Menu
2020-03-12T12:59:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
coronavírus no planalto

Secretário da Comunicação da Presidência testa positivo para coronavírus e Bolsonaro é monitorado

Comitiva que viajou para Miami passou a receber ligações do gabinete da Presidência pedindo que diante de qualquer sintoma fizesse o comunicado imediatamente

12 de março de 2020
12:59
Secretário Especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo, Fábio Wajngarten.
Comitiva que viajou para Miami passou a receber ligações do gabinete da Presidência pedindo que diante de qualquer sintoma fizesse o comunicado imediatamente - Imagem: Alan Santos/PR

O secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, testou positivo para coronavírus e agora aguarda o resultado da contraprova. O exame foi realizado em São Paulo.

O presidente Jair Bolsonaro e integrantes da comitiva que acompanharam o secretário em viagem a Miami, nos Estados Unidos, estão sendo monitorados desde a quarta-feira, 11, após Wajngarten apresentar sintomas de gripe e ser submetido a um teste para o coronavírus.

Entre o final da tarde e o início da noite de quarta-feira, o grupo passou a receber ligações do gabinete da Presidência pedindo que diante de qualquer sintoma fizesse o comunicado imediatamente e procurasse um hospital militar em Brasília para fazer os exames, segundo integrantes da comitiva que falaram com o Estado em caráter reservado.

Bolsonaro completa 65 anos no dia 21. O presidente recebeu o diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem. O chefe da Abin chegou ao Palácio da Alvorada por volta das 10h e ficou reunido com o presidente por cerca de uma hora.

O contexto da reunião é o surto de coronavírus em escalada no País. A Abin é um órgão da Presidência da República, ligado ao Gabinete de Segurança Institucional, e é responsável por monitorar e fornecer informações estratégicas para o Executivo.

Bolsonaro e integrantes da comitiva que o acompanhou em viagem a Miami, nos Estados Unidos, estão sendo monitorados após o secretário especial de Comunicação, Fábio Wajngarten, apresentar sintomas de gripe e ser submetido a um teste para o coronavírus. O resultado do exame foi divulgado há pouco e é positivo para o vírus.

A pandemia do coronavírus, declarada na quarta-feira, 11, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi uma das razões para Bolsonaro cancelar viagem para Mossoró, no Rio Grande do Norte, nesta quinta. O evento foi adiado por "razões de segurança sanitária", segundo informou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Impacto

A situação do coronavírus também foi tema de reunião de emergência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, realizada ontem na Câmara dos Deputados.

Antes de seguir para o Congresso, Guedes se encontrou com Bolsonaro. A pasta de Guedes revisou ontem as estimativas de crescimento para 2020, que passa de alta de 2,4% no PIB para 2,1%.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Quarentena

Trump estende distanciamento social por coronavírus nos EUA até 30 de abril

Na semana passada, o presidente dos EUA havia sugerido que poderia “reabrir” a economia americana na Páscoa

Situação excepcional

Ministro do STF Alexandre de Moraes atende governo e relaxa exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal

Ao Supremo, a União pedia a relativização das exigências da Lei, devido à situação excepcional do novo coronavírus no País, destacando que o direito à saúde da população deve prevalecer

Balanço

Covid-19: número de mortes por coronavírus no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Mantendo o padrão identificado ao longo da semana, 90% tinham mais de 60 anos

Enquanto uns choram, outros vendem lenços

Na contramão do restante da economia, setores essenciais aceleram contratações

Varejistas como supermercados e farmácias, além de hospitais, estão contratando mais diante da pandemia de coronavírus

'rolezinho do presidente'

‘Provocação’ e ‘irresponsabilidade’: parlamentares condenam passeio de Bolsonaro

Saída do presidente aconteceu um dia depois de o ministro da Saúde reforçar medidas de isolamento e pedir que ele não menosprezasse a gravidade da pandemia do novo coronavírus em suas manifestações públicas

Do contra

Bolsonaro cogita decreto que permita volta ao trabalho a todas as profissões

Presidente disse ainda que irá recorrer da decisão judicial que derrubou decreto que permitia funcionamento de lotéricas no Brasil

Mais crédito

BNDES anuncia linha de R$ 2 bi para setor de saúde e prepara medidas para aéreas e setor público

Banco de fomento também fez balanço de medidas anunciadas até agora e reafirmou que será operador de linha de R$ 40 bilhões para pagamento de salários.

Mais paradas

Latam suspende rotas internacionais adicionais até 30 de abril

Em nota, a empresa diz que o valor do bilhete de todos os passageiros com voos cancelados será automaticamente mantido como crédito para futuras viagens

Mais autonomia

Guedes pede estudo para direcionar mais recursos aos municípios que aos Estados para combate ao coronavírus

Em videoconferência promovida pela Confederação Nacional de Municípios, ministro da Economia defendeu maior liberdade para prefeitos disporem de recursos durante combate ao coronavírus

Prioridades

Reabertura do país será decisão de saúde, diz secretário do Tesouro americano

Steven Mnuchin reconhece o aumento do número de desempregados e o declínio do PIB, mas diz que principal objetivo do presidente Donald Trump é a saúde das pessoas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements