

As mudanças de comando em Brasília seguem chamando a atenção dos investidores, mas o mercado prefere esperar pela apresentação do novo pacote de Biden

31 de março de 2021
10:36 - atualizado às 16:26
Dólar em queda
Imagem: Shutterstock

O mês de março finalmente chegou ao fim, mas a alta volatilidade que dominou o período parece longe de dar uma trégua, ainda que os últimos quatro pregões tenham sido de ganhos para o Ibovespa.

Em mais um dia de exterior misto, no aguardo dos detalhes do novo pacote de estímulos à infraestrutura de Joe Biden, a bolsa brasileira atravessa um dia bem instável, com dificuldade de se firmar em um sentido.

Na parte da tarde, as preocupações com relação ao Orçamento de 2021 voltaram a pesar com mais força sobre a bolsa. Por volta das 15h40, o Ibovespa operava nas mínimas do dia, com um recuo de 0,41%, aos 16.380 pontos.

O texto do Orçamento tem sido criticado por abrir margem para maquiar gastos e possibilitar as temidas pedaladas fiscais. Causa desconforto também o elevado número destinado ao pagamento de emendas parlamentares, retirando recursos das despesas obrigatórias e levando a uma conta que "não fecha". O relator da pauta, Márcio Bittar, fez alterações no texto encaminhado para o presidente, retirando R$ 10 bilhões em emendas, mas a cifra ainda é considerada insuficiente para resolver o conflito.

Essa pressão fez com que o mercado de juros, que operava em queda, revertesse a tendência, já que o mercado volta a precificar uma elevada preocupação com o quadro fiscal do país. Confira as taxas de hoje:

  • Janeiro/2022: de 4,65% para 4,63%
  • Janeiro/2023: de 6,42% para 6,46%
  • Janeiro/2025: de 8,07% para 8,11%
  • Janeiro/2027: de 8,69% para 8,72%

Enquanto isso, o dólar à vista recua 1,56%, a R$ 5,6723. O câmbio é favorecido por uma atuação do Banco Central, perspectivas mais positivas sobre o cenário de vacinação - após lideranças do Congresso sinalizarem avanços do comitê anti-crise - e a retomada do auxílio emergencial, que deve começar a ser pago no dia 6 de abril.

Pesando os dramas

No Brasil, os investidores seguem otimistas com o fortalecimento de Jair Bolsonaro com o Centrão, após a reforma ministerial. A leitura é que as pautas relativas à economia, como privatizações e reformas, consigam ganhar o debate nacional. A Julia Wiltgen traz uma análise completa de como as trocas devem ser analisadas pelo mercado e por economistas. 

Também temos a repercussão dos novos números sobre o mercado de trabalho brasileiro. Ontem os dados do Caged animaram, mas nesta quarta-feira Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mostrou uma taxa de desocupação na casa dos 14,2% no trimestre encerrado em janeiro. Um ano antes, o índice era de 11,2%.

No entanto, o tema que está no centro das discussões é o texto do Orçamento de 2021 e as medidas de controle da pandemia do coronavírus. Com o país registrando recorde de mortos, as atenções se voltam para as medidas que podem pressionar ainda mais o cenário fiscal.

O avanço da vacinação é visto como primordial para uma mudança de cenário. Embora o país tenha acelerado o ritmo, somente 8% da população já tomou pelo menos uma dose.

A expectativa é que abril traga um alento neste cenário, com a previsão de chegada de novas doses e a retomada do auxílio emergencial de R$ 150, que deve ajudar a economia a reaquecer. Hoje pela manhã, as lideranças do Congresso afirmaram terem conquistado avanços nesse cenário. Além disso, volta a se discutir a possibilidade de que a iniciativa privada compre doses para uso próprio.

Pacote Biden 2.0

No exterior, a expectativa é pelos detalhes do pacote de US$ 3 trilhões para o setor de infraestrutura. O tema é polêmico já que para financiar o projeto, o presidente americano espera aumentar os impostos corporativos.  Enquanto esperam, as bolsas americanas também oscilam próximas da estabilidade.

O objetivo é aquecer a economia por meio de obras  para a construção de estradas e pontes, ampliação do acesso à internet banda larga, linhas de financiamento para carros elétricos e modernização das redes elétrica e de saneamento básico. Países exportadores de matéria prima, como o Brasil, devem se beneficiar dessa medida. 

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada, acompanhando o sentimento que prevaleceu em Nova York na tarde de ontem, ainda que os dados da economia chinesa tenham mostrado recuperação.

Sobe e desce

As ações da Equatorial despontam como o principal destaque do dia, após a companhia ganhar o leilão de privatização da distribuidora gaúcha CEEE-D, por R$ 100 milhões. Já as ações da Cielo disparam após a aprovação do WhatsApp Pay no país, que terão todas as transações processadas pela companhia. As ações da Cogna chegaram a abrir o dia entre as maiores quedas, mas os papéis reverteram o sinal após o mercado analisar melhor o plano de reestruturação proposto. Confira as maiores altas:

CÓDIGONOMEULT VAR
EQTL3Equatorial ONR$ 24,406,64%
CIEL3Cielo ONR$ 3,765,03%
COGN3Cogna ONR$ 4,024,15%
CCRO3CCR ONR$ 12,644,03%
GGBR4Gerdau PNR$ 30,142,31%

Entre as maiores quedas temos a Qualicorp, que teve o seu resultado trimestral considerado fraco pelo mercado, e a Embraer e outras empresas aéreas, que subiram forte no pregão de ontem. Confira as maiores quedas do dia:

CÓDIGONOMEULT VAR
QUAL3Qualicorp ONR$ 29,85-3,71%
YDUQ3Yduqs ONR$ 27,02-3,64%
SULA11SulAmérica unitsR$ 33,90-3,58%
GOLL4Gol PNR$ 21,63-3,13%
AZUL4Azul PNR$ 37,80-3,10%

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies