2021-09-28T10:54:14-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Bitcoin (BTC) hoje

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje: criptomoedas se recuperam após susto com China e analista da Bloomberg ajusta expectativas para o mercado até o final do ano

Assim como ó gosto duvidoso em sequências de filmes, a história da China contra o bitcoin não anima mais os fãs

27 de setembro de 2021
10:31 - atualizado às 10:54
A recuperação do mercado de criptomoedas é encabeçada pelo bitcoin (BTC) hoje; confira cotações e preços - Imagem: Montagem de Andrei Morais / Shutterstock

Os críticos de cinema costumam ser avessos a sequências. É assim com Rocky, Velozes e Furiosos, Transformers e outras franquias que acharam a fórmula mágica da audiência. O clássico “China contra o bitcoin” também é um velho conhecido do mundo das criptomoedas, mas esse roteiro está batido. 

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje (29/09): sites relacionados a criptomoedas são bloqueados na China após proibição de transações.

O avanço regulatório do gigante asiático contra a principal criptomoeda do mercado agora já não anima mais os fãs. Durante poucos dias, o preço do bitcoin (BTC) ficou pressionado, mas já voltou a avançar 0,16% na manhã desta segunda-feira (27), cotado a US$ 43.494,64 (R$ 231.477,60). 

Com isso, o mercado de criptomoedas como um todo tenta se recuperar. Confira:

Antes de continuar, um convite: explicamos no nosso perfil do Instagram uma revolução no mundo das criptos no Brasil. Agora é possível comprar bitcoin e ethereum diretamente por um banco digital, sem precisar de exchange.

Confira abaixo e aproveite para nos seguir no Instagram (basta clicar aqui). Lá entregamos aos leitores análises de investimentos, notícias relevantes para o seu patrimônio, oportunidades de compra na bolsa, insights sobre carreira, empreendedorismo e muito mais.

Voltando ao assunto, bitcoin a US$ 100 mil

Mike McGlone, estrategista sênior de commodities da Bloomberg Intelligence, está otimista com o mercado de criptomoedas e criptoativos. Ele ficou conhecido em abril deste ano, antes do boom do mercado em março, por prever que o bitcoin chegaria a US$ 400 mil ainda este ano. 

Após as idas e vindas do mercado de criptomoedas neste ano, McGlone ajustou suas expectativas para o bitcoin este ano. Na nova previsão, a principal moeda digital do mundo deve atingir os US$ 100 mil, mas com algumas condições.

Para ele, a aprovação de fundos de índice (ETF, em inglês) em criptomoedas no mercado norte-americano é essencial para impulsionar o mercado. A expectativa é de que a SEC, a CVM americana, aprove novos ETFs em cripto ainda no mês de outubro. 

“Atualmente, existem mais de 30 [ETFs em bitcoin] e o dinheiro está saindo dos Estados Unidos — via Cathie Wood e Ark — para o Canadá, a pressão é relativamente alta para os órgãos reguladores dos EUA”, afirma ele. 

O Brasil é um dos países que mais possui ETFs em criptomoeda, juntamente com o Canada. Após a abertura do mercado, os ETFs da bolsa brasileira operavam da seguinte forma:

TickerGestoraPreçoVariação
HASH11HashdexR$ 42,803,01%
ETHE11HashdexR$ 47,050,01%
BITH11HashdexR$ 56,263,34%
QBTC11QR CapitalR$ 14,873,41%
QETH11QR CapitalR$ 11,504,22%

Não deixe de conferir também o nosso Papo Cripto, onde eu converso com os principais analistas do mercado de criptomoedas. O CFO da Ripio, Bernardo Teixeira, é o nosso convidado desta semana:

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta