🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-07T14:52:47-03:00
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
CAINDO MAIS

Bitcoin cai mais de 4% e atinge menor nível em dois meses

Puxado pela queda do Bitcoin, mercado de criptomoedas ficou abaixo de US$ 1 trilhão; cenário macroeconômico prejudica

7 de setembro de 2022
14:52
Bitcoin (BTC) na semana confira o que movimentou as criptomoedas esta semana
Imagem: Shutterstock

Para os investidores que andavam esperançosos sobre uma recuperação do mercado de criptomoedas, as notícias não são boas: ele continua sofrendo perdas intensas no pregão desta quarta-feira (7). Nas últimas 24 horas, as perdas do Bitcoin (BTC) já chegam a 4,22%, cotada a US$ 18.925,00.

Durante a madrugada, a desvalorização chegou a 5,8%, período em que a moeda chegou a bater US$ 18.500,25 — o menor valor em dois meses.

Já o Ethereum (ETH) caiu 9,2% mais cedo e chegou a US$ 1.500, desanimando aqueles que apostavam na recente recuperação. Há pouco, a queda era de 6,63%, a US$ 8.143,13.

O Hashdex NCI, principal ETF de criptomoedas, tinha perdas menos acentuadas e caía 3,15%, cotado a R$ 18,44.

Bitcoin cai e leva todo mundo junto

Assim, com a desvalorização das criptomoedas mais fortes do mercado, ele todo foi puxado para baixo e ficou abaixo dos US$ 1 trilhão ao longo do pregão.

No mercado, não há uma razão específica para a perda de força das moedas, com profissionais considerando mais o cenário macroeconômico ainda bastante desafiador, que afasta os investidores dos ativos mais arriscados.

O mercado de criptoativos já anda neste ritmo desde 27 de agosto, quando os comentários do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, foram seguidos por uma perda de US$ 1,25 trilhão em ações dos EUA em um único dia.

Há pouco, a vice-presidente do Federal Reserv (Fed), Lael Brainard, afirmou que os juros "terão de subir mais", durante um discurso feito numa conferência em Nova York.

Sem especificar até onde os juros americanos subirão, ela reforçou que o cenário econômico é "altamente incerto", o que justificaria novos aumentos enquanto aguarda novos indicadores.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Eleições 2022

Líder das pesquisas, Lula decide faltar a debate do SBT e ouve críticas de adversários

24 de setembro de 2022 - 14:08

Candidato Ciro Gomes (PDT) disse que Lula “tem muito a esconder”, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) chamou a decisão de “estratégia”

Eleições 2022

Pesquisa Ipespe/Abrapel mostra Lula oscilando para cima e Bolsonaro estável

24 de setembro de 2022 - 11:41

Pesquisa mostrou que votos brancos e nulos também subiram, assim como o número de eleitores que não souberam ou preferiram não responder

Tax the rich!

Imposto sobre heranças vai aumentar? Saiba quais candidatos à presidência são a favor de tributá-las ou de taxar grandes fortunas

24 de setembro de 2022 - 10:00

A discussão sobre o aumento de impostos sobre os ricos ou os “super-ricos” é tendência mundial, e no Brasil não é diferente. Mas nem todos os candidatos à presidência têm propostas nesse sentido

Banho mais caro

Tarifa de energia elétrica deve subir mais do que toda a inflação projetada pelo Banco Central em 2023, dizem especialistas

24 de setembro de 2022 - 9:47

Reajuste das tarifas chegaria a 5% em 2023, enquanto a projeção do Banco Central para a inflação é de 4,6%

Irregularidades

TSE vê indício de fraude em R$ 605 milhões em gastos das campanhas eleitorais

24 de setembro de 2022 - 9:22

Na lista de casos suspeitos estão gastos que teriam sido feitos por parentes e empresas de fachada, além de doações feitas por pessoas mortas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies